sábado, 5 de junho de 2010

Para a impren$a, eles perderam e convenceram

Faz um certo tempo que deixei de perder meu tempo secando os jogos do time hemorrágico (by Diego Ivan).

Hoje ao fim da tarde estava correndo no parque das Dunas e o pipoqueiro estava com o radinho ligado. Numa das voltas resolvi quebrar o gelo e perguntei-o quanto estava o jogo, ele disse:

-4x0.

-Pra quem? Perguntei eu.

-Pro Sport! Respondeu o pipoqueiro com uma risada bem malvada, típica de um ABCdista...
-Pega! Respondi ao pipoqueiro.

Tive que terminar a corrida na base da expulsória da PM, pois já eram 18 horas e o parque estava fechando.

Liguei o rádio para escutar a "Sessão Comédia" na 640 AM e na 98 FM.

O que me impressiona é que mesmo após as hemorróidas estouradas terem levado uma sapecada de 5x0 em pleno Machadão, os caras da Globo e da 98 não mostravam a mínima indignação nem partiram para caçar as bruxas.

Aliás ficou uma sensação pela imprensa de que o time hemorrágico, perdeu, mas jogou um futebol convincente e encantador, que a derrota fora injusta.

O que não deixa de ser nenhuma novidade para um clube que em seu site oficial chegou certa vez a publicar uma manchete com os dizeres: "derrota com sabor de vitória".

O que quero dizer com essa história do perdeu, mas convenceu é que a imprensa é bem benevolente com o time de japecanga.

A prova disso é que ano passado, a cada jornada desastrosa do Mais Querido, após os jogos eles sempre abriam espaços para conselheiros opositores a gestão vigente berrarem por mudanças. Os técnicos sempre estavam na corda-bamba e todo o mundo tinha que ser mandado embora.

Do lado de lá no entanto, o que ocorre é justamente uma blindagem vergonhosa.

Certamente muitos torcedores e conselheiros do lado de lá devem estar babando para soltarem os cachorros na mídia, porém esta lhe negam espaço. O técnico também foi isentado de qualquer culpa, tal qual os atletas.

E a Rádio Globo ainda teve a audácia de insinuar em eleger como craque da partida um jogador do time hemorroidento.

E é impressionante também como a impren$a parece ter medo dos maganos do hemorróida futebol clube, é um temor impressionante. Ninguém ver um pingo de crítica contra a turma da Destaque (se Natal perder a Copa, agradeçam a eles, que estão fazendo de tudo para protelar a demolição do Machadão), o dublê de vice-prefeito, o empresário de bandas reieiras e a família de jurisconsultos. No entanto, contra a turma do Judas Tadeu Gurgel ontem e o pessoal liderado por Rubens Guilherme, qualquer espirro é alvo para uma crise, um escândalo que se estoura no Complexo Vicente Farache.

De qualquer forma, é muito divertido ver a impren$a desesperada, tentando varrer a merda para debaixo do tapete.

Gustavo Lucena

Photobucket

Nenhum comentário: