quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Voltando das férias, em marcha lenta, assim como o time de Leandro Campos e a filosofia de trabalho implantada no futebol

Depois de um bom tempo sem postar no blog - estava de férias - regresso escrevendo algumas linhas para desenferrujar, mas em se tratando de ABC FC, devo ficar em marcha lenta.

E minha pouca empolgação se deve e muito a filosofia de trabalho implementada pelo Excelentíssimo Senhor Doutor Treinador Leandro Campos.

O Estadual é a competição ideal para se apostar nos atletas da base, mas não é o que se vê.

E o treinador continua com os mesmos vícios que tanto trouxeram desgosto na Série B: limitação na hora de armar o time; previsibilidade absoluta; insistência em jogadores limitados; não-utilização de jogadores que foram contratados; descaso com as categorias de base, etc.

Enfim, por mais que se torça, tá impossível de se empolgar, de se desesperar. A impressão que tenho é que não vale a pena sofrer por esse time tão sem sal.

O time de Leandro Campos é mais frígido que beata de igreja. Se vai ser campeão, isso se deverá muito mais a fragilidade técnica da concorrência.

Nesse momento está acontecendo Assu 0 x 0 ABC. Estou no meu leito de sono.

Antes de encerrar, quero dizer que vou continuar escrevendo no blog, mas pretendo falar sobre outras coisas que não sejam relacionadas ao futebol praticado pelos comandados de LC.

Gustavo Lucena

Nenhum comentário: