sábado, 16 de junho de 2012

ABC vence o CRB e começa a ganhar uma nova base

Diria que hoje finalmente o ABC "estreou" no Frasqueirão, não só porque venceu o CRB, mas porque se viu um time determinado em busca da vitória o tempo inteiro, mesmo quando o time apresentava-se desorganizado dentro de campo, como aconteceu no 1º tempo. 

Mais importante do que a vitória talvez tenha sido o fato de que o time começa a ganhar uma espinha dorsal e que alguns jogadores começam a ganhar espaço no time. É o caso de Érivelton e Alvinho. 

Aliás foram eles o diferencial do jogo. Não no aspecto técnico, mas no aspecto moral, pois são jogadores formados na prata-da-casa e que buscam um lugar ao sol. Mesmo nervosos e errando bastante, deram tudo de si em favor do ABC.

A comemoração de Erivelton após seu 1º gol foi algo que comoveu a Frasqueira. Diria que foi o gol que selou as pazes entre o time e a torcida. Aliás o meio-campo fez uma boa estréia e o tento marcado pode dar um impulso importante para o restante da Série B. Basta que o treinador lhe dê sequência de jogo.

Já Alvinho entrou no jogo um tanto afobado, mas ele participou dos 2 gols, o que já o credencia a figurar no banco de reservas. Assim como Erivelton, ele precisa de uma sequência de partidas para poder amadurecer.

Mas não foram só eles que se destacaram.

Raul deu as caras dentro de campo e organizou as jogadas mesmo estando bastante marcado.

Bileu reencontrou o futebol aguerrido ao lado de Alysson, que se adaptou bem como volante ao lado do "El Loco" graças a sua habilidade. Então a pegada de Bileu se encaixou bem a saída de bola de Alysson.

Renatinho Potiguar foi bem, mas carece de uma sequência de jogos. Mesma coisa aconteceu com Pedro Silva, que foi apático no 1º tempo, mas lutou bastante na etapa complementar.

Quanto ao ataque, continua sendo o calcanhar de aquiles do time. A boa notícia é que Adriano Pardal, mesmo perdendo gols a rodo, começa a melhorar seu futebol, foi bastante incisivo nas jogadas e novamente deixou a sua marca. Isso tudo faz com que o jogador recupere a autoconfiança e principalmente o apoio da torcida.  Já Anderson Costa foi um jogador a menos durante o tempo em que esteve no jogo. Pelo jeito será mais um a engrossar o time dos que treinam em separado. Mas assim como Pardal, pode ser que, com o tempo, desencante.

No aspecto tático, o mais importante foi que o time mostrou força de vontade e atitude para buscar a vitória. Porém, merece destaque a articulação no meio-campo. Bileu não tem habilidade para sair jogando, porém ele se sentiu mais seguro ao lado do improvisado Alysson. E em alguns momentos houve o revezamento para ver quem saía mais com a bola e em um determinado momento Bileu fez o gol. Entre Raul e Erivelton, ocorreu um revezamento na aproximação com o ataque. Embora ambos tenha características de serem meros armadores, ambos se revezavam como meia-atacante, com o prata-da-casa do ABC se adaptando melhor. Como se trata de um jogador jovem, pode ser que ele seja adaptado definitivamente como o meia-atacante que hoje em falta no ABC.

De se lamentar a baixa presença do público, mesmo com promoção e sendo um jogo de vital importância. É preciso haver um estudo sério sobre o porquê dos públicos serem tão pífios. Inaceitável o ABC na Série B ter públicos menores que 5000 presentes.

Semana que vem o ABC viaja para Campinas, para encarar o Guarani. Vamos ver se o time traz um resultado positivo.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.

Árbitro: Mayron dos Reis Novais (MA)
Assistente 1: Aleson Mariano Campelo (MA)
Assistente 2: Sérgio Campelo Gomes (MA)
4º árbitro: Pablo Ramon Gonçalves (RN)

ABC(4): Andrey; Pedro Silva (Jardson Sapé), Flávio Boaventura, Eduardo e Renatinho Potiguar (Alexandre); Alison, Erivelton(1), Bileu(1) e Raul(1); Adriano(1) e Anderson Costa (Alvinho). Técnico: Márcio Goiano.

CRB(2): Anderson; Ednei(1) (Ítalo), Rodrigão e Rogélio(1); Everton Luís, Roberto Lopes, Elsinho, Paulo Victor (Carlos Magno) e Jadilson; Preto e Wanderley (Ricardinho). Técnico: Roberto Fonseca.

Gustavo Lucena

4 comentários:

João Maria disse...

"De se lamentar a baixa presença do público, mesmo com promoção e sendo um jogo de vital importância. É preciso haver um estudo sério sobre o porquê dos públicos serem tão pífios. Inaceitável o ABC na Série B ter públicos menores que 5000 presentes."
Não precisa ser nenhum estudioso ou pesquisador, para saber por que a torcida não está indo a campo: o time é fraco e não inspira confiança à torcida. E vocês ainda são contra o aluguel do frasqueirão. Entendam que a torcida do ABC mesmo sendo a maior da capital, é pequena diante da exigência ecônomica de uma série B, além de a sua maioria ser formada de pessoas de baixa renda.

Edilson disse...

O Abc ontem conseguiu mais um excelente resultado que deve ser comemorado e muito durante todo este fim de semana. Com esta vitória podemos dizer que estamos muito bem em termos de resultado, mas nem tudo está perfeito. Agora podemos dizer que temos um time base, mas não podemos cair novamente naquela bobagem de que não se pode mexer em time que está ganhando. Calma lá. Não é o nosso caso. Ganhamos apenas mais uma partida. Precisamos neste momento manter o time, sim, mas temos que fazer as alterações que se fizerem necessárias, como por exemplo, dar condições de jogo ao Bombinha e deixar o Alvinho como primeira opção para o ataque, pois este (o ataque) continua sendo o nosso maior problema. Anderson Costa foi um jogador a menos durante o tempo em que esteve em campo. Devíamos colocar o Alison para jogar como terceiro zagueiro e não como volante, pois o Bileu faria o papel que ele realmente é mestre que é o de volante de contenção. Mas sei que nosso treinador não gosta de jogar com três zagueiros. Também não podemos esquecer que ainda precisamos de um segundo volante, um meia e um atacante. Não esqueçamos que apesar de dizerem que temos oito atacantes, Washington e Leo Gamalho não devem mais jogar, Anderson não aprovou e Felipe Alves parece estar fadado a um empréstimo, pois não teve chances até agora.

BLOG DO MÚRCIO - http://edmurcio.zip.net/

Luiz Felipe disse...

Ingresso caro!Não tem nada com relação a dinheiro de aluguel não.Está se pagando caro pra se vê um time que ainda não inspirou confiança.Uma promoção a 30 conto?Promoção de verdade seria o ingresso a 20.Não entendo por que esse ingresso é caro;em minha modesta opinião é melhor colocar 12 mil com o ingresso a 20 conto do que colocar 5 mil com o ingresso a 40.Em 2007 o ABC terminou o ano no verde só pela presença em massa da frasqueira, incluindo manutenção do frasqueirão,custo de pessoal:tudo.O ABC é um clube de massa ,portanto ingresso mais barato!

Anônimo disse...

Agora, depois que os blogs abcdistas foram contra o aluguel do estadio,todos eles agora devem fazer uma campanha pessada para leva o torcedor a campo e acaba a inadimplência dos sócios. veja os publicos dos jogos do abc na serie b de 2008,com bom público, Vila Nova, corinthias, ( obs,Barueri, Marília e ponte preta todos com promoções de ingressos). em 2009 bom público acho que contra o guarani e portuguesa.(américa, ceara e vasco com a torcida dos visitantes). em 2011 mesmo com o bom inicio de serie B nada no segundo turno melhorou contra portuguesa, asa, vitoria, sport com sua torcida, parana com promoção. copa do brasil contra o vasco e votíria o público ficou muito aquém do que se esperava. todos deven agora fazer uma grande campanha para o frasqueirão volta a ser como em 2007 nos jogos da serie c independente de bebeida no estadio e jogos na tv que sei que tira público.

Fabiano.