sábado, 25 de fevereiro de 2017

Na Copa do Brasil é tudo ou nada

O próximo jogo do ABC no Frasqueirão será pela Copa do Brasil, onde o Alvinegro receberá o Audax/SP. Só para lembrar a galera, o jogo será na quarta-feira de cinzas, dia 01 as 19:30hs.


Esse sim, até o momento, será o jogo mais importante do ano para o ABC. Será o mais importante porque uma passagem de fase significa mais dinheiro no apertado orçamento ABCdista. O adversário é bastante complicado, capaz de vencer o “grande” São Paulo numa rodada do Paulistão e depois não vencer mais ninguém no campeonato. O estilo de jogo único do Audax e de seu treinador Fernando Diniz, certamente dará contornos dramáticos a qualquer disputa. 

Apesar das dificuldades, acredito que o ABC jogando em casa possa fazer grande jogo. O rendimento irregular de alguns jogadores certamente preocupa. Já o time tem um estilo de jogo que se não é brilhante, pelo menos já está consolidado.   

A mesma torcida que protestou de maneira bastante interessante no primeiro jogo da final do turno, não pode deixar de marcar presença nesse jogo. 
Bora ABC!

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

O adversário é encardido, mas o turno precisa ser nosso

O empate por 1 a 1 contra o Globo pela final do 1º turno do Campeonato Potiguar certamente mostrou que não tem moleza no caminho do ABC, seja pela qualidade dos adversários ou pela sequência exagerada de jogos. O próximo jogo da final será domingo dia 05 de março, tendo um jogo pela Copa do Nordeste dia 25 de fevereiro e pela Copa do Brasil dia 01 de março. Ritmo de maratona já no final de fevereiro, temo que alguns dos jogadores tenham contusões graves no início da Série B.

Calendário de jogos realizados e confirmados CN(Copa do Nordeste), CB(Copa do Brasil) e CP(Campeonato Potiguar). 

Acredito que o segundo turno tende a ser bem mais complicado, já que as equipe menores que foram mal deverão vir reforçadas. Algumas delas já reforçaram o elenco, outra trocaram de treinadores e os que restaram fizeram as duas coisas. De modo geral, o vencedor do turno, poderá manejar melhor o tempo de descanso no restante do campeonato. 

A obrigação de vencer o turno se torna maior para o ABC, principalmente se conseguirmos passa de fase na Copa do Brasil e na Copa do Nordeste. Até o momento o ABC vem jogando três jogos por semana desde o final de janeiro, com um time base bem definido. Se não vencermos o turno esse ritmo poderá prosseguir, forçando a escalação dos mesmos onze jogadores como vem acontecendo.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Não vou.

Com a autoridade de quem não pisa no Arena das Dunas desde o 2° turno do Estadual do ano passado, digo ao torcedor que não vou a nenhum dos dois jogos que o ABC será obrigado a fazer no Arena das Dunas. Não direi para ninguém não ir, mas se o fizerem, o farão bem feito.

Quanto é que estão recebendo o aliciador e o atravessador? Para o bem do futebol ninguém faz nada.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Adeus ao gaúcho que aprendeu a gostar do ABC.


O Sr. Hildor Arnaldo Machado, 79 anos, gaúcho de Vera Cruz, partiu para o Reino dos Céus deixando saudades.

Quando estava em Natal, vestia a camisa do alvinegro e ia assistir aos jogos do ABC. Esse laço com o MAIS QUERIDO, e que baita laço, nasceu após o Vlamir Machado, seu filho, se tornar, em 2010, preparador de goleiros do ABC.

Hoje, 17h, o ABC voltará ao gramado da Arena das Dunas, mas sem o Vlamir, tendo em vista viajou ao Rio Grande do Sul para se despedir do seu pai.


Como o elo espiritual não morre, agora temos mais um torcedor do ABC no céu.

A Frasqueira Alvinegra presta solidariedade ao Vlamir e toda a família.

Fonte: Blog Música do Gol.

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Distintivos têm que ser bem feitos (22)

Depois de um hiato de quase dois anos eu publico o "Distintivos têm que ser bem feitos".Uma seção do blog que é colaborativa que trás para os leitores escudos e distintivos feitos em boa qualidade, diferente do que vemos na internet. Quatro novos distintivos, confiram.

Na sequencia temos; ABC Martinense F.C.(Antonio Martins/RN), A.C.E. Vieirense(Marcelino Vieira/RN),  Beira Rio F.C.(Marcelino Vieira) e Janduís F.C.(Janduís/RN).

Quem quiser pode deixar a sua indicação de escudo nos comentários ou no e-mail papoalvinegro.blogspot.com.

Os links das postagens anteriores são essas aqui.

Postagem 1 (Clique Aqui)
Postagem 2 (Clique Aqui)
Postagem 3 (Clique Aqui)
Postagem 4 (Clique Aqui)
Postagem 5 (Clique Aqui
Postagem 6 (Clique Aqui
Postagem 7 (Clique Aqui)
Postagem 8 (Clique Aqui)
Postagem 9 (Clique Aqui)
Postagem 10 (Clique Aqui)
Postagem 11 (Clique Aqui)
Postagem 12 (Clique Aqui)
Postagem 13 (Clique Aqui)
Postagem 14 (Clique Aqui)
Postagem 15 (Clique Aqui)
Postagem 16 (Clique Aqui)
Postagem 17 (Clique Aqui)
Postagem 18 (Clique Aqui)
Postagem 19 (Clique Aqui)
Postagem 20 (Clique Aqui)
Postagem 21 (Clique Aqui)





Acessem:

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

ABC empata e passa de fase em sua maratona particular

Jogo com dois Alvinegros e com gols de quase charas, Ceilândia e ABC ficaram no empate, melhora para o nosso Alvinegro que passou de fase e enfrentará o Audax/SP na segunda fase da Copa do Brasil. Os gols do jogo foram de Erivalton para o ABC e Elivelton para o Ceilândia.

Torcida do ABC no local do jogo (Foto @arcostabsb)
Acredito que a maratona de jogos que o ABC vem enfrentando está começando a cobrar do elenco ABCdista. Se pensarmos que o time base do ABC, que é o mesmo do jogo de agora pouco. Os jogadores já fizeram até hoje 3 jogos pela Copa do Nordeste, 6 pelo Campeonato Potiguar e 1 pela Copa do Brasil. Isso significa que os titulares fizeram entre 7 a 10 jogos em menos de 30 dias. Edson e Cleyton por exemplo fizeram 10 jogos, além de Nando com 9. Portanto, cobrar excessivamente deste elenco sem levar em consideração o ritmo de jogo é crueldade.

Time entra em campo para saudar a torcida presente (Foto: @arcostabsb)
Na partida de hoje ficou patente principalmente no segundo tempo que o ABC pregou em campo. No primeiro tempo o jogo acabou sendo de igual para igual, mas com o jogo sendo realizado as 15:00hs, certamente o ritmo deveria ter sido dosado.  O resultado, apesar do nível do adversário, considerando as condições climáticas e de resistência física, o resultado foi excelente.

Times prontos pro jogo (Foto @acostabsb)
O ABC volta a campo no final de semana, ainda sem data nem local confirmado. O adversário é o Alecrim, que briga contra o rebaixamento. Vamos ficar ligados quando houver a confirmação do local e horário do jogo.

Ficha Técnica


CEILÂNDIA 1X1 ABC
GOLS
CEILÂNDIA – Elivelton.
ABC – Erivelton.

Local: Estádio Abadião, Ceilândia/DF.
Público: 442 torcedores. 

Árbitro: Francisco Carlos do Nascimento - AL (CBF).
Assistente 1: Maxwell Rocha da Silva - AL (CBF).
Assistente 2: Claudio Camilo da Silva - AL (CBF).
4º Árbitro: Vanderlei Soares de Macedo - DF (CBF).

Ceilândia: Arthur, Dudu Lopes, Elivelton, Badhuga, Wallinson; Didão(Kabrine), Emerson Martins, Allanzinho(Filipe Cirne) e Alcione(Michel Platini); Romarinho e Gilmar Herê. Técnico: Anderson Almeida.

