terça-feira, 7 de janeiro de 2014

A fuga de Rubens Guilherme


Desde Janeiro de 2013, logo após a sua reeleição, eu ouço o boato de que Rubens Guilherme renunciaria a presidência do ABC em 2014. Ele passaria um ano a frente do ABC e entregaria o cargo faltando dois anos para o fim. O fato é que neste momento ele faz isso, não de maneira definitiva, mas não existe motivos para esta saída dele do comando ABCdista. 

Rubens está suspenso por 180 dias pelo STJD, impedido de exercer suas funções como Presidente devido aos incidentes no jogo ABC 3 x 2 Palmeiras. Isso é fato, Rubens hoje está suspenso. Mas o que tem que ficar claro é que Rubens é Presidente eleito pelo Conselho Deliberativo do ABC Futebol Clube, com mandato em vigor. A punição estabelecida pelo STJD se refere estritamente à relação CBF/FNF/Competições e ABC. Em nenhum momento esta punição excluiu Rubens do cargo a que ele foi eleito. Portanto ele está apto a administrar o Clube como estava antes. 

Entenda a situação, Rubens continua podendo assinar com fornecedores, assinar carteira de trabalho dos funcionários administrativos do Clube, comprar ou vender produtos. Rubens não pode assinar contratos de jogadores e fazer a representação do Clube perante a CBF. Se é assim por que todo esse misancene?

Rubens alega que precisa dar mais atenção a seus negócios e que por estar suspenso não poderia dirigir o ABC. Ok, mas o ABC ele pode dirigir, não o faz por outros motivos.

Silvio Bezerra, que tinha alguns metros quadrados de motivos para ser Vice-presidente do ABC, parece não estar disposto a assumir a presidência. Irá enviar carta com pedido de licença do cargo. 

Sobrou para o ex-Presidente José Wilson, o mais velho entre os vice-presidentes, assumir os rumos do ABC. Ele irá indicar novos vices dentre ele o ex-Deputado Federal Rogério Marinho que assumirá a vice administrativa, relações institucionais e financeira. 

É uma situação confusa, mas de fato, o ABC hoje não tem Presidente, nem Vice-presidente, ambos se licenciaram. Mas isso não por motivos da punição sofrida, mas sim por escolha dos dois. Apesar de que muitos estão tentando esconder a gravidade do fato. O Estatuto do Clube pode de alguma maneira até respaldar essa situação, mas neste momento o ABC passa sim por um momento delicado, onde seus mandatários fugiram da responsabilidade assumida.  

Apenas especulado sobre o assunto. Eu não descartaria uma renuncia definitiva dos dois nos próximos meses. É um assunto que ouço a bastante tempo dentro do ABC e me parece que irá se confirmar. Toda essa manobra, cortina de fumaça se preferir, seria uma maneira de deixar o processo mais suavizado. 

Vamos ver. 

Um comentário:

Marcelo Silva disse...

A Cabo Telecom comunicou no Facebook que o EI NE vai está disponível apenas nos pacotes em HD. O Canal não vai ter versão em SD. Vai está disponível até o final de semana.