quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Ademir tem que refletir

Esperei o passar do dia para escrever sobre a vitoria sobre o Barueri, sem sofre a influencia do resultado. Analisando a partida, não é difícil encontrar defeitos, individuais ou coletivos. Os dois laterais, a lentidão dos zagueiros, a pequena presença de área dos atacantes. Também não é difícil encontrar o destaque positivo. É evidente, que os desempenhos de Cascata e Guto, dentro de suas atribuições, realmente foram irrepreensíveis.

Quem realmente destoou foi o treinador Ademir Fonseca. Acertou na escalação, contudo durante os noventa minutos errou de maneira temerária. Não sei se devido a montagem do banco, que por si só já seria mais um erro, mas principalmente ao ler o jogo.

Guto sentiu fisgada na coxa e saiu do gramado para a entrada de Elielton, consequentemente a pegada caiu. Isso por que não havia no banco um outro volante com as características de Guto. Em que condições estão Henik e Jadson Sapé?

Resultado, a pegada do time caiu sobre maneira, mas sejamos justos, melhorou um pouco a saída de bola. Isso aconteceu por que Elieltom é muito mais um 3º homem de meio campo, do que um volante propriamente dito.

Cascata que sairia de qualquer maneira no segundo tempo, deu lugar a Fábio Neves, que nunca corresponde. Será que o recém contratado Everlan, ou Jerson, Erivelton e Raul, não tinha condições de jogo?

Resultado, substituição criou um abismo na meia cancha, sobrecarregando Walter Minhoca. O único lúcido na meiuca, já que Fábio Neves não consegue nem correr.

A cereja do bolo foi a saída de Ederson, que realmente estava cansado, mas que se compararmos com Pedro Silva, Ederson tinha gás para correr uma maratona. Por que não se colocou um o lateral Ivan no lugar de Pedro Silva?

Resultado, Alan entrou no ataque e nada fez, a bola não saiu da defesa alvinegra. Um sufoco tremendo nos minutos finais.

O que acontece é que o banco foi mal montado. Normalmente, o banco é montado assim; goleiro, zagueiro, lateral ou volante, volante, volante ou meia, meia, atacante. No final da partida, as opções defensivas necessárias ao treinador não existiam. O único volante do banco não era pegador, o único meia era um meia-atacante e com dois centroavantes fica difícil.

Banco: Camilo(G), Mael(Z), Ivan(L), Elielton(V), Fábio Neves(M), Diego Clementino(A) e Alan(A).

Uma das funções do treinador é imaginar o que pode acontecer durante o jogo, Ademir pensou que Cascata jogaria 90 minutos e os dois atacantes se machucariam.

Um comentário:

Múrcio disse...







Vamos torcer mais uma vez
para que o ABC consiga um bom resultado, mesmo não vislumbrando nenhuma
possibilidade lógica com mais esta convocação e forma de pensar de Ademir
Fonseca. Como não convocar Jerson e Raul por deficiência técnica, ou pirraça
mesmo, em favor de Elielton e Fábio Silva, que nunca jogaram uma única partida
boa pelo ABC, sabendo que Raul e Jerson por várias vezes foram eleitos o melhor
jogador da partida? Mas, como sabemos que no futebol cada partida tem uma história
diferente, quem sabe a história desta partida vai contrariar toda a lógica e
vamos voltar para casa com mais uma vitória extraterrestre, desta vez com atuações
de gala de Elielton e Fábio Neves.