ABC: Edson, Levy, Leo Fortunato, Cleyton e Romano; Pedra, Guedes, Erivelton(Marquinhos), Gegê(Jardel); Echeverria(Dalberto) e Nando. Técnico: Geninho.

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Setores desequilibrados, resultado amargo

O ABC recebeu o CRB pela Copa do Nordeste e o jogo terminou empatado em 0 a 0. Com o placar o ABC chegou aos 4 pontos atingindo o segundo lugar no grupo, o CRB com 5 lidera.

Boa presença de publico (Foto: Andrei Torres @abcfc)
Antes de começar o comentário do jogo tenho que falar da arbitragem. O arbitro CBF da Paraíba Pablo dos Santos Alves quase estraga o jogo. Eu disse quase considerando apenas o resultado, se levarmos em conta o número desproporcional de 6 a 2 em cartões amarelos, ou mesmo o carrinho criminoso que resultou na saída de Erivelton do jogo. Não vou nem falar do lance de um possível pênalti com toque de mão na bola dentro da área, porque não revi o lance para ter certeza. Arbitragem calamitosa, prendeu o jogo o tempo todo além de enervar os jogadores do ABC com cartões e inversões de jogada. A arbitragem na Copa do Nordeste é fraquíssima, qualquer papangú esquecido está apto. Triste.

Disputa de bola dura (Foto: globoesporte.com/rn)
O jogo foi difícil, uma prévia do que será a Série B. O CRB é uma boa equipe, mas nada fora do normal.  O ABC sabia que teria dificuldades neste jogo e foi isso que se viu na primeira etapa. O jogo foi truncado e se desenrolou apenas no meio campo. Nenhuma das duas equipes tiveram grandes chances de gol, passando o protagonismo do jogo aos volantes e aos poucos meias. O Alvinegro não conseguia usar as laterais, Erivelton dessa vez na meia esquerda tentou alguma coisa, mas o bloqueio era intenso. Na direita Levy passou o jogo todo cruzando a bola alto demais ou baixo demais, Guedes que nesse jogo atuou mais solto brilhou no desarme mas na armação o aproveitamento foi baixíssimo.

Na segunda etapa o recomeço de jogo repetiu os 45 minutos anteriores, até pelo menos 15 minutos ninguém teve chances de gol. A partir do minuto 16 o Mais Querido encurralou o CRB, se bem que não foi aquela pressão, mas as chances de gol surgiram. Nando escorando uma bola para Dalberto que podia dominar e chutar mas preferiu um cabeceio fraco. Gegê que em duas bolas chutou descalibrado da entrada da área. Erivelton que bateu cruzado voltando para a boa defesa do goleiro Juliano. Echeverria que chutou duas bolas com perigo canto direito da grande área. O placar sem gol mostrou um ABC que brigou, mas não conseguiu abrir o marcador. 

No fim do jogo a estatística mostrou o Alvinegro com mais chances de gol, mas a verdade é que o time ainda não demonstrou volume de jogo. Esse tal volume de jogo só aparecerá quando todos os setores do time estiverem equilibrados, caso contrário acontecerá como hoje; a defesa foi ótima, o meio foi bom, mas as laterais foram péssimas. O ataque apenas com Nando isolado não pode fazer muito.

Destaque


Gegê hoje apareceu como armador verdadeiramente, chegou no ataque quando solicitado, atuou atrás das linhas quando não havia espaço na frente e articulou bem pelo seu setor.

O próximo jogo do ABC será pela Copa do Brasil contra o Ceilândia/DF. A partida será quarta-feira dia 15 no Estadio Abadião em Ceilândia, tendo inicio previsto para as 15:00hs horário de Natal. Na primeira fase o jogo é único e o ABC joga pelo empate.    

Ficha Técnica


ABC 0X0 CRB

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 3.213 torcedores.

Árbitro: Pablo dos Santos Alves - PB (CBF)
Assistente 1: Luís Filipe Gonçalves Correa - PB (CBF)
Assistente 2: Oberto Santos da Silva - PB (CBF)
4º Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo - RN (CBF)

ABC: Edson, Levy, Léo Fortunato, Cleyton e Marquinhos; Anderson Pedra, Guedes, Erivelton(Dalberto) e Gegê; Nando(Caio Mancha) e Echeverria. Técnico Geninho.

