quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Com retorno do Cascata, ABC volta a vencer, apesar deles

Enfim, o ABC volta a vencer depois de um longo e tenebroso inverno.

A partida, que marcou o regresso de Cascata, foi tensa, principalmente no 2º tempo.

O 1º tempo o ABC dominou as ações, com destaques para o quarteto do meio-campo e para Éderson.

E Cascata mostrou porque é um grande ídolo. Visivelmente longe do seu condicionamento ideal, o camisa 10 comandou as ações do time. O principal beneficiário de sua habilidade foi Éderson, que fez um partidaço. Além deles, Walter Minhoca e Guto também se destacaram.

Porém, logo após o 2º gol do ABC, eis que o treineiro entra em cena e começa a colocar os seus queridinhos Elielton, Fábio Neves e Allan.

Chega a ser desonesto dizer que o ABC não tinha melhores opções. Volto a repetir: Herivelton, Alexandre e Alvinho deveriam ser presenças obrigatórias no banco de reservas. E mesmo os neo-rejeitados Raul e Jérson jamais deveriam ser afastados, com toda desgraça são melhores que o trio ternura do treineiro.

O resultado não foi diferente, após as 3 substituições, o time do ABC sumiu e o fraco Barueri fez a festa. O meio-campo sem Guto e Cascata e com Walter Minhoca cansado e Serginho sobrecarregado virou uma avenida. E as armações ofensivas cessaram. Elielton e nada é a mesma coisa, o meio campo era uma avenida porque ele não marcava, se escondia da bola. Fábio Neves e Allan, outros 2 pupilos da Ademir Fonseca Corporation mostraram a que veio, ou seja, comer e dormir. Levar sufoco do Barueri é algo preocupante. 

Apesar do treineiro Ademir Fonseca e seus Elieltons Caps, o ABC se segurou. E de quebra, Pardal perdeu mais um gol estupidamente feito. 

Está muito claro que o ABC vai formando um bom time titular, novamente dependente do Cascata. Mas o treineiro certamente fará de tudo p/ sabotar os melhores, dando vaga aos seus Elieltons no banco.

Mesmo feliz com a vitória, algo me preocupa no que tange ao futuro do ABC.

Caso o time confirme uma reação e consiga, digamos, repetir a mesma campanha de 2011, o treineiro será prestigiado e certamente renovarão seu contrato. É aí que mora o perigo.
 
Gustavo Lucena

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.

Árbitro: Jailson Macêdo Freitas (BA).

Assistente 1: Clóvis Amaral da Silva (PE).

Assistente 2: Jander Rodrigues Lopes (AM).

4º árbitro: Pablo Rámon Gonçalves (RN).

ABC(2): Andrey,Pedro Silva,Leandro Cardoso, Vinicius, e Airton(1); Serginho, Guto (Elielton), Walter Minhoca e Cascata (Fábio Neves); Adriano Pardal e Éderson(1) (Alan). Técnico: Ademir Fonseca.

Grêmio Barueri(1): Fernando Leal; Anderson Sales, Alex Lima, André Luis(1) (Magrão); Alex Santos; Diego Silva (Tiago Elias), Márcio Pit, Alê; Marcelinho Paraíba (Val Baiano), Marcelinho e Rafael Chorão. Técnico: Evandro Guimarães.

Acessem:

3 comentários:

Breno Cardoso disse...

Éderson não fez só um partidaço, fez o golaço mais bonito do ABC no ano, parecia Messi chutando...

O primeiro tempo desse jogo foi ótimo, e me lembou o título do post da vitória contra o Goiás em setembro do ano passado: "Primeiro tempo das Goianetes morrerem de inveja", pois foi o que aconteceu, nas duas partidas, o ABC arregaçou no primeiro tempo e morreu no segundo e ganhou os 2 por 2x1


Assim como você, algo me preocupa também, pois o ABC está se mostrando um time de primeiro tempo, e eu não quero ver o meu ABC ter que decidir os jogos no 1º tempo para ganhar o jogo....


O ABC fez o que eu defendia: Contratou 2 meias bons, resultado: mudou toda a cara do time, o ABC atacava o tempo todo no primeiro tempo e Éderson está cada vez mais se mostrando que tem que ser titular nesse time, jogou muito bem e fez um golaço


E a combinação de jogos nos ajudou, pois agora abrimos 6 pontos da Zona e subimos uma posição

Múrcio disse...







O ABC tem hoje nove
meias, contando com Jerson, tem muitos volantes “brucutus”, mas não tem um
segundo volante para substituir Guto. Por que não voltamos o Jerson para sua
posição original, que é volante? Seria uma opção interessante e ficaríamos livres
dos “Elieltons”. Na meia temos Cascata e Minhoca, que já aprovaram, precisando
apenas de ritmo e entrosamento. Ainda temos Everlan, Jean Carioca, Raul e Erivélton.
Não temos mais que agüentar este Fábio Neves, que já teve todas as chances e
nada rendeu até agora.


Está na hora de continuar
a “limpeza” no plantel, que atualmente tem trinta e nove jogadores, pois até o prazo
final para contratações, ainda vem mais gente por aí. Na defesa, se o Gladstone
aprovar, ainda precisamos de mais um bom zagueiro, pois dos que temos, apenas
Boaventura tem algum “cacoete” para a posição.


Breno Cardoso disse...

já ṕode ser Dispensado Fábio Neves, Allan, Eliélton também naõ vai fazer mais nada.... pelo que eu vejo do ABC, dá pra reduzir o elenco pra 30 jogadores