segunda-feira, 2 de julho de 2012

Segunda movimentada

No inicio da manhã já se sabia que, o agora, ex-Vice Presidente de Futebol Flávio Anselmo iria renunciar ao cargo que ocupava no ABC Futebol Clube. O dirigente decidiu sair de seu cargo devido a problemas de saúde e questões profissionais. Boa sorte a ele e obrigado pelo tempo dedicado ao ABC.

O Presidente Rubens Guilherme, que sempre deixou clara a sua falta de intimidade com o meio futebolístico, irá acumular o espaço deixado por Flávio Anselmo na direção do futebol.

Independente do momento atual, certamente Flávio Anselmo é um dos conselheiros mais atuantes do ABC. Agora, não podemos deixar dizer que nos últimos tempos, desde a conquista da Série C de 2010, o ABC vem sofrendo com um numero exagerado de erros vindo do departamento de futebol.

Os erros são muitos, desde contratações equivocadas tecnicamente, desde contratos muito acima da realidade financeira do clube e até certa irresponsabilidade com questões trabalhistas. Tudo bem que questões trabalhistas são tratadas pelo departamento jurídico, mas essas questões foram criadas no departamento de futebol.

Não foram poucos os casos de jogadores sem rodagem e sem talento aparecendo no CT. Não foram poucos os casos de jogadores recebendo salários muito acima do que o clube poderia ou deveria pagar, e com o custo beneficio terrível para os cofres ABCdista. Se não bastasse isso, pelo menos um flagrante caso de descaso com o dinheiro do Clube, mais precisamente o caso Ben-Hur. Isso sem falar de Washington recebendo mensalmente R$ 50 mil de salário, com dois anos de contrato a cumprir. Para não falar de Carlinhos Santos, Elielton, Leo Gamalho, Guilherme, Berg, Anderson Costa, Henik, Murilo, Guto, Makelele, Tiago Garça, Malaquias, Geilson, Eliandro, Marcus Vinicius, Kauê, Max, Esdras, Lisa, Eraldo, Diego Padilha, Rafael Caldeira, Alessandro Lopes e outras derrotas maiores do que os citados.

O cenário atual do departamento de futebol é o seguinte:

  • Um Presidente que já deixou claro não entender muito do riscado, agora como Vice-Presidente de Futebol.
  • Um Superintendente de Futebol remunerado, que assim como o antigo Vice de Futebol não mostrou resultado no ultimo ano e meio de trabalho.
  • Pelo menos meia dúzia de jogadores caros encostados, recebendo altos salários sem treinar.
  • Um time com no máximo 5 ou 6 jogadores com capacidade reconhecida.
  • E o pior, o Presidente Rubens Guilherme considerar o elenco de profissionais que o ABC possui  muito bom.


Amigos, o ano tende a ser terrível. Já vi esse filme em outros carnavais.

5 comentários:

Paulo disse...

Já de tanto repetir virou um bordão na minha vida: falar é fácil, difícil é fazer.
Sempre respeito as opiniões dos outros, afinal eu também quero dizer a minha e se não tenho respeito ao que o outro pensa e diz então como poderei externa aquilo que acredito ser o correto?
Gosto de ver pessoas dando suas opiniões que muitas vezes trazem uma avalanche de comentários. Nesse blog isso tem acontecido, principalmente pelas opiniões contrárias aquelas açoes tomadas pela direção do ABC.
Ouvi na rádio que Flávio Anselmo irá agora processar na Justiça alguns comentários feitos que atacava a sua moral. Será que ele está se referindo as publicações que vocês colocaram contra suas(FA) atitudes como dirigente do ABC? Será que ele tomou as opiniões contrárias aos seu atos como ataques a sua pessoa ou reputação?
Vou aguardar os próximos capítulos da saída brusca de FA do ABC, mas torcendo para que tudo isso passe logo e o Mais Querido possa sair dessa crise.

Múrcio disse...

Eu não acho que a falta de qualidade dos jogadores seja o maior problema do Abc. Sempre disse que o nosso time joga sem garra, sem identidade com a torcida, sem um líder e achando que são os “reis da cocada preta”. A qualidade do jogador é fator preponderante para conseguirmos os resultados no futebol, mas outros fatores também influenciam decisivamente no desempenho individual e do grupo. O fator motivacional, a vontade de ganhar, o comprometimento com os objetivos do clube, a empatia com a torcida e a vontade de crescer na vida muitas vezes contam muito mais do que a parte técnica hoje em dia com este futebol cada vez mais de força que de qualidade individual. Concordo também que a qualidade de muitos de nossos jogadores é muito baixa, mas temos jogadores de nível muito bom. Se tivéssemos apenas sabido completar um time e se estes mesmos jogadores estivessem comprometidos com o clube, tenho certeza que estaríamos disputando a liderança desta competição. Vejam a situação de nosso rival. Nem vou discutir se eles são melhores ou piores que nós. Mas eles estiveram até a última partida do segundo turno do estadual em situação muito pior que a nossa agora e sem colocar nenhum jogador a mais no plantel ganhou incrivelmente aquele campeonato só por que os jogadores se enquadraram no que a diretoria pediu e eles por questão de honra também queriam e conseguiram ganhar aquele campeonato até de forma fácil, mesmo todo mundo dizendo que o time deles era horrível e de baixa qualidade. Hoje com o mesmo time, reforçado por reservas, sem Fabiano e Ricardo Oliveira é a sensação do brasileirão. Hoje, os mesmos que diziam que o mesmo time era horrível agora dizem que é fenomenal. Como se explica isto então?
Por isto eu acho que antes de pensar em trocar de técnico e jogadores, devemos arrumar a casa. Eu acho que com a saída de Flávio Anselmo, deveríamos procurar alguém com a qualidade de um “bombeiro” ou um psicólogo, mas que entendesse também de futebol para a vice-presidência de futebol. O nosso presidente assumir também esta função vai ser muito desgastante para o mesmo e pouco produtivo para o Abc.
Precisamos de alguém que tenha tempo integral para “apagar este princípio de incêndio”, limpar a sujeira e só depois pensar em arrumar a casa. Não adianta arrumar a frente da casa com contratações agora, se nosso terreiro ainda está pegando fogo com este monte de jogadores “comendo e dormindo” sem definições de suas situações. Se nós tivemos a incompetência de contratar 34 jogadores e apenas quinze já mostraram que tem alguma condição de nos ajudar, vamos ter que assumir o prejuízo e mandá-los embora de uma vez, pois a permanência destes só vai atrapalhar o ambiente do clube. Agora se não temos dinheiro para isto, vamos ter que colocar este prejuízo para a dívida ativa, aquela que a gente paga quando puder. O que não pode é ficarmos reféns desta situação.

BLOG DO MÚRCIO - http://edmurcio.zip.net/

Alexandre disse...

vc só sabe reclamar...CORNETEIRO va ajudar...

Diego Ivan disse...

Alexandre:

Excelente comentário, parabéns fera.

fernando disse...

Chegou a hora de nós torcedores entrarmos em campo! ou seja, na arquibancada empurrando o ABC que é o nosso lugar. Ha hora de ajudar é quando alguem precisa de ajuda e o clube esta precisando, procurar culpados de nada vai adiantar nesse momento, covoque seu amigo,vizinho ou até alguem que voce não conheça para ir ao frasqueirão no sabado contra o vitoria. O presidente Rubens Guilherme merece e precisa de nossa ajuda!