terça-feira, 17 de janeiro de 2017

10 anos do jogo América 2 x 5 ABC. Assista o jogo na integra para comemorar aquele grande jogo



Estamos ficando velhos. Final do Campeonato Potiguar de 2007, que completará 10 anos no dia 29 de abril. Isso mesmo pessoal, aquele jogo marcante em que o ABC ressurgia das cinzas e iniciava ali o rebaixamento do adversário na Série A. Uma verdadeira epopeia com heróis bem definidos e momentos inesquecíveis. Uma reviravolta total de expectativa. 

Para relembrar a situação. O ABC que havia empatado o primeiro jogo da final por 1 a 1, venceu no segundo jogo de goleada. O 5 a 2 foi construído por Nego e 4 gols de Wallyson para o ABC, para o América marcaram Souza e Geovani.

De 2007 a 2017, assista de novo e se emocione relembrando a linda festa feita por torcida e time em um Frasqueirão recém inaugurado, com apenas 1 ano de vida. 

domingo, 15 de janeiro de 2017

Estréia dentro do esperado

Com apenas trinta dias de pré-temporada, uma vitória por 2 a 0 é mais do que o esperado. Os gols do ABC foram marcados por Nando.

Gostei do que vi, mas temos sempre que dizer algumas ressalvas de sempre. É apenas o primeiro jogo, o time sente a falta de ritmo, o desentrosamento dos reforços e etc. O que de fato transpareceu nesse jogo é que o Alvinegro parece ter norte nesse início de temporada. Ainda precisa encaixar um meia armador ou mudar o esquema de jogo, mas isso fica para o decorrer das rodadas.

Fonte: Tribuna do Norte

O primeiro tempo foi complicado, as duas equipes pareciam presas e a bola sofria demais. O ABC controlava bem a partida na defesa, coisa que se repetiu o jogo todo, mas atacava somente pelo lado direito quando Erivelton e Levy surgiam por ali. Apenas quando o gol surgiu no final da primeira etapa é que a coisa fluiu melhor. E essa dificuldade pré gol existia por que Fabio Gama não conseguia aparecer armando o jogo, nem carregando a bola perto da área adversaria. Na segunda etapa o Alvinegro voltou a campo com Túlio Renan aberto pela esquerda no lugar de Fabio Gama. Com Dalberto apagado aberto pela direita, Nando no meio e Túlio pela esquerda, o ABC voltou insinuante e ensaiando ampliar o marcador. Varias jogadas ocorreram até que Nando recebeu uma bola em contra-ataque e marcou cara a cara com o goleiro.

Fonte: Tribuna do Norte

A vitória estava consolidada é o Globo que sempre pinta como promessa mais uma vez apenas prometeu.

O nome do jogo.


Para mim o nome do jogo foi Leo Fortunato. Ele foi absolutamente dominante em sua área de atuação em relação aos adversários do Globo. Em nenhum momento Leo permitiu que atacante rápidos como Romarinho ou fortes como Luizão tivessem ação. Impressionante, para o nível do futebol local Fortunato sobra.

Analise dos estreantes.


O lateral direito Levy fez um bom jogo, muito ofensivo e não desapontou na defesa. Por sua boa participação, em boa parte do jogo o ABC só conseguia jogar pelo setor direito.

O lateral esquerdo Romulo esse não disse a que veio. No primeiro tempo fez uma partida que só não foi discreta por que cometeu alguns erros, na segunda etapa melhorou se desempenho. Não é tão ofensivo quanto Levy, mas vamos esperar que ele tenha apenas sentido a estreia.

O atacante Tulio Renan mesmo fora de forma mostrou boa movimentação quando estreou no segundo tempo no lugar de Fabio Gama.

O Alvinegro jogará na próxima quarta contra o Baraúnas em Assu no Edigarzão. A partida começará as 19:15hs.

Ficha Técnica


ABC 2 x 0 GLOBO

ABC: Nando (2).

Local: Estádio Frasqueirão, Natal-RN
Público: 4050 espectadores.

Árbitro: Ítalo Medeiros de Azevedo.
Assistente 1: Lourival Candido das Flores.
Assistente 2: José Givanilson M. dos Santos.
4º Arbitro: Diego Leonardo de Lima S. Coutinho.

Cartões amarelos: Romano (ABC); Ângelo (Globo)

ABC: Edson, Levy, Léo Fortunato, Cleiton e Romano; Anderson Pedra, Guedes, Erivelton e Fábio Gama (Túlio Renan); Nando (Caio Mancha) e Dalberto (Márcio Passos). Técnico: Geninho.