CRB: Juliano, Marcos Martins, (Ratinho), Flavio Boaventura, Gabriel e Diego; Yuri(Jorginho), Adriano, Danilo Pires e Sergio Motta; Mailson(Maxwell) e Neto Baiano. Técnico: Leo Condé. 

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Goleada! E classificação.

Mais classificado do que nunca após vitória sobre o Potiguar de Mossoró por 5 a 1. Goleada essa que marcou o 22º jogo de invencibilidade do ABC no Frasqueirão e a classificação do time para a decisão do primeiro turno do Estadual. Os gols do jogo foram marcados por Caio Mancha e Echeverria, duas vezes cada e Levy para o Alvinegro de Ponta Negra. Descontou Giovanni para o Potiguar. 

(Foto: instagram.com/papoalvinegro)
O ABC apesar da goleada não conseguiu realizar uma boa partida. O adversário extremamente frágil e algum descompromisso dos Alvinegros deram susto desnecessários no torcedor em algum momento do jogo. Na primeira etapa até que o Alvinegro envolveu o fragilíssimo time de Mossoró, mas após a marcação do segundo gol o ABC adquiriu uma indolência preocupante. O primeiro gol foi um golaço de Mancha, chute belíssimo no ângulo, já o segundo da noite foi de Echeverria após bate rebate na área. Após o gol o Mais Querido se acomodou, reduziu o ritmo, coisa que estrago no segundo tempo.
  
Concentração de Léo Fortunato (Foto: Andrey Torres @abcfc)
No segundo tempo o ABC voltou em ritmo de treino. Já com menos de 10 minutos o Potiguar aproveitou falha terrível da defesa ABCdista e diminuiu. Não fosse o Potiguar um time em frangalhos o caldo certamente entornaria. Somente quando Geninho começou a mexer no time é que a coisa foi para frente. Com a entrada de Dalberto no lugar de Erivelton e Fabio Gama no lugar de Gegê é que o ritmo do jogo aumentou. Se bem que o passe para o terceiro gol, segundo de Mancha, foi de Gegê. Com o terceiro gol a porteira abriu e o quarto e o quinto saíram naturalmente. Confira o lance do pênalti e o gol de Echeverria no vídeo abaixo.

Caio Mancha marcou dois gols hoje (Foto Andrey Torres @abcfc)

Destaques


Gostei de Jardel, não foi sensacional, mas dá mostras que o ABC deve investir no jogador como fez com Marcilio recentemente. Tem futuro.
Gegê deu um passe para Mancha marcar seu segundo gol da noite que foi sacanagem. Passe por cobertura.
Os artilheiros da noite, Mancha e Eche com dois gols cada um. 
Gol muito bonito de Levy. Batida cruzada muito interessante.


No sábado dia 11 ABC volta a campo pela Copa do Nordeste, quando recebe em casa o CRB pela terceira rodada da competição.

Ficha Técnica 


ABC 5X1 POTIGUAR
GOLS: ABC – Caio Mancha (2), Echeverria(2) e Levy.
Potiguar – Giovanni.

Local: Frasqueirão, Natal-RN.
Público: 1626 torcedores.

Arbitro: Zandick Gondim Alves Junior.
Assistente 1: Vinicius Melo de Lima.
Assistente 2: Jean Márcio dos Santos.
4º Arbitro: Diego Neylton de Medeiros.

ABC: Edson, Levy, Léo Fortunato, Cleyton e Marquinhos; Anderson Pedra, Jardel(Jhonata), Erivelton(Dalberto) e Gegê(Fábio Gama); Echeverria e Caio Mancha. Técnico: Genino.

Potiguar: Rafael Dida, Glaubinho, Luiz Alberto, Marinho e Ciel; Sidney, Batata(Lucy Jr.), Jozicley e Marcio Tarrafas(Hugo); Giovanni e Cleiton Junior(Jú). Técnico Dario Lourenço.