quarta-feira, 19 de junho de 2013

Copa das Confederações: Brasil 2 x 0 México

Foto: Getty Images

Gols
Brasil: Neymar 8 min do 1º tempo e Jô 46 min do 2º tempo.

Com 2 a 0 no placar, o Brasil passou pelo México e pode terminar a rodada classificado para a segunda fase da competição.  

Não foi um bom jogo que se por um lado não mostrou evolução tática do time, Neymar apareceu em momentos decisivos. Eu preferiria uma evolução tática, que consequentemente ajudasse todos os titulares a brilhar. Não vou reclamar da vitória. 

O pecado do time de Felipão foi a pouca participação dos volantes e de Oscar. Basicamente não vimos jogadas de meio campo, evidentemente rechaçadas pelo rival, mas isso sempre ocorrerá na medida em que os desafios forem aumentando. A equação é simples; sem meio, sem laterais e consequentemente dependente de jogadas individuais.  

Pontos Positivos

Neymar 10 – Fez hoje o melhor jogo em pelo menos dois anos com a camisa da Seleção Brasileira. Participou bem, conseguiu suprir o péssimo futebol de Marcelo pela esquerda, que neste jogo nem atacou nem defendeu. Analisando apenas critérios ofensivos, Neymar foi sem duvidas o melhor do jogo.

Barreira 7 México – Entrou no jogo aos 25 minutos do 2º tempo e deu ao México uma característica completamente diferente do que vimos em dois jogos pela Copa das Confederações. A bola trabalhada com velocidade no chão. Deu um trabalhão aos volantes.

Thiago Silva 3 – Esse é sacanagem, quando está em forma faz jogos impecáveis como os de hoje. 

David Luis 4 – Primeira coisa é parabeniza-lo por dois aspectos do jogo. David deu uma cabeçada em Thiago Silva e conseguiu quebra aquele baita narigão. E a segunda coisa, é ter jogado 70 minutos com sangramento no nariz e ter feito isso com muita qualidade. 

Pontos Negativos

Fred 9 – Mais uma vez Fred é a nota destoante do jogo. Além dos citados acima, nenhum outro jogador brasileiro fez um bom jogo, mas Fred foi abaixo dos demais. Está andando em campo, não briga pela bola, ou seja, está apático. Felipão já tem motivos para modificar o time nesta posição.

Rodriguez 2 e Moreno 15 México – É a segunda vez que destaco a péssima zaga do México. São inseguros demais, principalmente o capitão Rodrigues. Com esses dois o México não vai a lugar algum.  

A violência em campo – O México abusou de faltas duras e principalmente desleais. Numa, em uma das poucas aparições de Paulinho no ataque, ele driblou meio time e após passar a bola, um zagueiro pisou em seu tornozelo. Na Olimpíada foi do mesmo jeito... 

Nenhum comentário: