domingo, 11 de junho de 2017

Futebol tem pouquíssimo haver com justiça

O ABC saiu atrás no marcador e buscou o empate com o Figueirense por 2 a 2. Os gols do jogo foram marcados por Filipe e Dalberto para o ABC, para o Figueira marcaram Robinho e Henan. Com o resultado o ABC soma agora nove pontos, ocupando no momento a oitava posição.

Vestiário de ABC 2 x 2 Figueirense (Foto: Andrey Torres @abcfc) 
Ao sair do jogo fiquei chateado por que achei que o ABC tivesse feito um jogo apenas regular, nada fora do comum. Depois do jantar, com a barriga cheia e a cabeça fria, percebi que o ABC fez um bom jogo. Tanto é assim que o nome do jogo foi o goleiro Thiago Rodrigues do Figueirense. Foram algumas defesas importantes no segundo tempo, pelo menos duas bolas incríveis.

Na primeira etapa o ABC começou o jogo muito aceso, com uma chance de gol clara, bola cruzada rasteira por Nando que Erivelton não conseguiu desviar. Pouquíssimo tempo depois num contra-ataque, três ou quatro toques na bola, a bola chegou a Robinho no bico da grande área. Driblou o marcador e guardou no canto oposto. Ducha de água fria na torcida, mas não no ABC que foi para cima e teve pelo menos uma dúzia de jogadas perigosas. Dentre elas o gol do zagueiro Filipe, aos 13 minutos, que desviou cruzamento na área. Empate justíssimo. O ABC pressionando bastante e o adversário em mais um contra-ataque, aos 27 minutos, desempatou de maneira injusta. A última bola da etapa foi um quase gol daqueles, com direito a zagueiro do Figueirense tirando a bola na linha e Bocão empenando a trave no rebote. A sensação ao final do primeiro tempo era de desperdiçar uma chance de vencer com superioridade. 

Filipe comemorando o gol (Foto: Andrey Torres @abcfc)
Na segunda etapa as chances de gol diminuíram, mas não foram poucas. O Figueirense por outro lado não ameaçou mais nenhuma vez. Logo aos 2 minutos, Dalberto recebe cruzamento de Bocão e bate cruzado para empatar. Na primeira metade do segundo tempo, o ABC pecou na penúltima bola, aquela que servem os atacantes. Para completar Nando não deu prosseguimento a nenhum ataque importante. Com 20 minutos Nando saiu para a entrada de Mancha. Erivelton sem ritmo de jogo saiu para a entrada de Pardal. Não surtiu efeito, somente quando Zotti entrou no lugar de Dalberto o ABC ganhou na bola longa. Foram pelo menos duas reais chances de gol, na primeira Zotti cruzou na área e Pardal desviou de cabeça. Na segunda Mancha cruzou na área e o zagueiro Filipe cabeceou como manda o figurino e o goleirão colecionou mais uma grande defesa. Resultado, placar inalterado.

ABC teve 15 chutes ao gol na partida (Foto: Andrey Torres @abcfc)
Após esfriar a cabeça chego a conclusões obvias, mas verdadeiras. No primeiro tempo o Mais Querido teve algumas boas chances de Gol e onze escanteios a favor. Na segunda etapa foram menos chances de gol, mas a verdade é que essas poucas chances de Gol foram bem mais perigosas que na primeira etapa. O adversário chegou duas vezes em contra-ataques e marcou.

Destaques


Bocão é um grande destaque nessa Série B, ofensivamente principalmente. Deu passe para o gol de Dalberto. Meteu uma bola na trave no primeiro tempo que empenou o artefato e quase fura a bola.
Filipe fez seu primeiro gol pelo ABC e fez um grande jogo, na segunda etapa teve mais uma chance de marcar. 

O ABC enfrentará o Juventude na próxima rodada, jogo em Caxias do Sul/RS. Jogo na terça-feira com pouquíssimos dias de descanso e muito quilômetros a percorrer. O jogo começará as 20:30hrs. 


Ficha Técnica


ABC 2X2 FIGUEIRENSE
Gols: ABC – Filipe e Dalberto, Figueirense – Hernan e Robinho.

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 5.132 torcedores.

Árbitro: Nielson Nogueira Dias - PE (CBF)
Assistente 1: Cleberson do Nascimento Leite - PE (CBF).
Assistente 2: Francisco Chaves Bezerra Junior - PE (CBF).
4º Árbitro: Suelson Diorgenes de França Medeiros - RN (CBF).
Analista de Campo: José Nilman de Lima - RN (CBF).

ABC: Edson, Bocão, Filipe, Cleyton e Eltinho; Anderson Pedra, Guedes, Erivelton (Adriano Pardal), e Gegê; Nando (Caio Mancha) e Dalberto (Zotti). Técnico: Geninho.

Figueirense: Thiago Rodrigues, Dudu, Naylhor, Bruno Alves e Julinho (Iago); Zé Antônio, Dudu Vieira e Robinho; Jorge Henrique, Hernan (Índio) e Joãozinho (Luidy). Técnico: Marcio Goiano.

Acessem:

Curtam Facebook Papo Alvinegro
Sigam Twitter @opapoalvinegro
Sigam Instagram Papo Alvinegro
Enviem E-mail: papoalvinegro@gmail.com

Nenhum comentário: