sábado, 17 de outubro de 2009

Caindo na Real: o ABC não tem estrutura para disputar a Série B

Refletindo um pouco enquanto tocava a vida com minhas atividades habituais do sábado, fiquei pensando se o ABC realmente tem estrutura para disputar e manter-se na Série B do Campeonato Brasileiro.

A conclusão que cheguei é a de que esta competição é muito gabaritada para a estrutura que o Mais Querido atualmente possui.

A construção do Frasqueirão deixou muitos vislumbrados.

Muita gente até hoje ainda se gaba do estádio, e inclusive é o Frasqueirão que vem sendo o principal sustentáculo da desgastada gestão de Judas Tadeu.

Esse é o único argumento dos defensores e babões da atual diretoria, a de que o ABC tem um estádio graças a JT.

Além disso, muitas pessoas acham que a simples construção do Frasqueirão significaria a redenção e a auto-suficiência do ABC.

E a atual direção e seus capachos parecem querer divulgar que só o ABC construiu um estádio de futebol.

Existem muitos clubes brasileiros que possuem estádio e mesmo assim não possuem estrutura nenhuma. Os times paraenses que o digam, clubes totalmente sem estrutura, mas que possuem estádios do mesmo estilo do ABC, embora envelhecidos e relativamente abandonados.

Eu diria que o Frasqueirão é como um Porsche 911. É um puta carro, mas ele só funciona se estiver com combustivel no tanque, lubrificantes no motor e nos freios e pneus bem calibrados.

Ou seja, falta ao ABC justamente os fluídos para fazer a coisa funcionar.

De que adianta ter o Frasqueirão se o mesmo, nos períodos em que não há jogos, é um elefante branco?

De que adianta ter o Frasqueirão se não existem mecanismos para trazer o torcedor a constante convivência dentro do clube?

De que adianta ter o Frasqueirão se não há uma profissionalização no departamento de futebol?

É algo profissional deixar para vender os ingressos em cima da hora e ainda por cima obrigar o torcedor a enfrentar uma fila grande e ao final ter que aguentar uma vendedora de mau-humor?

Contratar mais de 100 jogadores nas 2 temporadas de Série B é sinônimo de estrutura?

Aumentar os ingressos de maneira abrupta e autoritária, sem qualquer estudo ao perfil do torcedor ABCdista é estrutura?

É profissionalismo divulgar uma dívida e nada fazer para saneá-la?

É estruturante ficar mendigando migalhas ao poder público?

Por que o ABC, com o Frasqueirão e tudo, tem dificuldades para conseguir patrocinadores fortes?

Ficar choramingando pela falta de bons jogadores no mercado, arranjar desculpas de véspera em caso de um futuro fracasso é profissionalismo?

É profissional ser conformista com o fato de que o ABC é um pobre clube que não tem fora política alguma no cenário nacional?

É profissional ficar omisso e não medir esforços para manter os melhores jogadores do ABC para a temporada seguinte?

Dar declarações infelizes na imprensa, do tipo que "aumenta o ingresso para evitar tumulto de torcedores no jogo" é sinônimo de profissionalismo?

Ser grosseiro com o torcedor e com a imprensa é estrutura?

Bancar um programa de rádio cujas finalidades são atacar desafetos, distorcer fatos e promover lavagem cerebral no torcedor é algo profissional?

Quando ascendeu em 2007-2008, a atual diretoria do ABC teve uma chance de ouro para alavancar o Sócio-Torcedor, transformar o ABC num time efetivamente de Série B, com muitos sócios, dinheiro em caixa e um plano de trabalho a ser coordenado por profissionais que realmente entende do riscado. Teve a oportunidade de unir o ABC.

Mas o que se viu foi justamente o contrário, pois do jeito que as coisas estão, tudo caminha para o ABC terminar 2009 esfacelado financeiramente, tecnicamente e profissionalmente, desunido e com a Frasqueira cada vez mais distante do clube.

No entanto, essa é a realidade dura.

O ABC pode até se safar. Espero sinceramente que isto aconteça.

Mas não merece estar na Série B.

Gustavo Lucena

Photobucket

4 comentários:

Olavinho disse...

Não há o que reparar na idéia do texto. Mas apenas cuidado com o Português, tem vários erros.

Anônimo disse...

A série B termina no dia 28/11/09.


O torcedor do ABC q se associar na próxima segunda feira(19/10/09) pagará como sempre R$ 20,00 pela carteirinha mais R$ 40,00 pela 1ª (primeira) mensalidade q lhe dá direito de assistir aos jogos de 19/10/09 até 19/11/09(periodo de 1 mes).

Nesse periodo o ABC realizará 3 (três) jogos em casa contra Vasco, Paraná e Brasiliense e teoricamente o direito do novo sócio se encerraria nesses 3(três) jogos.

Ocorre q o sócio do ABC goza de certa tolerância q permite alguns dias(as vezes até mais de um mês) de atraso da nova mensalidade, sendo assim o novo sócio estaria apto a entrar no último jogo do ABC na série B contra o Bragantino no dia 28/11/09(9 dias de tolerancia).

O torcedor do ABC tem a opção de ser cadeirante, de se juntar com amigos pra adquirir um camarote, de ser sócio o ano todo, de comprar todo o segundo turno do campeonato(10 jogos) por R$ 100,00, tem ainda a opção de NÃO PAGAR NADA PRA VER O JOGO através do Cidadão Nota 10, e agora tem a opção tmb de ser sócio por apenas 1 mês(ainda vai ficar com a carteirinha) e acompanhar o ABC nesse momento q ele vai decidir o seu futuro.


Na realidade isso não é uma promoção, é apenas um ARTÍFICIO que o torcedor do ABC q ama realmente o clube pode usar pra acompanhar seu time.



IMPORTANTE DIVULGA ESSA OPÇÃO EXCLUSIVA PARA ABCEDISTAS!!!

Black Ace disse...

Gustavo você foi excelente neste texto. Estava pensando em escrever algo parecido sobre isto, mas você foi completo, nada tenho a acrescentar.

Infelizmente parece que a minha previsão de queda irá se conformar.

Rodrigo disse...

É triste, mas eu tenho que concordar com você. Nesta Segundona, o ABC só está no mesmo nível econômico de América e Campinense, ficando atrás dos demais, o que comprova o quanto também são mal administrados clubes como Bahia,Fortaleza, Juventude e Vila Nova,que possuem um poderio financeiro bem superior ao nosso e passam por dificuldades semelhantes. Ao futebol do RN não é permitido errar, cada real mal investido em pernas de pau, corresponde a mil reais de prejuízo, pois acarreta uma queda técnica e financeira, já que afasta o principal patrocinador do clube, a torcida . Judas Tadeu confia demasiadamente nos treinadores que contrata para o ABC, quem eles pedem, o nosso presidente atende sem critério algum. Todos os anos são cometidos os mesmos equívocos, o principal deles é não manter a base do time para o ano seguinte, quando eu vi no começo do ano o "poder" que foi delegado àquele enganador do Heriberto(colocou culpa na bola, no vento, no gramado e, pasmem,até nas cores do nosso pavilhão) vi que o ABC ia se f..., como é que pode um goleiro reserva(Tiago) receber quase 20 mil reais de salário? É estranho, muito estranho. Agora, o técnico atual começa a aprontar também, por pura vaidade fica mexendo no time para provar que é o bonzão e o campeonato acabando e a gente se lascando. Apesar de tudo, ainda acredito na nossa permanência, mesmo sabendo que em 2010 vai ser tudo igualzinho. Ainda não conclui se sou um burro ou simplesmente um cego apaixonado.