quarta-feira, 19 de julho de 2017

De mal a pior, mesmo melhor

O ABC perdeu mais uma na B, dessa vez para o América Mineiro, 1 a 0 no apagar das luzes. O gol do jogo foi de Ruy aos 46 minutos da etapa final. 

Seria injusto dizer que o ABC não mostrou nenhuma melhora no jogo de ontem. Mas dizer que o primeiro tempo do Alvinegro foi quase impecável é brincadeira. O ABC, que precisa quebrar essa sequência negativa interminável, jogou ontem sempre com onze jogadores atrás da linha do meio campo. Não quer dizer que havia marcação naquela região, mas pelo menos havia compactação defensiva. Num 4-3-3, ou alguma variação que me escapou, o ABC tentava reforçar a ideia de que ocupando o espaço defensivo não daria espaço ao adversário, e que com mais homens na frente poderia ampliar chances de gol com contra-ataques. Defensivamente ok, mas ofensivamente não foi bem assim.

A estreia de Daniel Cruz mostrou que além de tecnicamente, o ABC precisa de reforços mais físicos. Somente com uma presença mais física pelo lado direito, Bocão apareceu mais e o próprio Daniel Cruz foi bem ofensivamente. Bola que Erivelton perdia com facilidade passaram a ter continuidade. 

Mesmo tendo feito um bom primeiro tempo, o Alvinegro chegou apenas uma vez quando Zotti acertou a bola na trave após sobra de bola. A segunda chance real de gol aconteceu quando o Coelho cabeceou cruzado que exigiu grande defesa do goleiro do coelho, isso já perto dos 45 minutos do segundo tempo.

O empate poderia ter sido alcançado ontem, mas dois fatores acabaram com a noite do ABCdista. Três jogadores saíram por contusão, Nando, Eltinho e Oswaldo. O último, o zagueiro Oswaldo, não tinha como ser substituído por que haviam entrado no jogo Marquinhos, Dalberto e Gegê. Com dez em campo o ABC abandonou o ataque e se fechou na defesa, o que me pareceu certo aos 20 minutos do segundo tempo. O problema é que alguns jogadores acharam que; se todos fossem ao ataque a vitória seria tranquila. Em duas oportunidades, os contra-ataques do América pararam em Edson. Quando Dalberto achou de driblar um defensor no meio campo, com seus companheiros todos saindo desesperados ao ataque, a bola foi roubada, lançada na diagonal para Ruy que tendo apenas o coxo Zotti correndo atrás e ninguém na frente para bloquear. Gol justo para que não errou e estava com um a mais.

Sem tempo para mais nada o 1 a 0 marcou mais um jogo ruim do ABC.

Continua muito ruim, mas pode-se dizer que melhorou alguma coisa.

O ABC volta a campo no próximo sábado dia 22, quando visitará o Criciúma no Heriberto Hulse as 16:30hs. 

Ficha Técnica


ABC 0X1 AMÉRICA/MG
GOL: Ruy – América/MG

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 3.893 torcedores.

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado - TO (CBF).
Assistente 1: Fabio Pereira - TO (CBF).
Assistente 2: Cipriano da Silva Sousa - TO (CBF).
4º Árbitro: Suelson Diorgenes de França Medeiros - RN (CBF).
Analista de Campo: José Nilman de Lima - RN (CBF).

ABC: Edson, Bocão, Oswaldo, Cleyton e Eltinho (Marquinhos); Anderson Pedra, Guedes e Zotti; Coelho, Nando (Dalberto) e Daniel Cruz (Gegê). Técnico: Geninho.

América/MG: João Ricardo, Norberto, Rafael Lima, Messias e Giovanni (Davi); Ernandes, Zé Ricardo e Neto Moura (Matheusinho); Ruy, Luan (Gerson Magrão) e Bill. Técnico: Enderson Moreira.

Acessem:

Curtam Facebook Papo Alvinegro
Sigam Twitter @opapoalvinegro
Sigam Instagram Papo Alvinegro
Enviem E-mail: papoalvinegro@gmail.com

Nenhum comentário: