quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Demorou... CBF quer padronizar estádio para as Series A e B

Serra Dourada com novas dimensões.
A CBF quer padronizar os gramados dos estádios dos times de Série A e B, adequando-os ao padrão FIFA 105m por 68m.

A propósito, esta modificação em nada ajudará o ABC neste ano de 2016, já que os estádios da Série C por exemplo não entrarão no bolo dos estádios aptos a receber estas modificações.

Se pensarmos na Série A poucos serão os estádios que passarão pela modificação, já que a maioria dos gramados já foram utilizados na Copa do Mundo de 2014, como campo de jogo e treinamento. Apenas os estádios Ilha do Retiro do Sport, Índio Condá da Chapecoense, Morumbi do São Paulo, Couto Pereira do Coritiba, Vila Belmiro do Santos e Orlando Scarpelli Figueirense.

Na Série B, o Serra Dourada terá que reduzir imenso e tradicional gramado de 118m por 80m, como a imagem demonstra.

O dinheiro para tais modificações será repassado pelo fundo Legado da Copa, uma mixaria de R$ 2.2 milhões, coisa que Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero, beberam de Uísque durante a realização da Copa do Mundo.   

Em Natal, tanto o Arena das Dunas quanto o Frasqueirão já adotam padrão FIFA no gramado, já que um recebeu jogos da Copa do Mundo e o outro recebeu sessões de treinos das Seleções da Copa.

Resta saber se esse trabalho de adequação do campo de jogo irá parar na dimensão ou se irá prosseguir no futuro, relativo ao tipo da grama e as acomodações para o público nos campos mais antigos do Brasil. O mais fácil é mexer nas marcações, no gramado é outra conversa. 

Nenhum comentário: