sábado, 23 de novembro de 2013

E se fez o milagre

O ABC venceu por 1 a 0 o Avaí pela 37ª rodada da Série  B, o gol do jogo foi de Erick Flores aos 41 minutos do primeiro tempo. O resultado garantiu a permanência do Alvinegro na Série B da próxima temporada.



Não adianta dizer que não, a verdade é que o ABC fez o improvável nesta Série B, quebrando todas as tendências de queda possíveis e imagináveis. Também não dá para o torcedor querer posar de super ABCdista e dizer que apostava no ABC mesmo com o time que começou o Brasileirão. 

Amigos, o ABC realizou uma competição fora da curva como se diz. Lembro-me que eu escrevi alguns posts dizendo que o ABC precisaria de um pequeno milagre para reverter à tendência de queda e isso ocorreu. Isso ocorreu por dois aspectos bem destacados, contratação de um técnico diferenciado e contratação de pelo menos 75% de um time titular qualificado. Basta dizer que do time que começou a B apenas Boaventura, Renato, Edson e Rodrigo Silva permaneceram titulares durante a campanha. E a mudança de elenco demandou um investimento financeiro que poucos fariam e talvez o ABC não tivesse condições de bancar. Vamos ver no futuro como será o pagamento desta conta. 

Agora é hora de comemorar o feito, analisar o jogo contra o Avaí é o de menos, até porque o jogo foi fraco tecnicamente.  

O ABC finaliza sua participação na Série B visitando o América/MG no próximo sábado. Vamos ver se a CBF confirma data e horários dos jogos.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 6.492 espectadores.

Árbitro: Francisco de Assis Almeida Filho - CE
Assistente 1: Thiago Gomes Brigido - CE
Assistente 2: Marcos Santos Vieira - AM
4º Árbitro: Caio Max Augusto Vieira - RN

ABC(1): Wilson Júnior, Renato, Flávio Boaventura, Lino e Somália (Wesley Bigú); Edson, Daniel Paulista, Elivelton (Bileu) e Erick Flores(1); Rodrigo Silva e Maurinho (Alvinho). Técnico: Roberto Fernandes.

Avaí(0): Tiago, Alex Reinaldo, Juliano, Bruno Maia (Elivélton) e Ricardinho; Pablo, Anderson Uchôa, Marrone e Cleber Santana; Beto (Jean) e Luciano (Tauã). Técnico: Hemerson Maria.

Nenhum comentário: