sábado, 25 de março de 2017

Segunda vitoria no 2º Turno

O ABC venceu agora a pouco no Arena das Dunas o Santa Cruz 1934 por 3 a 0, com dois gols de Nando e Marques, o popular John Lennon. Com a segunda vitória em dois jogos o ABC encosta na liderança do turno que é do Potiguar. Lembrando que os dois primeiros se classificam para a final do segundo turno.

Nando fuzilando goleiro adversário (Foto: Andrey Torres @abcfc)
O ABC dominou o jogo. O ABC massacrou o adversário, além dos três gols durante o jogo, no primeiro tempo ainda teve duas bolas na trave. A fragilidade do adversário, lanternaço da competição com apenas quatro pontos na classificação geral, ainda sem vitoria na competição. O Alvinegro durante todo o jogo ocupou dois terços do campo e o adversário apenas um terço, o defensivo.

Aparentemente Geninho irá abandonar um esquema mais conservador, com apenas Nando ou Mancha no ataque. Certamente com a melhora técnica e física de Pardal e Túlio Renan, vai ser dificil ver Echeveria quebrando galho na frente.


Destaque

  • Até que enfim Nando desencantou marcando dois gols no jogo. Nando não marcava a mais de um mês pelo ABC.
  • O jovem atacante Marques marcou mais um gol no jogo de hoje, seu segundo gol como profissional. 
  • Gegê, desde o clássico, vem jogando muito bem. Hoje mais uma vez esteve bem no jogo principalmente na distribuição de bolas.
  • Para finalizar, Túlio Renan vem mostrando que está entrando em forma. Mais um bom jogo do atacante.


Na próxima quarta-feira (29) o ABC volta a campo em jogo fora de casa contra o Globo. Não é preciso dizer que o jogo é importantíssimo, já que o Globo venceu o primeiro turno e uma vitoria além da moral que o time alvinegro conseguirá, vai certamente colocar o ABC na liderança no turno. O jogo começará as 20:00hs.

Ficha Técnica


SANTA CRUZ 1934 0X3 ABC
GOLS: ABC – Nando (2) e Marques.

Local: Arena das Dunas, Natal/RN.

Arbitro: Tarcísio Flores da Silva.
Assistente 1: Lorival Cândido das Flores. 
Assistente 2: Vinicius Melo de Lima.
4º Arbitro: Diego Leonardo de Lima S. Coutinho.

Santa Cruz: Willian, Ruan, Mael, Gerson Galdinho e Felipe (Tiago Carioca); Ramon (Jean Natal), Pedro Ivo, Cleiton e Jairo; Índio Oliveira (Hudson) e Leo Henrique. Técnico: Júlio Terceiro. 

ABC: Edson, Levy (Arez), Oswaldo, Cleyton e Romano; Marcio Passos, Felipe Guedes, Erivelton e Gegê; Tulio Renan (Marques) e Nando. Técnico: Geninho.

domingo, 19 de março de 2017

De quatro foi pouco

Em um bom jogo o ABC venceu o América de goleada por 4 a 1, com dois gols de Gegê, um de Cleyton e Richardson contra para o ABC, Paulão marcou para o América. Com o resultado o ABC somou os primeiros três pontos no segundo turno com apenas um jogo.

Jovem com Sindrome de Down entraram em campo com os times antes do classico (Foto: @abcfc)

O Alvinegro se impôs de maneira inegável no clássico, fez um primeiro tempo inquestionável e acabou goleando. Apesar disso, o futebol do ABC ainda foi baseado em chutões em grande parte dos jogos. Na primeira etapa o domínio foi tão grande que não seria um absurdo essa etapa termina 5 a 1 para o ABC, o 2 a 0 foi pouco.

O primeiro gol do jogo saiu após cobrança de falta violenta de Cleyton, a barreira abriu e o goleiro aceitou. O segundo gol foi de Gegê, um golaço, um chute forte de fora da área no ângulo esquerdo do goleiro. Em duas outras oportunidades Erivelton e Levy cruzaram bolas da direita para a esquerda, com o ataque passando batido pelo lance.

Na segunda etapa o ABC marcou através de um gol contra, Gegê cruzou bola rasteira para Nando, o zagueiro se antecipou e marcou contra. Após o terceiro gol o ritmo do jogo caiu bastante. Tanto é que o adversário completamente batido retornou ao jogo marcando de cabeça após cobrança de faltas. Falha da zaga. Animado, o adversário veio para cima e o ABC não conseguiu aproveitar os espaços. Assim a sensação era a de que o ABC sofria com ações do rival, mas na verdade não existiram grandes chances e o jogo foi amornado até o final. N último lance do jogo Gegê recebeu na entrada da área e marcou mais uma vez, após bola escorada por Nando. 

O resultado foi justo e o 4 a 1 ficou pouco.



Desataques


Dalberto “o Frenético” foi muito bem. Teve grande participação, não dando descanso aos laterais do América.
Marcio Passos e Jardel foram bem até demais na contensão, principalmente Jardel, que apesar do que disse o esquerdopata Juca Kfouri, não é só pancada.  
Gegê, apesar dos gols é que ainda não fez um jogo bom. Destacou-se pelos gols, mas pelo futebol nem tanto.

O ABC volta a campo para a última rodada da Copa do Nordeste. Geninho já disse que para o jogo do CSA o Alvinegro irá jogar com time reserva, já que os desfalques por contusão serão muitos. ABC x CSA será quarta-feira dia 22 as 21:45hs.

Ficha Técnica


ABC 4X1 AMÉRICA
GOLS:
ABC – Gegê (2), Cleyton e Richardson(contra).
América – Paulão.

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 4.380 torcedores.

Arbitro: Caio Max Augusto Vieira.
Assistente 1: Jean Marcio dos Santos.
Assistente 2: Francisco de Assis da Hora.
4º Arbitro: Leonilson Fernandes Trigueiro Filho.

ABC: Edson, Levy, Osvaldo(Tiago Sala), Cleyton e Romano; Jardel, Marcio Passos, Erivelton e Gegê; Dalberto e Nando. Técnico: Geninho.

América: Fred, Éverton, Paulão, Richardson e Michel Benhami(Osmar); Filipe Alves(Marcos Junior), Memo e Geovani; Dija Baiano, Jean Patrick e Lucio Curió(Tony). Técnico: Flavio Araújo.

quinta-feira, 16 de março de 2017

Torcedor saiu do Frasqueirão satisfeito, mas apenas isso

O ABC empatou com o São Paulo por 1 a 1, gols de Marcio Passos para o ABC e Cuevas para o São Paulo. Como o ABC precisava de vitória por pelo menos dois gols de vantagem, o Mais Querido acabou eliminado.

Dizer que o resultado foi mais que satisfatório é passar atestado de medíocre, mas para o que se apresentava nas prévias antes do confronto, o ABC foi bem no que se propôs. 

O primeiro tempo eletrizante poderia ter facilmente ter chegado 3 a 2 para o Alvinegro. Jogando com uma disposição de bicho o ABC chegou a imprensar o São Paulo em seu campo de defesa. É evidente que o adversário também chegou, tendo a defesa do ABC que tirar bola na linha do gol. Para o ABC a movimentação dos meios de campo, troca de passes rápidos, igualou as ações e deu ilusões aos torcedores. 

Pena que um erro na saída de bola, de Marcio Passos que marcou os dois gols do ABC no confronto, resultou no gol de empate do São Paulo. O balde de agua fria no fim do primeiro tempo reduziu o ritmo Alvinegro e começou a expor as deficiências do time. Além disso na segunda etapa o ABC visivelmente cansou, tendo apenas uma chance real de gol no finalzinho do jogo com Dalberto que rompeu a área do adversário e chutou por cima do gol.

A falta de grandes laterais e atacantes de lado, cobram caro quando Geninho tem que mudar o time e é obrigado a lançar Mancha ou mesmo Marquinhos. 

O resultado não foi bom, mas mostra que o time titular do ABC pode brigar por bons resultados no Estadual. 

O ABC volta ao Frasqueirão no domingo as 18:30hs, quando receberá o América em mais um clássico.  

