segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Enquanto houver vida, há esperança

Após a vergonhosa derrota para o S.Caetano em pleno Frasqueirão, eu tinha jogado a toalha e achava que o ABC consumara ali a queda para a Série C.

No entanto, fazendo uma reflexão profunda hoje, revi meu pensamento e resolvi me agarrar basicamente na matemática para renovar minhas esperanças na manutenção do Mais Querido na Série B.

Acho que de agora em diante tem que ser esse o pensamento da Frasqueira.

Não podemos abandonar o Mais Querido numa hora tão crítica como a que o time está vivendo.

Sei que a situação é desesperadora, sei que o elenco é limitado, sei que a diretoria só tem feito raiva ao torcedor, sei que é complicado recuperar pontos fora de casa, mas se nós torcedores deixarmos o ABC jogado a própria sorte, sem comparecer ao Frasqueirão, só estaremos acelerando o processo de queda do time.

Mais do que nunca, o ABC precisa do seu torcedor no estádio.

Mais do que nunca a diretoria tem que chamar e manter o torcedor dentro do Frasqueirão, mantendo os ingressos no atual patamar até o final da Série B.

Sem a Frasqueira, o ABC é só um corpo sem alma.

Gustavo Lucena

Photobucket

Nenhum comentário: