domingo, 6 de julho de 2014

Surpreendente resultado



Em jogo surpreendente a Holanda empatou sem gols com a Costa Rica, levando a vaga apenas nas cobranças de pênalti por 4 a 3.

O jogo foi bom e principalmente emocionante. A Holanda sempre em cima e a Costa Rica na defesa e utilizando esporadicamente nos contra-ataques. O futebol da Costa Rica se mostrou na Copa basicamente assim, um bloqueio defensivo interessante e uma trinca ofensiva destacada, Brian Ruiz, Campbell e Bolaños. O que chamou a atenção no jogo foi a quantidade de gols perdidos pela Holanda, as quatro bolas na trave e a quantidade de defesas dificílimas que o goleiro Navas fez. O 0 a 0 foi justo e a vitoria da Holanda nos pênaltis premiou a melhor seleção.

O fato inusitado do jogo foi a entrada do goleiro holandês Tim Krull no final da prorrogação para ser o goleiro pegador de pênaltis. Na verdade Krull não é um bom pegador de pênaltis, mas fica claro que fazer essa modificação teve muito mais eficacia psicológica sobre os costarriquenhos do que resultado técnico pratico no jogo. Krul pegou três bolas de um time que já havia participado de uma disputa anterior, ou seja, Krull já sabia mais ou menos onde seus adversários bateriam. A estrategia deu certo e a Holanda pega a Argentina na semifinal.   




Pênaltis
0 - 1
 C. Borges
R. van Persie   
1 - 1
1 - 1
 B. Ruiz
A. Robben   
2 - 1
2 - 2
 G. González
W. Sneijder   
3 - 2
3 - 3
 C. Bolaños
D. Kuijt   
4 - 3
4 - 3
 M. Umaña

Acessem:

Nenhum comentário: