quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Pelo jeito Ademir caiu

Com a derrota de ontem para o Criciúma aparentemente Ademir Fonseca já não é mais técnico do ABC. Demorou muito para isso acontecer, pois se levarmos na ponta do lápis esse treinador deveria ter sido dispensado desde o empate com o ASA no Frasqueirão. Isso sem falar na péssima campanha de 8 derrotas(3 em casa), 5 empates (2 em casa) e 3 vitorias (2 em casa).

O nome do novo treinador, não confirmado, é o de Givanildo Oliveira. Pelo menos é o que se fala por Natal. Não sei se esse é o nome certo para tirar o ABC deste atoleiro, mas o que não falta a Givanildo é experiência.

O que se deseja é que Givanildo retire essa característica amorfa do ABC. O ABC precisa de cara, precisa de jeito próprio, seja rápido ou forte. Não este meio barro, meio tijolo que constatamos durante a passagem de Ademir.

Tudo ainda é especulação, mas pela falta de "solidariedade" do Presidente Rubens Dantas, em entrevista na Rádio Globo, o treinador Ademir caiu.

Ficha Técnica

Local: Estádio Heriberto Hulse, Criciúma/SC.

Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ).
Assistente 1: Pablo Almeida da Costa (RJ).
Assistente 2: Marcus Vinicius Gomes (RJ).
4º árbitro: Braulio da Silva Machado (SC).

Criciúma(2): Michel Alves, Eric, Ozéia, Matheus Ferraz e Marlon; França (Diego), Fransérgio, Kleber e Giovanni Augusto (Nirley); Lucca(1) (Gilmar) e Zé Carlos(1). Técnico: Paulo Comelli.

ABC(0): Andrey, Ivan, Gladstone, Vinicius e Airton; Bileu, Guto, Walter Minhoca (Cascata) e Serginho (Raul); Diego e Adriano Pardal (Baiano). Técnico: Ademir Fonseca.

Ps. Ontem não tinha cabeça para comentar nada.

Acessem:

3 comentários:

Gustavo Lucena disse...

Especulação da tarde dão conta que Leandro Campos - que pediu demissão ontem do Joinville após ter perdido pro lanterna Ipatinga e praticamente dar adeus a qualquer chance de acesso - poderia assumir o ABC.

Ou seja, o mais do mesmo de sempre.

Múrcio disse...







TCHAU
ADEMIR!





O site oficial do ABC,
que nunca informa nada, acaba de informar que Ademir Fonseca não é mais o nosso
treinador.




Múrcio disse...







Não foi o resultado deste
último jogo que derrubou Ademir Fonseca. O que mais atrapalhou o trabalho dele
foi a própria falta de qualidade para comandar uma equipe que deseja algo mais
que apenas se livrar do rebaixamento. Se Márcio Goiano foi demitido com 37.5%
de aproveitamento, Ademir conseguiu apenas 36,36%. Muito pouco para quem teve
nas mãos tudo o que pediu.