sábado, 17 de outubro de 2009

Deprimente

O ABC perdeu para o São Caetano por 3 a 0, gols de Anderson Marques e 2 de Washington para o São Caetano.

Rapaziada a coisa pro ABC se complica a cada rodada, mesmo que outros times insistam em ajudar o alvinegro. Ontem todos os resultados foram positivos, Campinense perdeu para a Ponte e o Juventude perdeu para o Figueirense, mas parece que o alvinegro entrou numa fase em que ele próprio não consegue se ajudar.

Assisti o jogo ontem com o blogueiro Black Ace e confesso não ter conseguido assistir o jogo todo, no 2 a 0 fui embora por não agüentar ver o ABC tão mal contra o São Caetano.

É deprimente ver que o time do ABC, além de ser fraco tecnicamente, ter cometido os mesmo erros das derrotas recentes. O roteiro é o mesmo, chega a ser irritante; o alvinegro começa o jogo agredindo o adversário mas sem qualidade ofensiva, o adversário estuda o ABC e faz os gols nos contra-ataques, depois o adversário começa a trucidar uma equipe completamente esfacelada pelas substituições mal feitas. Os que têm qualidade goleiam sem piedade.

É irritante ver também que o técnico Flavio Lopes se perdeu no comando do ABC, mesmo que na teoria alguns dos seus conceitos não estejam errados. O problema do técnico é que ele não está sabendo o que fazer nos momentos certos. O 3-6-1 de ontem em teoria foi uma boa opção, mas com Chiquinho, Gabriel e Zé Eduardo dificilmente as coisas dariam certo. O Chiquinho por que não joga nada, Gabriel por estar a muito tempo sem ser relacionado e Zé Eduardo por que ele não é e nunca será um meia de criação.

Esse Zé Eduardo é um capitulo a parte, quem contratou esse cara como meia não entende nada de futebol. Tá na cara que ele nunca foi meia, ele é na verdade um segundo atacante, mesma posição de Ricardinho, tanto é assim que ele não consegue preencher o meio de campo. Quando joga de meia ele só aparece quando está mais próximo a área.

A situação como eu já disse é complicada, piora muito quando o técnico complica antes e durante os jogos, mas o pior mesmo é o aparente não reconhecimento de suas próprias falhas. O problema é não reconhecer que o time não marca gols fora de casa, além disso, culpar somente os infortúnios e bobeiras dos jogadores como se esses fatores explicassem as últimas apresentações.

Para terminar, não acredito mais no ABC, não vejo como o rendimento do time supere os índices atingidos recentemente. A derrota para o Ceará e o péssimo prognostico para o jogo da próxima terça contra o Vasco, não deixam duvidas para mim, seguiremos até a Serie C.

Vou continuar assistindo aos jogos do ABC, serei testemunha da historia, para que nos próximos anos eu possa falar de cadeira, e assim direi: - É incrível a incompetência da diretoria alvinegra na primeira década do novo milênio, construiu um patrimônio incrível, mas infelizmente se mostrou pequena e incapaz de fazer desse patrimônio algo que modificasse a realidade do ABC.

Ficha Técnica

Local: Estádio Anacleto Capanela, São Caetano do Sul(SP).

Árbitro: Átila Carneiro Magalhães (MG).
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo (MG).
Assistente 2: Flamarion Sócrates da Silva (MG).
4º árbitro: Élcio Paschoal Borborema (SP).

São Caetano(3): Luiz; Nego, Marcelo Batatais, Anderson Marques(1) e Bruno Recife; Jairo (Gerson), Tobi, Xuxa (Cascata) e Eduardo Ramos; Wendell (Everton Ribeiro) e Washington(2). Técnico: Antônio Carlos.

ABC(0): Tiago Cardoso; Leonardo, Gaúcho e Rafael Pedro; Chiquinho (Tucho), Augusto Recife, Alexandre Oliveira, Zé Eduardo (Ivan), Gabriel e Bruno Barros; Júnior Negão (Selmir).Técnico: Flávio Lopes.

Photobucket

Um comentário:

Gibson Azevedo disse...

Não nos desesperemos meu caro, a vida não é feita somente de vencedores. E nada nos garante que eles são os mais felizes. Lembre-se de dias idos, quando o "mais querido" passava por uma fase horrível, quando você, tristemente, comigo comentava:"é..., parece que eu só dou azar para o ABC, toda fez que eu vou ao jogo o meu time perde..." Lembro-me ter retrucado, imediatamente! Disse: meu filho, esta fase haverá de passar... Na década de setenta, de tanto o ABC vencer os seus adversários, chegávamos a ter pena daqueles pobres coitados. Melhores dias virão... Você vai ver!" E não é que eu tinha razão? De lá para cá, quantas vitórias memoráveis o vosso amado Clube vos proporcionou? Inúmeras!...
Vamos lá, levante a cabeça..., a vida continua..., amanhã será um novo dia ( sem ser inconvinientemente óbvio ), as coisas mudam e, quem viver verá! Alguém duvida?
Um forte abraço.