domingo, 9 de agosto de 2009

Coluna Melhorou x Piorou: ABC 1x2 Arbitragem (Duque de Caxias)

Uma rodada para se esquecer. A combinação de resultados da 16a rodada já havia sido péssima para o ABC antes de começar o jogo.

Com a derrota para o Duque de Caxias (e para a arbitragem), a situação voltou a ser a mesma após o empate contra o Guarani, ou seja, o ABC perdeu de vista vários times que estão por perto da zona do rebaixamento, e agora se ver na obrigação de - além de fazer o dever de casa contra o Campinense - não perder para o Bragantino e Brasiliense fora de casa para que possa pelo menos encerrar o 1o turno a menos de 4 pontos do 16o colocado. Isso se as combinações de resultados funcionarem ao nosso favor.

Mas vamos para o que interessa que é a coluna em si.

MELHOROU:

Bruno Barros - foi o único jogador que atuou com consistência e garra. Mostrou habilidade e a cada jogo melhora. Sinal de que foi uma boa contratação.

NA MESMA:

Fabiano - No primeiro tempo estava no mesmo ritmo da zaga, ou seja, dando bobeira e capengando, porém, conseguiu se recuperar no 2o tempo.

Marquinhos Mossoró - Não foi o mesmo leão dos jogos anteriores, mas não comprometeu.

João Paulo - Deu mais mobilidade ao ataque, mas toda vida que procurava alguém para atuar junto não encontrava.

PIOROU:

Paulo Musse - Apesar de ter sofrido falta no 1o gol (segundo a visão de Dionísio Outeda, que estava próximo do lance), mesmo assim falhou feio, pois foi bastante precipitado.

Chiquinho - Fraquíssimo, não tem condições de vestir a camisa do ABC.

Gaúcho - Apesar do gol e da bola na trave, a pixotada que resultou no 2o gol do Duque de Caxias foi comprometedora.

Augusto Recife - Seu setor foi uma avenida. E ainda maltratou a bola em alguns lances.

Sandro - Apagado e preso a marcação, não reeditou as boas atuações. E ainda fez lançamentos errados e imprecisos para os atacantes.

Ivan e Ricardinho - Ambos sem qualquer objetividade e eficiência. Ivan precisa urgentemente voltar ao banco de reservas.

Gedeon e Júnior Negrão - O ABC precisa urgentemente de um meia de criação e um atacante que realmente façam a diferença. Mesmo sabendo que Júnior Negrão ainda precise de uma maior observação, digo com a maior segurança que nenhum deles é o cara que o ABC precisa para se livrar dessa roubada.

Arbitragem - Impressionante como o ABC consegue ser garfado num estádio dito como o caldeirão. Tanto o juiz como os bandeirinhas atuaram de má-fé, na maior bandidagem.

Diretoria - Merece está aqui por 2 coisas: 1o) Por não ter culhões em atuar nos bastidores para impedir que os jogos do ABC sejam apitados por árbitros escrotos como os de ontem. Por que eles não fazem como o rival e representam contra eles? 2o) Por mais uma vez enganar o torcedor ao divulgar um público falso. Se no Frasqueirão cabem 17 mil pessoas e ontem estavam presente 11 mil, onde é que caberiam mais 6 mil pessoas? Queria saber também quem seriam os 2 mil e poucos não-pagantes. Com certeza o ABC não tem nesse número composto de Sócios-Torcedores/cadeirantes/donos de camarotes, além de não haver tantos policiais. Aí no borderô da CBF vocês verão que apenas os 8500 pagantes serão registrados. É por essas coisas que o ABC não consegue patrocinadores.

Gustavo Lucena

Photobucket

2 comentários:

Diego Ivan disse...

Amigo, se o problema fosse só a arbitragem daria pra resolver tecnicamente, mas o problema é técnico.
Pense num cara limitado esse Chiquinho, se botar um poste na frente dele, ele perde a bola.

Gibson Azevedo disse...

É verdade!... Agora é um fato: o Negão que o ABC contratou não parece, nem de longe, com o Negão Alberí. Não lembra mesmo!...