Globo: Rafael, Ângelo, Negretti, Jamerson e Renatinho Carioca; Leomir, Pablo Oliveira (Dênis), Bismarck (Geovane) e Tiago Lima; Luizão e Romarinho. Técnico: Luizinho Lopes.

Placares e Classificação do Campeonato Potiguar 2017

Campeonato Potiguar 2017
Classificação
P
J
V
E
D
GP
GC
SG
ABC
3
1
1
0
0
2
0
2
Baraúnas
3
1
1
0
0
2
0
2
América-RN
1
1
0
1
0
0
0
0
Santa Cruz 1934
1
1
0
1
0
0
0
0
Assu
0
0
0
0
0
0
0
0
Potiguar
0
0
0
0
0
0
0
0
Alecrim
0
1
0
0
1
0
2
-2
Globo FC
0
1
0
0
1
0
2
-2

1ª Rodada 

Sábado 14/01 – Santa Cruz 1934 0 x 0 América
Domingo 15/01 – ABC 2 x 0 Globo
Domingo 15/01 – Alecrim 0 x 2 Baraúnas
Domingo 15/01 – Assu 1 x 2 Potiguar

A primeira rodada do Campeonato Potiguar não trouxe surpresas. O ABC venceu sem grandes dificuldades, o Baraúnas venceu o Alecrim fora de casa e o Santa Cruz retornando a primeira divisão empatou com o América no Arena das Dunas.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

ABC lança novos uniformes

Em evento realizado agora a pouco, no Chaplin Recepções, o ABC Futebol Clube lançou junto com a Rinat o manto sagrado para a temporada 2017. O evento contou com uma excelente presença de publico, além das presenças das estonteantes Scheila Carvalho, Aricia Silva e Suzana Schott. 

Confira as imagens do evento.





O que eu sei é que o ABC/Rinat criou um problema para mim. Problema financeiro, por que gostei de todos os modelos e estou em duvida de qual modelo escolher,




Gostei do que Geninho falou.

O que falta na maioria dos técnicos brasileiros em Geninho sobra. Pense num cara tranquilo e é essa tranquilidade que o torcedor espera ver na temporada 2017.

Geninho chegou e já deu entrevista coletiva na maior tranquilidade possível, explicando tintim por tintim o que acontecerá no ABC em termos de planejamento e da dificuldade de se montar a equipe para a temporada. Lembrando que o ABC ainda se recente de uma seríssima crise financeira.

Vejam trechos da entrevista publicada no site globoesporte.com/rn:


Montagem do time;

- A montagem do elenco foi feita dentro do planejamento financeiro que o ABC tem para esse início de temporada. Apesar de ter subido de divisão, o time ainda passa por dificuldades financeiras e isso impede que se faça grandes contratações. Em uma reunião em conjunto com a diretoria, decidimos que as coisas iriam ser feitas de uma maneira paulatina. Nós contratamos jogadores dentro daquilo que o ABC pôde investir no momento e vamos tentar fazer o melhor possível com o que temos.

Escalação do time sem Jones e Lúcio Flávio;

- A gente pode adaptar ou mudar um pouco a maneira de jogar, mas isso eu só posso analisar com a sequência de jogos. Às vezes, a gente planeja uma coisa, mas na prática acaba sendo outra.


Usar as categorias de base;

- Essa semana, nós devemos acoplar mais quatro ou cinco jogadores do Sub-19 para fazer um trabalho de maturação para que eles ganhem experiência. Eu não vou jogar o garoto em uma fogueira porque isso não é dar oportunidade, isso é queimar o jogador.

Pode parecer estranho o que eu direi, mas acho que o ABC vai no caminho certo mesmo sem contratações de grande impacto. A verdade é que independente do que o Alvinegro conseguir na temporada, inicialmente o ABC joga o ano para permanecer na B e não será em janeiro que conseguiremos isso. 

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

O esquema da moda...

4-2-3-1
Quem lia o blog sabe que eu tenho algum interesse em analises táticas, mesmo não tendo nenhuma pretensão em ser um especialista. 

Nos últimos tempos o esquema da moda era o 4-2-3-1, com variações defensivas que iam do retrancadíssimo 4-5-1-1, até mesmo o 4-3-3 antigo. O Real Madrid por exemplo, usa o 4-1-4-1, com Casemiro sendo esse único volante. Esquema que diga-se de passagem, vem fazendo a fama do Adenor Bach, o Tite da Seleção brasileira. 

O fato é que uma tendência vem crescendo na Europa, e é um velho conhecido do futebol brasileiro. Primeiro foi criado na Europa para parar o futebol brasileiro na década de 1950/60, depois foi virou mania mundial nos anos 2000 e virou sinônimo de retranca no Brasil. É isso mesmo, o 3-5-2 está de volta e pode virar febre no Brasil também. 

