quarta-feira, 31 de julho de 2013

ABC perdeu já na escalação

A excursão por São Paulo começa de maneira ruim com o ABC perdendo para o São Caetano por 2 a 1. Os gols do jogo foram de Danilo Bueno e Geovane no primeiro tempo para o São Caetano, Erick Flores no segundo tempo descontou para o ABC. O ABC permanece na lanterna e vê a distancia para fora da zona de rebaixamento aumentar para 6 pontos.

Eu vinha alertando para o quão frágil era essa dita melhora Alvinegra das ultimas rodadas, mais precisamente considerando os três jogos que o ABC fez em casa e os dois jogos contra paulistas fora de Natal. E a derrota de hoje basicamente reforça meu argumento, com um agravante, a péssima escalação do ABC para o jogo. 

O time escalado no 3-5-2 desmontou o ponto positivo do time dos últimos jogos. Exatamente a defesa que não vinha sofrendo muitos gols hoje sofre dois, muito em função da colocação de mais um zagueiro em função do desfalque de Bileu. Resultado, zagueiros demais futebol de menos. Um time como o ABC que não chuta a gol permitiu que um time igualmente fraco fizesse dois gols e resolvesse o jogo no primeiro tempo. Como vinha dizendo, Waldemar Lemos surpreendeu ao escalar Vinicius na zaga, um erro, ele poderia ter mantido a estrutura do time colocando Leandro Santos, volante de oficio. Além disso, poderia ter preenchido melhor o meio campo com Erivelton ou Rodrigo Santos, ao invés de insistir em manter o time só com atacantes velocistas. Opções que fragilizaram a defesa e manteve um ataque que só faz fumaça.

Acredito que com o retorno de Bileu e Wanderley, Waldemar não insista no 3-5-2(péssimo esquema em qualquer situação) e utilize o mesmo que vinha usando em casa. Dos males o menor.

Com um jogo prejudicado já de saída, o ABC fazendo muita fumaça na frente, a defesa com três zagueiros falhando fragorosamente ao permitir infiltrações pelo meio, ou lançamento nas costas do Lino. Em duas chances o São Caetano só não marcou por milagre, na segunda Lino cometeu pênalti. Gol do Azulão. No segundo gol o atacante Geovane sai driblando o mundo em diagonal, tabela na entrada da área e toca no canto de Robalo. 

Como o São Caetano é treinado por Marcelo Veiga, após o segundo gol o time começou a segurar o placar. Tenho certeza que Marcelo Veiga vai pedir o corte do ponto dos jogadores que se arriscaram e marcaram o segundo gol. 

E o ABC? O ataque continuou fazendo muita fumaça. Laterais cruzando para o vazio, jogadas tabeladas resultando não em chutes, mas em deixadinhas, ou seja, fumaça. O Alvinegro só fez um foguinho quando alguém chutou ao gol. Erick Flores mandou um petardo da entrada da área. Teve uma bola do Pingo na trave e rebote do Lino, quase gol. Teve também dois impedimentos mal marcados que poderiam ser gols. Só que não dá para fugir da realidade do ABC, com este time não dá para acreditar numa sequencia de vitória enquanto elas não acontecerem. Prefiro continuar analisando jogo a jogo, diferente de alguns que classificaram as resenhas do BPA de azedas. 

Para finalizar, acho que o time precisa de reforço, já que a turma do DM não sai de lá, além de uma mea culpa do Waldemar Lemos. Caso contrario só ficaremos na fumaça.

O próximo jogo do ABC será em Guaratinguetá no Estádio Dário Leite. O encontro decisivo será sábado 03/08, as 21:00hs  

Ficha Técnica

Local: Estádio Anacleto Campanella, São Caetano do Sul/SP.

Arbitro: Paulo H Schleich Vollkopf (MS).
Assistente 1: Ezequiel Barbosa Alves (MS).
Assistente 2: Cicero Alessandro de Souza (MS).
4º Arbitro: Flavio Rodrigues de Souza (SP).

São Caetano(2): Rafael Santos; Samuel Santos, Douglas Grolli, Fred e Diego; Leandro Carvalho (Éder), Vágner, Pirão (Dudu) e Danilo Bueno(1); Giancarlo e Geovane(1) (Cassiano Bodini).Técnico: Marcelo Veiga.

ABC(1): Rafael Roballo; Flávio Boaventura, Vinicius e Lino; Renato (Rodrigo Santos), Edson, Diogo Barcelos (Alvinho), Tony e Guto; Erick Flores(1) e Pingo. Técnico: Waldemar Lemos.

Um comentário:

Gustavo Lucena disse...

Quando vi o nome de Vinícius na escalação, interrompi imediatamente a instalação do PC na TV p/ acompanhar o jogo e fui dormir.