sábado, 14 de julho de 2012

Com a zaga entregando fica difícil

O ABC perdeu agora a pouco para o Atlético Paranaense por 2 a 1, gols de Tiago Adan e Wellington Saci para o Atlético e Adriano Pardal para o ABC. Com o resultado, somado ao restante da rodada, o Alvinegro entrou na zona de rebaixamento.

Fica complicado analisar um jogo em que o time joga bem, mas tem resultado comprometido por duas entregadas da dupla de zaga. É o que eu digo, quanto mais zagueiros, mais gente para errar. 

No jogo o ABC soube suportar as investidas do Atlético no inicio, chegou até a dominar boa parte do primeiro tempo e parte do segundo. O que não deveria ter acontecido foi o erro do zagueiro Alisson aos 5 minutos de jogo, que tentou um corte e acabou colocando a bola no pé de um rival dentro da pequena área. Além da patetada que Flávio Boaventura fez ao forçar um contato com o atacante adversário, dentro da área. Resultado, simulação do atacante, zagueiro expulso, pênalti e gol da vitoria. Eu falei que a bola estava na mão do goleiro Andrey, e que nenhum perigo havia no lance? Pois foi isso. E mais uma vez Paulo Cesar de Oliveira mete a mão no ABC, já perdi as contas de quantas vezes que esse posseiro do escudo FIFA meteu a mão no Mais Querido. 

Complicada a situação do ABC. Quando não joga nada não vence, quando joga alguma coisa não vence. Quando é que esse time de “craques” irá vencer?

Gostei do Jerson jogando mais a frente, o que só reforça a minha posição de que não dá para ter ele ao lado de Raul, principalmente com um péssimo futebol. Erivelton também esteve bem, talvez seu melhor jogo. Agora, Henik de primeiro volante e Bileu segundo são brincadeira. Henik não marca como Bileu e nem sai pro jogo. Bileu nem marca onde deveria, na cabeça de área, nem tem qualidade no passe. Em alguns momentos, o adversário faz o que quer com essa marcação. Não sei quem foi que inventou Bileu passador. 

O lateral Ivan tem bola para jogar no ABC, vamos torcer que ele adquira entrosamento. Pelo menos tem perna para fazer a linha de fundo, diferente do morgado Pedro Silva e do marcha lenta Murilo.  

O Ademir Fonseca tem que abrir o olho com as situações que falei acima, sob pena do ABC comprar passagem só de ida para o inferninho da C. 

O Alvinegro volta a campo na próxima terça-feira, as 21:50hs, quando recebe o Criciúma em Natal.  

Ficha Técnica

Local: Estádio Gigante do Itiberê, Paranaguá/PR. 

Árbitro: Paulo César de Oliveira/FIFA (SP).
Assistente 1: Márcio Luiz Augusto (SP).
Assistente 2: Celso Barbosa de Oliveira (SP).
4º árbitro: Leandro Júnior Hermes (PR).

Atlético-PR(2): Weverton, Maranhão, Manoel. Kleberson e W. Saci(1)(Bruno Costa); Renan, João Paulo, Paulo Bayer e Marcelo; Tiago Adan(1) e Bruno Forlan(Harrison). Técnico: Jorginho.

ABC(1): Andrey, Ivan(Leandro Cardoso), Alisson, Flavio Boaventura e Renatinho Potiguar; Bileu, Henick, Erivelton e Jerson(Fernando); Washington e Adriano Pardal(1). Técnico: Ademir Fonseca.

5 comentários:

Anônimo disse...

Dois erros ai , o ABC enfrenta o cricíuma e jérson hogou bem ? piada né .

Anônimo disse...

Criciúma.

Luciano disse...

Próximo jogo Será contra o líder da competição Criciuma.

Diego Ivan disse...

Sono dá nisso, pensei num escrevi outro. Corrigido.

Diego Ivan disse...

Gostei do Jerson. Ele teve os melhores passes do jogo, mas cada um vê o que quer.