sábado, 15 de junho de 2013

Copa das Confederações: Brasil 3 x 0 Japão

Fonte: AFP
É isso mesmo pessoal, estou chegando mais uma vez para comentar uma competição da FIFA aqui no BPA. Pela primeira vez comento a Copa das Confederações, já que esta Copa está sendo realizada no Brasil. E a estreia foi com Brasil e Japão. 

A estreia Brasileira foi boa. Sem sobressaltos, com um jogo de marcação no campo adversário que impediu o melhor futebol Japonês. Uma marcação que começou pelo Fred e só terminava com a bola recuperada pelos volantes e laterais. Ofensivamente é que não fomos bem. Algum desavisado falará – Como assim, se o placar foi 3 a 0? – mas isso é um sintoma de um problema deste grupo Brasileiro. Apesar do bom jogo, o time ainda não apresenta jogadas trabalhadas, tanto é assim que os três gols saíram de falhas defensivas ou de rebote. Enfrentando um selecionado mais qualificado o Brasil pode não ter duas sobras de bola na entrada da área, ou um contra-ataque no fim do jogo.

Os gols do jogo: Neymar 11, Paulinho 17 e Jô 21.

Destaques Positivos:

Neymar 10 – Apareceu bem no primeiro tempo, depois teve uma queda de rendimento no segundo tempo e foi substituído. Fez o primeiro gol da competição com sorte e qualidade. 

Luís Gustavo 17 – Volante feijão com arroz, muito duro na marcação e preciso na saída de bola rápida. É uma grande novidade para um time que até pouco tempo não tinha volante de marcação.

Paulinho 18 – A tendência é vermos esse jogador se destacar tanto na frente como principalmente na defesa. Muito reclamaram que Paulinho não esteve bem durante a preparação, também pudera e se fosse Felipão faria o mesmo, como liberar um volante qualificado se defensivamente o time é inseguro? Acredito que cada vez mais Paulinho será protagonista no meio. 

Oscar 11 – Fez um trabalho invisível hoje, para o time, para o time e para o time. Hora no meio, hora na direita, Oscar trabalhou bem tentando achar Fred e Neymar. Achou Jô no 3 a 0.  Esse é um meia dos melhores. Olho nesse dai também. 

Destaques Negativos:

Organização – As imagens da repressão a manifestação em frente ao Mané Garricha é deprimente. O uso de força desmedida lembram os momentos de chumbo no Brasil. Tem muito vermelhinho se revelando nos últimos anos. A retirada dos ingressos nos últimos dias foi um caos, pouquíssimos pontos oficiais de retirada de ingressos. Muitas filas. A seleção do Uruguai sem campo de treinamentos. Se em uma competição com oito participantes e poucos jogos já fizemos papelão, imagina com trinta e dois jogos. Na organização fomos reprovados na estreia.   

Fred 9 – Não teve uma boa estreia. Ajeitou a bola para o primeiro gol, mas sentiu o ritmo de jogo mais veloz que no futebol brasileiro e não se destacou.

Thiago Silva 3 – É um craque, só que não pode ser tão temerário na saída de bola. Em duas inversões de bola na frente da área quase que entrega a rapadura.  

Nenhum comentário: