domingo, 9 de novembro de 2014

Um juiz caseiro resolve tudo

O ABC perdeu por 1 a 0 para o Vasco em jogo com expulsão e gol de pênalti anotado por Douglas. 

Jogando fora de casa o ABC fez um jogo seguro para suas pretensões, mas que foi prejudicado pela arbitragem que cedeu à pressão dos jogadores do Vasco.  


Roberto Fonseca armou o ABC de maneira a explorar os contra ataques, já que o Vasco é um time com pouquíssima criatividade e também pouca contundência ofensiva. A aposta em Madson pela direita e João Paulo pela esquerda é muito conhecida e foi isso que Fonseca fez. O trio de volantes na frente da defesa, Bahia, Amora e Marcel, fizeram a parte deles, fechando muito bem a entrada da área. Quem deixou a desejar dessa vez foi Rodrigo Silva, que perdeu duas chances de gol com a cara do matador. Bola cruzadas na área, rasteiro, uma vez por João Paulo e outra por Marcel, que Rodrigo Silva com vantagem sobre os zagueiros finalizou para fora do gol em ambas . 

Até o lance que definiu o jogo, o Mais Querido tinha tido mais chances de gol que o Vasco, que apenas chegava com chutes de fora da área. No início do segundo tempo, Madson escorregou na frente do atacante do Vasco, que cruzou de qualquer maneira. O desastrado Diego Jussani desviou o cruzamento para o gol de Gilvan. O atacante do Vasco se antecipou e Gilvan derrubou o jogador marcando pênalti. Até esse momento a marcação do pênalti foi justíssima, Gilvan foi no corpo do atacante. O problema é que a arbitragem acabou expulsando o goleiro após longa reclamação dos atacantes do Vasco. Em nenhum momento o arbitro Guilherme Ceretta indicou que daria sequer o cartão amarelo, somente depois da reclamação é que Gilvan foi expulso de campo.

Com um jogador a menos, com o placar contrário e principalmente com um banco de reservas limitado, o ABC não conseguiu ir buscar o empate no restante do segundo tempo. E olha que o Vasco ficou rezando para o tempo passar. Alvinho que entrou no lugar de Rodrigo Silva e Somália que entrou no lugar de Marcel, sinceramente não mudariam o jogo para o ABC. Com a vantagem numérica Joel Santana sentou no resultado, tendo a facilidade que não existia na marcação de João Paulo e Madson.

Durante a semana eu tive a sensação que o ABC teria um bom resultado no Rio de Janeiro, mas infelizmente arbitragens caseiras sempre limitam a sorte do Mais Querido. Por muito pouco o resultado seria consagrador.

O ABC volta a campo para enfrentar a Portuguesa, rebaixada e que não vence desde a 19ª rodada. O jogo será em São Paulo no Canindé, terça-feira dia 11 as 18:30hs de Natal. 

Ficha Técnica

VASCO DA GAMA 1X0 ABC
GOL: VASCO – Douglas. 

Local: Estádio do Maracanã, Rio de Janeiro/RJ.

Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima - SP (ASP-FIFA). 
Assistente 1: Fabio Rogerio Baesteiro - SP (CBF-1).
Assistente 2: Leandro Matos Feitosa - SP (CBF-2).
4º Árbitro: Bruno Arleu de Araujo - RJ (CBF-2).

Vasco da Gama: Martin Silva, Carlos César, Luan, Anderson Sales e Diego Renan; Guiñazu, Aranda, Pedro Ken (Thalles), Maxi Rodriguez e Douglas (Rafael Silva); Kléber (Edmilson). Técnico: Joel Santana.

ABC: Gilvan, Madson, Suéliton, Diego Jussani e Samuel; Fábio Bahia, Marcel (Somália), Daniel Amora e Ronaldo Mendes; Rodrigo Silva (Alvinho) e João Paulo (Camilo). Técnico: Roberto Fonseca.

Nenhum comentário: