quarta-feira, 25 de julho de 2012

A conversão


Nessa semana um primo meu que reside em Duque de Caxias no Rio de Janeiro está de visita a Natal. O pai dele, assim como minha mãe, é torcedor do ABCzão do povão, mas o fato é que é difícil para um pai fazer com que o filho tenha o mesmo carinho por seu time vivendo tão longe do RN. Essa é a minha missão, tenho 15 dias para converter esse garoto de 17 anos em ABCdista.

Veja a minha estratégia:

1º passo: Camisa.

Tenha sempre em casa alguma camisa do ABC e na primeira oportunidade faça o futuro ABCdista vestir. Eu tenho, botei logo duas oficiais na mão do meu primo. Uma para ele e outra pro meu tio.

2º passo: O tour por Natal.

O segundo passo é leva-lo ao América Futebol Clube na Rodrigues Alves. Mostre o clube, fale sobre as vendas do patrimônio, fale dos títulos do ABC, fale da freguesia vermelha, diga que eles jogam em Goianinha e que eles irão jogar em Japecanga. Aquela coisa, basta não mentir e como uma visita ao América para mim é inevitável, já que nossa avó mora de frente a sede vermelha, é melhor prevenir.

3º passo: Prudente de Morais.

Visita a loja conceito do ABC na avenida Prudente de Morais, mais boné, chaveiro, adesivo e o que mais puder.

4º passo: Visita ao Frasqueirão.

Na sequencia é leva-lo ao Frasqueirão, mostrar a estrutura, mostrar que o ABC está crescendo, assistir parte do treinamento da tarde e mostrar os troféus. Fotos e mais fotos é de praxe.

5º passo: Visita ao Frasqueirão 2.

 Levar o primo ao Frasqueirão no próximo jogo (sábado contra o Guaratinguetá), pagar o ingresso dele e até o lanche. Mais fotos no meio da frasqueira.

6º passo: Contar com a sorte.

Uma boa vitoria do ABC...

Não tem erro, seguindo esses passos, certamente qualquer parente seu será convertido.  

Um comentário:

José Alex Medeiros disse...

Ei Diego ficou show hehe, vou guardar esse passo a passo para converter outras pessoas tb hehe