domingo, 4 de abril de 2010

Volantada limitada é isso aí... (1990)

O ABC empatou sem gols com o Potiguar em Mossoró, empate esse que se somado com os outros resultados da 7ª rodada deixaram tudo na mesma situação do início da rodada. O único beneficiado dessa rodada foi o Santa Cruz, que com a vitória sobre o Baraúnas por 2 a 0 colou no Potiguar e agora sonha com um final do turno.

O Gustavo Lucena explanou muito bem no post anterior, uma impressão que eu tenho a respeito dos últimos jogos do ABC. Acho sim que o ABC dá muita bobeira, muita chance ao azar.

O técnico Leandro Campos parece não saber como montar o time Alvinegro, cometendo erros que seus predecessores constantemente cometiam. Parece uma sina que o ABC contrate técnicos que não conseguem enxergar o obvio, tanto na esquematização tática, quanto na seleção do onze inicial.

A insistência com a dupla Carlinhos e João Paulo não dá, principalmente quando se tem a oportunidade de testar mais uma vez o Ricardo Costa no ataque. Volantes improvisados nas laterais é uma brincadeira, sempre esse mesmo erro. O volante David já começa os jogos pendurado, o rapaz não sabe marcar ninguém sem deixar as travas nas pernas dos adversários, é uma substituição certa no segundo tempo.

A volantada é um capítulo especialíssimo, se eles já não protegem a cabeça da área, não há nenhuma articulação na cobertura dos laterais. Se levarmos em conta que o ABC só joga com um lateral de oficio na esquerda, Renatinho e hoje o Delano, por lá sempre se traduz numa avenida para os rivais alvinegros. A turma da cabeça da área é fraca...

O Claudemir tem cadeira cativa? Tudo bem que o cara tem futebol qualificado, diferenciado no aspecto técnico, mas hoje foi até o final da partida completamente imperceptível no jogo.

O certo é que esse time do ABC nem de longe lembra o que começou o turno, já não há um trabalho com qualidade no meio, e quando Renatinho não joga, não há velocidade pelos lados. Agora é dormir com um barulho desses. Pelo menos o time ainda permanece com a faca e o queijo na mão, é só vencer que não dependerá de ninguém e de quebra não fará nem final do turno.

O ABC volta a campo contra o Alecrim, na próxima quarta as 20:30hs no Machadão.

Ficha Técnica

Local: Estádio Nogueirão, Mossoró/RN.

Árbitro: Leandro Saraiva Dantas de Oliveira.
Assistente 1: Valdomir Antônio de Araújo Júnior.
Assistente 2: Vinicius Melo de Lima.
4º árbitro: Antônio Rivelino Nogueira da Silva.

Potiguar (0): Nilson; Vinicius, Marcio Silva e Jal; Magno, Everton, Emerson, Silas e Yuri (Afonso); Paulinho (Rafael) e Helinho (Jarbas). Tecnico: Júnior Xavier.

ABC (0): Wellingon; Bileu, Tiago Garça, Leonardo e Delano; Marquinhos Mossoró, David (Cleberton), Claudemir e Cascata (Leandrinho); Carlinhos (Ricardo Costa) e João Paulo. Tecnico: Leandro Campo.

papoalvinegro@gmail.com

3 comentários:

Vicente Prudêncio disse...

A volantada do ABC é uma desgraça... Critiquei muito Leonardo e hoje ele respondeu em campo. Parabéns para ele... Agora, Gustavo, não sei porque vc coloca tanta fé em Paulinho. Ele teve sua chance no primeiro turno e foi uma grande bola fora. Uma avenida... Nem marcava, nem apoiava, sem falar nos erros de passe... Falar é fácil... Na prática, Paulinho não correspondeu...

Vicente Prudencio disse...

Depois de sete rodadas do primeiro turno, já posssível passar um parecer sobre o treinador do ABC, Leandro Campos.

ELE É MEDROSO.

Primeiramente, não foi ele o respensável pelas boas atuações do time nas primeiras rodadas, mas a qualidade dos novos jogadores.

Bastou a Leandro Campos "meter seu dedo" na escalação do ABC, que se viu o desastre, desde a utilização retranqueira do esquema 3-5-2, passando por improvisações e escalações erradas.

Só não enxerga quem não quer ver...

Meu amigo, o lateral é um jogador com funções defensivas e ofensivas, agora eu meu pergunto porque o Leandro, na hora de improvisar, apenas tenta jogadores de marcação.

Por que não aproveitar o Pimba na direita? Por que não tentar o Éderson na direita, ou o próprio Carlinhos (este já cansou de justificar sua rescisão).

Se nada das opções acima servem, então porque o Leandro - já que atua com uma linha de quatro engessada, sem um lateral de ofício - não faz um terceiro atacante.

Por que o Lendro, já que não dispões de dois laterais, não tenta abrir dois atacantes pelos lados, com um outro centralizado?

Se Claudemir não está rendendo absolutamente nada, por que então a insistência com o jogador?

Outra coisa. A dupla de volantes do ABC é fraquíssima. Marquinhos já deu o que tinha que dar e David, bem, David...

Meu amigo, terminando, depois destes seis jogos, só tenho uma conclusão sobre o treinador Leandro Campos. Ele é muito fraco, pois tem um elenco muito qualificado em suas mãos, sobretudo no aspecto ofensivo, mas não consegue fazer o time render. Ao contrário, quando meteu seu dedo, Leandro Campos foi capaz acabar com esquema ofensivo então reinante no ABC.

Uma látima o que vem fazendo este treineiro. Ele viu em sua frente uma excelente time mas perdeu o bonde da história do futebol - A OFENSIVIDADE - e tratou de botar tudo a perder.

Uma lástima...

Diego Ivan disse...

Vicente, concordo que o Paulinho borrou-se todo no inicio do ano, mas acho que o Gustavo quis dizer é que não dá para investir em volantes na direita, sendo que eles já foram reprovados.

Ou é Paulinho, ou Claudio Roberto.

Abraço!!!