Ficha Técnica


ABC 1X1 SÃO PAULO
GOLS
ABC – Marcio Passos.
São Paulo – Cuevas.

Local: Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 15016 torcedores.

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhaes - RJ (FIFA)
Assistente 1: Rodrigo F Henrique Correa - RJ (FIFA)
Assistente 2: Thiago Henrique Neto Correa Farinha - RJ (CBF)
4º Árbitro: Suelson Diorgenes de França Medeiros - RN (CBF)

ABC: Edson, Levy, Oswaldo, Cleiton e Romano(Marquinhos); Marcio Passos, Guedes, Echeverria(Dalberto), Erivelton, Gegê(Caio Mancha); Nando. Técnico: Geninho.

São Paulo: Denis, Buffarini, Rodrigo Caio(Lyanco), Lugano e Junior Tavares; João Schimdt, Thiago Mendes e Cicero; Cuevas(Lucas Fernandes), Wellington Nem(Luís Araújo) e Gilberto. Técnico: Rogerio Ceni.

sexta-feira, 10 de março de 2017

1 ano sem perder no Frasqueirão

Hoje, sexta-feira, dia 10 de Março o ABC completa exatamente 1 ano de invencibilidade no Frasqueirão. São 365 dias em que o torcedor alvinegro não presenciou revés algum do time do coração.


A última derrota do ABC jogando em casa foi no dia 10 de Março de 2016 jogando contra o Salgueiro em jogo válido pela Copa do Nordeste. De lá pra cá foram 17 vitórias e 7 empates.

O fator Frasqueirão foi muito importante para os sucessos recentes do time do ABC, começando com a recuperação no segundo turno do estadual 2016, o título estadual conquistado em cima do América com goleada de 4x0 e o jogo decisivo do acesso à Série B contra o Botafogo/SP.

Confira a sequência completa de jogos:

01 - 13.03.16 - ABC 2-0 Globo-RN
02 - 20.03.16 - ABC 1-1 América-RN
03 - 02.04.16 - ABC 3-1 Baraúnas
04 - 13.04.16 - ABC 3-1 Potiguar (Classificação à final do Segundo Turno do estadual)
05 - 20.04.16 - ABC 3-2 Goianésia-GO (Classificação na Copa do Brasil)
06 - 07.05.16 - ABC 4-0 América (Título estadual)
07 - 15.06.16 - ABC 1-1 Gama-DF
08 - 28.05.16 - ABC 2-0 Salgueiro-PE (Primeiro jogo em casa na Série C)
09 - 11.06.16 - ABC 0-0 Confiança-SE
10 - 02.07.16 - ABC 4-0 River-PI
11 - 10.07.16 - ABC 2-1 Cuiabá-MT
12 - 23.07.16 - ABC 1-0 América-RN
13 - 07.08.16 - ABC 1-1 Botafogo-PB
14 - 20.08.16 - ABC 2-1 Fortaleza-CE
15 - 29.08.16 - ABC 2-0 Remo-PA
16 - 18.09.16 - ABC 2-2 ASA-AL
17 - 07.10.16 - ABC 1-0 Botafogo-SP (Acesso à Série B)
18 - 16.10.16 - ABC 4-0 Guarani-SP
19 - 15.01.17 - ABC 2-0 Globo
20 - 29.01.17 - ABC 4-1 Santa Cruz-RN 
21 - 05.02.17 - ABC 3-0 Itabaiana-SE
22 - 08.02.17 - ABC 5-1 Potiguar
23 - 11.02.17 - ABC 0-0 CRB-AL
24 - 01.03.17 - ABC 1-1 Audax-SP (Classificação na Copa do Brasil)

A equipe do BPA espera que as bodas de prata venham com a vitória e classificação em cima do São Paulo!

Acessem:

quarta-feira, 8 de março de 2017

Tudo ou nada, sempre!

No primeiro jogo pela terceira fase da Copa do Brasil o ABC perdeu para o São Paulo por 3 a 1. Partida realizada no Morumbi agora a pouco. Os gols do jogo foram de Marcio Passos para o ABC e Pratto e Luiz Araújo duas vezes para o São Paulo.

Sem meias verdades. O ABC merecia ter levado uma senhora goleada, pelo primeiro tempo horroroso que fez no Morumbi. O Alvinegro foi dominado e não agrediu o adversário em nenhum momento, com direito a bola na trave e tudo. Não é segredo que o São Paulo é um time insinuante, mas o ABC permitiu muita troca de passe do adversário, o 1 a 0 foi lucro. O gol do São Paulo saiu após erro no posicionamento defensivo que permitiu Cueva dominar a bola sozinho sobrando para Luís Araújo marcar.

Na segunda etapa o ABC levou o 2 a 0 muito rapidamente, com erro de saída de bola, a zaga marcando muito a frente, bola lançada em profundidade, goleiro Edson driblado e um abraço. Com dois a zero, o ABC avançou suas linhas e foi explorar os contra-ataques. O gol Alvinegro saiu com a bola parada, escanteio que Marcio Passos se antecipou a dupla de zaga e marcou. 

 O ABC chegou algumas vezes ao gol São Paulinho, até articulou alguma coisa, quando Gegê apareceu para distribuir jogo. O castigo é que no melhor momento ABCdista, Lucas Prato subiu de cabeça e marcou o terceiro de cabeça se antecipando num cruzamento a marcação de Osvaldo. Nando entrou no lugar de Caio Mancha, e foi melhor aparecendo mais. 

Destaques 


Jardel, entrou no lugar de Echeverria contundido. Deu três traulitadas em Cueva que quase o rendeu o vermelho direto. Ficou só no amarelo por que Geninho o substituiu aos 20 minutos do primeiro tempo. Jonatan que entrou em seu lugar fez uma excelente partida.
Marcio Passos joga muito. Não fosse o marcador implacável, fez um golzinho hoje e ainda por cima distribuiu jogo com qualidade, coisa que Guedes não faz desde o ano passado.

O resultado foi ruim, o ABC precisa de um jogo melhor, quase perfeito, em relação, por exemplo, ao jogo em que o ABC venceu o Cruzeiro por 3 a 2 na Copa do Brasil de 2014. Para a classificação o ABC precisa de um 2 a 0, ou vitória por 3 gols de diferença, qualquer outra coisa dá São Paulo. 

Para o próximo jogo, ir com tudo, ou especular até o fim? Eu prefiro pagar pra ver, tudo ou nada sempre!

O próximo jogo do ABC será pela Copa do Nordeste quando visitará o Itabaiana em Sergipe, o jogo será sábado dia 11, as 20:30hs.

Ficha Técnica


SÃO PAULO 3X1 ABC
GOLS:
SÃO PAULO – Luiz Araujo(2) e Pratto.
ABC – Marcio Passos.

Local: Estádio Morumbi, São Paulo/SP.

Árbitro: Braulio da Silva Machado - SC (CBF).
Assistente 1: Nadine Schramm Camara Bastos - SC (FIFA).
Assistente 2: Henrique Neu Ribeiro - SC (CBF).
4º Árbitro: Rafael Gomes Felix da Silva - SP (CBF).

São Paulo: Denis, Bruno, Rodrigo Caio, Breno e Junior Tavares; João Schmidt(Wellington), Thiago Mendes, Cicero, Luiz Araujo(Neilton); Lucas Pratto e Cueva(Wellington Nem). Técnico: Rogerio Ceni.

ABC: Edson, Levy, Osvaldo, Cleyton e Romano; Jardel(Jonatan(Dalberto)), Marcio Passos, Guedes, Erivelton, Gegê; Mancha(Nando). Técnico: Geninho.

quinta-feira, 2 de março de 2017

Vamos queimar Nando?


Será que o ABC tem mostrado futebol durante os 90 minutos em todos os jogos para que Nando seja responsabilizado por fracassos do time?

Na minha opinião, com desempenho igual ou pior a Nando estão, Echeverria, Romano, Marquinhos, Guedes, Dalberto, Túlio Renan e Caio Mancha. Lembram apenas de Nando.

Será que alguém contou quantos balões Nando teve que matar no pescoço?

Sejamos sinceros, o elenco do ABC está mais enfraquecido para esse inicio de ano em relação ao final do ano passado. E Nando é o único que chama a atenção da torcida.

Será mais um Kaike na conta da torcida?

Das cinzas, na quarta-feira, o ABC ressurgiu e conseguiu classificação

O ABC empatou no tempo normal com o Audax por 1 a 1 e venceu nos pênaltis por 4 a 1. Os gols do jogo foram de Caio Mancha para o ABC e Léo Arthur para o Audax. Nos pênaltis Gegê, Cleyton, Dalberto e Marcio Passos para o ABC, Pedro Carmona foi o único a marcar pelo Audax.

Comemoração após classificsção (Foto: Andrey  Torres @abcfc)

O ABC fez um jogo apenas decente contra o Audax, sendo o primeiro tempo bem superior ao segundo. O ABC de Geninho, conhecendo a principal característica do adversário, adotou um posicionamento mais recuado, permitindo a posse de bola ao adversário. O reflexo disso foi a altíssima posse de bola do Audax, mas por mais difícil que se possa entender, o ABC foi quem teve as principais e a maior quantidade de chances de gol durante o jogo.

O ponto negativo foi a expulsão de Echeverria, que já tinha cartão amarelo e foi deslocado para a lateral esquerda quando Marquinhos foi substituído. Na primeira bola em cima dele, o paraguaio de Asunción, levou um drible e fez falta por trás e foi expulso pelo segundo amarelo. O desequilíbrio causado pela expulsão abriu a possibilidade para o Audax marcar seu gol minutos após. Não sei o que Geninho pensou, mas Echeverria pendurado, tendo que marcar um ataque insinuante, certamente seria a última escolha para a lateral esquerda. Com a expulsão Gegê foi para a lateral esquerda. 

Agora é preciso que se diga, o ABC esteve bem perto mesmo da eliminação. Vejam que no segundo tempo o Audax abre o placar aos 34 minutos, e o ABC esteve eliminado por 7 minutos, quando aos 41 o juizão marcou pênalti em cima de Dalberto. Mancha, que havia entrado no lugar de Nando, foi para a cobrança e converteu. 

Usando um dos maiores clichês para ilustrar uma situação de reviravolta; o ABC ressurgido das cinzas, tal como uma fênix venceu de maneira dramática a disputa de pênaltis por 4 a 1. O goleiro Edson pegou uma das cobranças.

Destaque

O goleiro Edson para mim foi o grande destaque do jogo, apesar de pouco exigido, no segundo tempo pegou uma bola cara a cara com o atacante, além de seu desempenho na cobrança de pênaltis.

Outro que merece destaque é Marcio Passos. Absolutamente seguro. 

O Alvinegro volta a campo para o segundo jogo final do primeiro turno do Campeonato Potiguar. O jogo mais uma vez será no Arena das Dunas, dessa vez no domingo dia 05 as 16:00hs. O ABC joga pela vitória.  

Ficha Técnica


ABC 1(4) x (1)1 AUDAX/SP
GOLS
ABC – Caio Mancha – Pênaltis – Gegê, Cleyton, Dalberto e Márcio Passos. 
AUDAX – Léo Arthur – Pênaltis – Pedro Carmona.

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 4.158 torcedores.

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro - GO (CBF).
Assistente 1: Cristhian Passos Sorence - GO (CBF).
Assistente 2: Tiago Gomes da Silva - GO (CBF).
4º Árbitro: Caio Max Augusto Vieira - RN (CBF).

ABC: Edson, Levy, Leo Fortunato, Cleyton e Marquinhos(Tulio Renan); Márcio Passos, Guedes, Erivelton(Dalberto) e Gegê; Nando(Caio Mancha) e Echeverria. Técnico Geninho.

Audax/SP: Felipe Alves, Matheus(Rafael Oliveira), Felipe Rodrigues, Magal e André Castro; Pedro Carmona, Bruno Guimarães(Rafinha) e Léo Arthur; Hugo, Gabriel Leite(Francis) e Ytalo. Técnico: Fernando Diniz.