quinta-feira, 7 de abril de 2011

Vasco com 12 venceu ABC com 10, por que com 11 o ABC tava engolindo todos eles

O Vasco da Gama "venceu" por 2 a 1 o ABC e se classificou para as oitavas de final da Copa do Brasil. Será que uma vitória dessas merece mesmo comemoração, ou cobranças?

Nas duas partidas o ABC cumpriu o papel que a ele cabia, ou seja, brigar por todas as bolas do inicio ao fim. Não fugir de um padrão tático que permitisse segurança na defesa e uma saída de bola mais qualificada. Isso tudo ocorreu. 

No jogo de agora a pouco, o Alvinegro impediu qualquer jogada mais incisiva do Vasco. Os adversários se limitaram a chutes de fora da área. 

Cascata em um lance de gênio, passou pelo lateral, invadiu a área e colocou a bola no gol como quem coloca com a mão. O 1 a 0 foi justíssimo, já que a equipe ABCdista chegou pouco ao ataque rival, mas naquele momento tinha chutado o mesmo numero de bola no gol que o rival. 

No segundo tempo, o ABC foi operado literalmente. Um vagabundo de Minas Gerais, que atende pelo nome de Emerson Ferreira, deu um pênalti inexistente para o Vasco e achando pouco expulsou o zagueiro Tiago Garça do ABC. O 1 a 1, e a diferença numérica de 12 contra 10 fizeram o ABC ficar muito recuado e sem saída de bola. O resto do jogo foi consequência de um animal que arbitrou Vasco 2 x 1 ABC.

Mas nem tudo são flores, acho que Leandro Campos errou ao substituir Reinaldo no intervalo. O volante Reinaldo tinha cartão amarelo, mas ele não comprometia em nenhum momento. A entrada do zagueiro Alessandro sim deixou Leandro Campos sem opções defensivas no banco. Sem volantes e sem zagueiros no banco. Leandro poderia esperar pelo menos 15 minutos e ver o rumo do jogo, aí sim ele atuaria com substituições. Por que se analisarmos bem, a tendência de um ABC com 3 zagueiros seria tomar sufoco o tempo todo. Como aconteceu após a expulsão. 

Mesmo assim o Vasco não venceria o ABC com 11 nem a pau, principalmente vendo a dificuldade do time em jogar contra um ABC com 10. O Vasco que se cuide, por que com esse timinho a Série B será uma realidade em 2012. 

São coisas do futebol, é bola pra frente. 

Ficha Técnica

Local: Estádio São Januário, Rio de Janeiro/RJ.

Árbitro: Émerson de Almeida Ferreira.
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo.
Assistente 2: Fabiano da Silva Ramires.

Vasco(2): Fernando Prass, Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon (Marcio Careca); Romulo, Fellipe Bastos (Bernardo(1)), Felipe e Diego Souza; Eder Luís e Alecsandro(1) (Leandro). Técnico: Ricardo Gomes.

ABC(1): Wellington; Piu, Thiago Garça, Irineu e Renatinho Potiguar; Basílio, Bileu, Reinaldo (Alessandro) e Cascata(1) (Gabriel Silva); Ederson (Jackson) e Leandrão. Técnico: Ricardo Gomes Técnico: Leandro Campos.

7 comentários:

Gibson Azevedo disse...

Perdi o meu tempo ao assistir esse jogo de cartas marcadas. Uma vergonha! Será que ninguém, nenhuma autoridade, tomará alguma atitude contra um imbróglio deste? Um time nordestino prepara-se, dentro das suas conhecidas limitações, para enfrentar, licitamente, um adversário melhor Ranqueado e quando esboça um possível sucesso, aparece, como por obra do demônio, o hábito nocivo da rapinagem explícita. E tudo o mais fica por isto mesmo... Depois ficam tentando explicar com meias palavras, porque os times nordestinos não têm um melhor desempenho no futebol nacional. Olhe, cambada de cabras ruins, nós estamos na época da televisão ao vivo. Tenham vergonha! Pra vocês eu dou uma banana. Aquiiii, óóóó!...

MÚSICA F. C. ! A VOZ DAS ARQUIBANCADAS. disse...

Pedro Neto escreveu que no dia em que o torcedor ficar sabendo dos bastidores do futebol nunca mais entrará em um estádio.

Jacson Artson disse...

Embora esse tipo de coisa faça parte do mundo da bola, hoje acordei de forma diferente, acordei com um sentimento de ter sido lesado, prejudicado, impedido de ir onde gostaria e tinha condições de ir tranquilamente com minhas próprias forças!

Vamos lá, vai passar...

Alexandre Costa disse...

Ainda ressentido, temos que pensar pra frente.
E pensar pra frente significa SÉRIE B.
Pra série B o ABC precisa no mínimo:
- Manter Cascata, Leandrão, Basilio, Ricardo Oliveira.
- A zaga melhorou com a "volta" de LC; manter Irineu. Tiago Garça tmb pode ficar.
- Os laterais melhoraram AINDA mais com a "volta" de LC.
- Daí vem tmb: manter Renatinho Potiguar (jogou muito as duas partidas contra o Vasco, e américa), e Pio (jogou muito na primeira e ontem menos).
- Contratar volantes e meias para os 2 esquemas táticos que LC deve usar: 4-4-2 com 2 meias sem apoio dos laterais (hoje Cascata e Jackson, com pouca participação dos laterais no ataque), 4-4-2 com 3 volantes e laterais liberados (o novo esquema do treinador).
- Ainda tem o 3-5-2, eventualmente usado e sempre perdedor (eu poderia dizer que o ABC ontem venceu o primeiro tempo no 4-4-2 e perdeu no 3-5-2).
Resumindo, uns 4 a 6 jogadores do nivel de Basílio, Ricardo e Cascata, para o meio, e 2 atacantes velozes, do nível de Wallyson ou Bebeto.
- Dispensas? Ray, Gabriel, Reinaldo...

Igor disse...

Sem essa de roubo que isso já tá chato, todos que perdem apelam pra essa frase antiga, que nunca ninguém provou que exista no futebol! Até o penalti, que o Ramon cavou e o zagueiro de vcs caiu como um pato, indo no corpo dentro da área com a bola sendo tocada pelo Ramon antes, seu time fazia de tudo pra estragar o jogo. Goleiro caía atoa, demorava em todas as reposições (e não levou nem um amarelo). Se for assim isso tb é roubo! Se o ABC se classificasse, a torcida do vasco poderia reclamar tb! Então aceite a derrota sem essa parada de roubo, pq se fosse ao contrario vcs diriam que aquilo era penalti..

Diego Ivan disse...

Igor vc tá de brincadeira...

Uma coisa é a má fé do juiz, outra é o ABC estar jogando com uma vantagem fora de casa. Vc é que tá pagando de inocente.

Vc também está desconsiderando o pênalti no lateral do ABC no primeiro tempo.

Amigão, bota a barba de molho com esse teu time, pq futebol passou longe na quarta.

Abraço!!!

Anônimo disse...

Vagabundo, Pilantra, 171, cachorro, safado.....