4-1-4-1
Esse retorno veio marcado quando a Juventus/ITA contratou Antônio Conte. Lá Conte aos poucos, de 2011 a 14, reconduziu a Juve aos títulos nacionais e doutrinou o futebol local passando a Juve do 4-1-4-1 para o 3-1-4-1 sendo esse um o grande Pirlo. Com o sucesso no clube não demorou para ele ir a Azzura, onde também aplicou essa formação com três zagueiros e comandou a equipe na Eurocopa de 2016 onde fez uma renovação no elenco e atingiu as quartas de final do torneio sendo eliminada pela Alemanha. 

Pois bem, hoje Conte é treinador do Chelsea, líder do campeonato inglês com excelente vantagem para o segundo colocado e classificado para a segunda fase da Champions League. Depois de um início turbulento no time inglês, Conte acertou a equipe quando postou o time com três zagueiros. Algumas outras equipes, como o Manchester United, Manchester City e outros, também começam a ir por esse caminho o que reforça uma tendência mundial.

3-5-2
O problema é que no Brasil ao invés de um Pirlo ser o “volante”, cabeças de bagre começam a surgir de onde nunca surgiram. Laterais que deveriam ser alas continuam laterais. Armadores jogando atrás da linha de meio campo e dois ou três heróis tentando jogar algum futebol. 

Como dizia o poeta, “Eu vejo o futuro repetir o passado”, uma geração de volantes reduziu o futebol Brasileiro em algo como o que vemos agora fundamentado em nas bases do 3-5-2. Mas eu tenho esperança que além da fotografia dos 3 zagueiros, os treinadores adotem ideias mais ofensivas, porque ninguém aguentará mais uma temporada com uma linha como esta:

Paulo Musse(G); Márcio Santos(Z), Paulo César(Z) e Ben-Hur(Z); Bosco(LD), Adelmo(V), Jean (V), Éder(M) e Alysson(LE); Valdir Papel(A) e Vinícius(A). Técnico: Ferdinando Teixeira.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Elenco: Inicio de 2017

O Blog está de volta à ativa, e agora vamos acompanhar as mudanças no elenco.

Com o final da temporada, o ABC busca reformular o elenco visando as competições que já se aproximam. A diretoria manteve uma base do elenco que subiu para a segunda divisão e realizou algumas contratações pontuais. Até o início das competições, acredito que poderão vir mais 2 ou 3 jogadores.

Neste post você acompanhará as mudanças no elenco do ABC e as especulações que estão sendo feitas na imprensa. 

Elenco Atual - Atualizado em 04/01/2017 às 22:12
  • Goleiros: Edson, Jota, Junior Beliato*.
  • Zagueiros: Cleiton Potiguar (base), Léo Fortunato, Tiago Sala, Vinícius, Suéliton.
  • Laterais-Direitos: Filipe Souza, Levy*.
  • Laterais-Esquerdos: Luiz Felipe (base), Romano*, Marquinhos*.
  • Volantes: Márcio Passos, Felipe Guedes, Anderson Pedra, Arêz, Jardel.
  • Meias: Erivélton (base), Echeverría, Fábio Gama, Chiclete.
  • Atacantes: Nando, Caio Mancha, Leozinho, Dalberto, Leozinho, Túlio Renan*.
  • *Reforços

Últimos Clubes
  • Júnior Beliato (GK): Confiança/SC
  • Levy (LD): Remo/PA
  • Romano (LE): Boa Esporte/MG
  • Marquinhos (LE): Luziânia/DF
  • Túlio Renan (A): Ypiranga/RS

Voltei e o Geninho?

Olá pessoal, estou de volta ao Papo Alvinegro para mais uma temporada de futebol em Natal. Vamos para mais um ano de Campeonato Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. Muitos jogos, muito bate-papo e tudo mais. 


Neste primeiro post do ano queria comentar a ausência do treinador Geninho nesta pré-temporada Alvinegra. A temporada já começou com os treinamentos desde o início de dezembro, comandada pelos demais componentes da comissão técnica. A primeira partida do ano será contra o Globo no dia 15 de janeiro e Geninho só deverá se reapresentar segunda-feira dia 09. Eu sei, e basta realizar uma busca no google para ficar sabendo que este é um habito antigo de Geninho. Sair de férias no final do ano e chegar em cima da hora, mas precisava ser tão em cima da hora? 

Todos sabem que o futebol é extremamente cruel. Imaginem se o ABC começa mal o estadual. A confusão será grande e respingará no treinador obviamente, principalmente não faltarão argumentos, já que Geninho deixou a preparação na mão da comissão técnica.

Não quero tumultuar, a renovação de Geninho era necessária, mas essa conversa da para pensar.