domingo, 9 de agosto de 2009

Sem querer se chato

O ABC perde mais uma em casa e continua em situação complicada na Serie B 2009. O alvinegro perdeu neste sábado para o Duque de Caxias por 2 a 1, gols de Paulo Rodrigues e Edivaldo para o Duque e Gaúcho para o ABC.

Sem querer ser chato eu vou direto ao ponto, vou comentar alguns pontos sobre o jogo e também sobre a situação do ABC na competição.

Vamos tirar o salto alto

Sem querer ser chato, mas acho que a torcida do ABC e os que fazem o dia-dia do alvinegro tem que parar com esse salto alto. Hoje nas arquibancadas já tinha neguinho falando em goleada pra cima do Duque de Caxias, e como nós bem sabemos, tem muita gente dentro do ABC que também tem tipo de comportamento. O ABC nem saiu da ZR e já tem neguinho pensando em Libertadores.

Ivan e Ricardinho

Sem querer ser chato, mas está claro que o mais querido não pode jogar com dois jogadores de mesma característica no ataque. Fica patente que se o adversário conseguir se proteger na entrada da área, o ataque alvinegro não funciona com Ivan e Ricardinho, ou só funcionam em casos esporádicos. Está claro também que; Ivan não está agüentando a seqüência de jogos, e que Ricardinho é um jogador extremamente irregular. Com esse panorama só posso torcer que Junior Negão e Selmir consigam se opções ofensivas, opções que mudem a característica ofensiva do ataque do ABCdista.

Defesa tem que ser impecável

Sem querer ser chato, mas está claro que o ABC vai conviver com problemas ofensivos até o final da Serie B, isso é ponto pacifico, qualquer partida ficará complicada quando ocorrerem falhas como as de ontem. O zagueiro Gaúcho deu uma pixotada absurda no segundo gol, mas quase marca de falta. O Musse teve parcela da culpa no primeiro gol, mas está claro que ocorreu um choque, que a arbitragem deixou passar sem nada fazer. Se é para jogar sempre nos contra-ataques a defesa tem que ser impecável, atuações como a de hoje não serão toleradas.

Será sempre tenso

Sem querer ser chato, mas os jogadores do ABC têm que se preparar mentalmente para as situações adversas. Ontem tinha veterano em campo demonstrando afobamento. Do jeito que a arbitragem Brasileira está ruim, mesmo que se faça tudo certo dentro de campo, uma reclamação pode por tudo a perder. A arbitragem de hoje foi exemplo claro da permissividade e da falta de pulso para se controlar a partida, características que são parecem moldar o quadro de árbitros nacional..

Menino aprendendo a nadar

Sem querer ser chato, mas todos nós devemos nos preparar para uma maratona psicológica, com esse time o ABC irá disputar sempre na parte de baixo da tabela. Sabe quando criança aprende a nadar e faz o esforço do mundo todo pra ficar com a cabeça fora d’água, é isso que o alvinegro fará até o final da competição. Se esforçará para conseguir estar respirando na ultima rodada.

Vou finalizando aqui, até por que já devo ter ficado chato, mas lembro que o ABC volta a campo para enfrentar o Brasiliense. O jogo será já na próxima terça-feira as 21:50hs, na Boca do Jacaré em Taguatinga.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão.
Publico: 11.264 presentes.

Árbitro: Edilson Ramos (MT).
Assistente 1: Fábio Rodrigo Rubinho (MT).
Assistente 2: Paulo César Silva (MT).
4º árbitro: Reginaldo Gomes (RN).

ABC(1): Paulo Musse; Gaúcho(1), Fabiano e Leonardo (Gedeon); Chiquinho, Marquinhos Mossoró (Junior Negão), Augusto Recife, Sandro e Bruno Barros; Ivan (João Paulo) e Ricardinho. Técnico: Flávio Lopes.

Duque de Caxias(2): Vinícius; Gustavo, Zé Carlos e Pessanha; Oziel (John), Silva, Bruno Moreno, Clayton e Paulo Rodrigues(1); Thiago Santos (Leandro) e Edivaldo(1) (Lucas). Técnico: Rodney Gonçalves.

Photobucket

3 comentários:

Black Ace disse...

Sem querer ser chato, mas estas duas vitórias do ABC, foram a chamda "saúde antes da morte".

Valeu pelo convite para o jogo, mas assitir time rebaixado está fora dos meus planos, além do que já passei da fase masoquista.

Agora só no radinho, que é pra não gastar nem em barzinho.

abraços.

Alexandre Costa disse...

Concordo com o salto alto, Diego, tanto da torcida quanto dos jogadores. Nenhum time da série B é fácil de ser vencido. Depois do Brasiliense temos o Campinense, e ninguém vá achar que será goleada, pelamordedeus!
Márcio Pereira sintetizou o momento do ABC: é um jogo por vez, não temos que pensar em tabela nesse momento.
Mas acho que ele armou o time de forma errada; partir pra cima com 3 zagueiros e 2 volantes não dá!
Quanto ao comentário de Black Ace, esse não merece réplica.
Abraços!
Alexandre Costa

Diego Ivan disse...

Alexandre o ABC jogou da mesma maneira que vinha atuando anteriormente, joga bem e perde, tudo bem que não conseguiu jogar bem, mas não foi pior que o Duque. FOi o que vc escreveu num post recente, é manter a pegada, por que tecnicamente complica muito.