terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

A bipolaridade da nossa imprensa

Vou comentar rapidamente a bipolaridade dos jornalistas e radialistas da nossa crônica esportiva. Dois Exemplos bastam.

Semana passada o ABC perdeu para o Potiguar e ninguém do elenco ABCdista se destacava, defesa, meio e laterais precisavam de reforços e o treinador estava perdido. Hoje, após apenas um treinamento na semana, o ABC é um time que ganha consistência e o treinador volta a ser gênio.

Semana passada o América anunciou a contratação do volante Val. Na boca da grande maioria Val era um craque de bola, meio campo habilidoso que se destacou muito vestindo a camisa do Flamengo. Uma semana depois, Val um volante apenas regular nos tempos de Alecrim e de passagem apagada pelo Flamengo.   

Amigos, a crônica esportiva de Natal é lamentável. Toda ela é vendida, seja comprada financeiramente, seja comprada através do tráfico de influência. Em uma semana o discurso muda completamente.

Nenhum comentário: