segunda-feira, 14 de junho de 2010

Copa do Mundo #32

Confesso que a vitória do Japão para mim não foi surpresa neste jogo, ontem mesmo cravei o placar em conversa com meu pai. A muito tempo Camarões vive das historias de Roger Millar e Samuel Eto’o, sendo que dentro de campo não corresponde a historia destes personagens.

O Japão apesar daquelas falhas já conhecidas, como a baixa estatura do time, um pouco de inocência no trato com a bola e irregularidade ofensiva, desta vez mostrou uma defesa muito compacta. O esquema montado pelo técnico Takeshi Okada, preenche muito bem os espaços, o esquema é o 4-3-1-2, o esquema da moda nesta Copa.

Camarões pouco deverá fazer neste Mundial, já que como a maioria dos times deste Mundial, não tem jogadores de meio de campo que possam distribuir o jogo. São sempre bola esticadas para a lateral. Nem mesmo Eto’o está brilhando, já que tem sempre que resolver individualmente. Além de Eto’o, se destaca o atacante Webo, que pode melhorar as coisas para os Camaroneses, mas a tendência é que isso não aconteça.

A tendência deste grupo é que a Holanda se classifique com facilidade e a segunda vaga fique entre Japão e Dinamarca, Camarões correrá muito por fora.

Ficha Técnica

Japão (1): Kawashima, Nagatomo, Nakazawa, Tulio Tanaka e Komano; Matsui (Okazaki), Honda(1), Abe, Hasebe (Inamoto) e Endo; Okubo (Yano). Técnico: Takeshi Okada.

Camarõe(0): Souleymanou, Mbia, Nkoulou, Bassong e Assou Ekotto; Matip (Emana), Makoun (Geremi) e Eyong; Eto'o, Webo e Choupo Moting (Idrissou). Técnico: Paul Le Guen.
Photobucket

Nenhum comentário: