terça-feira, 24 de abril de 2012

Os sete erros de José Vanildo

A administração de José Vanildo parece muito com o jogo dos Sete Erros. Ao analisamos ao lado do ideal de como se deve ser um federação parece até que Vanildo tá fazendo tudo certo, mas como no joguinho, se observamos de forma bastante atenta logo encontramos os sete erros de José Vanildo, que diferente do que dizem os bajuladores de plantão, está longe de ser exemplo de boa administração

1.       Afronta ao calendário nacional de competições

A CBF publica todos os anos – e com antecedência – o calendário nacional de competições. O cronograma inclui as competições organizadas pela CBF, pelas Federações Locais, pela CONMEBOL e pela FIFA, prevendo um mês de férias para os clubes.

Para as competições locais a CBF reserva 23 datas. A FNF preferiu realizar uma competição que vai abarca 26 datas e ainda iniciou o Potiguar 2012 antes do previsto prejudicando os clubes ABC e América, que em virtude das disputas da Série B e C, respectivamente, tiveram pouco tempo de preparo para o Estadual.

2.       Abertura sem jogos em Natal

O Campeonato Potiguar 2012 tem a participação de dez clubes, sendo três da capital. Na rodada de abertura da competição não ocorreu um jogo sequer na capital potiguar. O ABC – atual campeão teve seu primeiro jogo em Mossoró.

O resultado foi que na primeira rodada a média de público foi de 1.005 torcedores. Apenas 5.025 torcedores pagaram para ver um dos cinco jogos que abriram a competição.

3.       Apoio incondicional ao Dr. Ricardo Teixeira

Embora tenha um discurso de apoio crítico ao Dr. Ricardo Teixeira, José Vanildo está, na verdade, alinhado ao discurso do ex-mandatário da CBF.

4.       Jogos da semifinal no mesmo dia

Diferentemente do resto do mundo todas as semifinais dos turnos do Potiguar 2012 são jogados no mesmo dia e horário. Tal tabela reduz a visibilidade da competição. Poderia trazer mais espaço na mídia se os jogos mais importantes não fossem disputados no mesmo dia.

5.       Proposta do início do estadual em dezembro

O destaque do Potiguar 2012 não foi a bela festa promovida pela FNF com presença de jornalista, políticos e empresários, mas sim a baixa presença da torcida nos estádios. Só pra se ter uma ideia do fracasso da competição em relação a venda de ingressos, no primeiro turno da competição apenas o ABC, com 5.061, conseguiu ter uma média de público acima de 1.500 pagantes.

Mas tal panorama parece ser pouco para o “brilhante” José Vanildo, que acenou, logo após a divulgação das diretrizes do Campeonato do Nordeste 2013, com a possibilidade do Potiguar 2013 começa já em dezembro deste ano, paralelo, as rodadas finais do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana e início do Mundial de Clubes.

Se for para frente tal ideia, talvez tenha o mesmo sucesso da primeira fase do Campeonato Paraense.

6.       Divisão de renda no segundo turno

O regulamento do Campeonato Potiguar 2012 traz previsão de que a renda do jogo da semifinal do primeiro turno deverá ser dividida na seguinte proporção: 60% da equipe vencedora e 40% da equipe perdedora. Embora seja uma cópia fiel à primeira etapa da competição o regulamento não prevê tal divisão no segundo turno.

7.       Título definido através de sorteio

A final do Campeonato Potiguar 2012 será realizada em duas partidas, no sistema ida e volta, nos dias 29 de abril e 6 de maio, entre ABC, equipe campeã da Taça Cidade do Natal (primeiro turno), e América ou Baraúnas, equipe campeã da Copa RN (segundo turno da competição). O América deverá ser o finalista já que venceu o primeiro jogo por 4 a 1.

Contudo, os dois jogos poderão não ser suficientes para determinar o campeão, já que no somatório dos resultados pode ocorrem uma igualdade. Mas se ocorre a igualde qual será a solução? Analisemos o Regulamento Específico do Campeonato Potiguar 2012:

Art. 5º - A Decisão do Campeonato Estadual 2012 será disputada em duas partidas, pelo sistema de ida e volta entre as associações campeãs da TAÇA CIDADE DO NATAL e da COPA RIO GRANDE DO NORTE, com mando de campo da segunda partida para a associação que obtiver o maior numero de pontos ganhos em todo o Campeonato, somando-se todas as Fases, observando-se, em caso de empate, os critérios definidos no Art. 6° deste regulamento.

§ UNICO - Caso uma mesma equipe seja vencedora da TAÇA CIDADE DO NATAL e da COPA RIO GRANDE DO NORTE será declarada Campeã Estadual 2012, neste caso, o segundo representante do Rio Grande do Norte na Copa do Brasil, será a agremiação com melhor aproveitamento técnico ao longo de todo o campeonato.

Sobre a final do Potiguar 2012 o regulamento reservou apenas o artigo 5º e seu parágrafo único. Fica claro, de início, que em caso de empate não ocorrerá prorrogação ou disputa de pênalti como ocorre em ocorre nas demais ocasiões. A análise do caput do artigo supra traz duas interpretações. Na primeira podemos entender que foi omissa o regulamento em relação aos critérios de desempate na final, sendo que a menção ao artigo 6º faz alusão ao desempate para definir qual equipe será a mandante na segunda partida da final, isto é se ocorrer empate no somatório dos pontos de todas fases da competição, para estabelecer o mandante do segundo jogo, deverá ser observado os critérios do Art. 6º.

Antes de exibir a segunda possível interpretação, resta-nos mostra o citado artigo 6º que diz:

Art. 6º - Ocorrendo empate em números de pontos ganhos entre duas ou mais associações em qualquer Turno ou Fase, serão aplicados os seguintes critérios de desempate, pela ordem e sucessivamente, exclusivamente em cada Turno ou Fase:
1º) Maior número de vitórias;
2º) Maior saldo de gols;
3º) Maior número de gols marcados;
4°) Confronto direto;
5°) Sorteio.

A outra interpretação possível é de que os critérios do artigo 6º deverão ser aplicados em caso de empate no placar agregado da final o que ensejaria a realização de sorteio para se definir qual equipe receberá o título de campeão potiguar.

Vejamos um exemplo:

Se no primeiro jogo da final o América vence, no estádio Nazarenão, por 1 a 0 no jogo de volta, no Frasqueirão, o ABC vence por 3 a 2 teremos um igualde de pontos. Para de desempatar deveremos recorrer ao artigo 6º, considerado apenas os dois jogos da final. O primeiro critério é maior número de vitória dá uma pra cada, no maior saldo de gol temos que o América e o ABC ficaram com saldo zero. Ambas as equipes marcaram três gols e no confronto direto temos uma vitória pra cada. Como ocorreu empate nos quatro primeiros critérios deveremos recorrer ao sorteio.

É absurdo uma competição importante como Estadual conhecer o seu campeão através de sorteio. É, também, uma afronta aos princípios esportivos. Olha que a possibilidade de ocorrer esse sorteio não é tão pequena.

4 comentários:

Breno Cardoso disse...

desde muito tempo o regulamento do estadual é "CTRL-C", "CTRL-V" dos anos anteriores e nunca muda essa parada do sorteio....... Nessas histórias, já tivemos confusão em 2008 na semifinal do semifinal turno, quando teve aquele sorteio lá de Assu x Santa Cruz que, voltaram o jogo em campo neutro e ele foi decidido nos pênaltis

daniel gouveia sobral disse...

ele vai corrigir essa cagada como fez da outra vez, sobre a divisao da renda, com uma nova resolução durante essa semana estabelecendo outros criterios. RIDICULO!

Múrcio disse...

O assunto é outro, mas peço permissão para tocar num assunto que está causando dúvidas, por que nem o site do Abc fala, mas o bolg do gringo, entre outros estão comentando: a suspensão de Boaventura.
Eu queria saber por que só o Abc tem que ser punido? O Boaventura só foi expulso por que peitou o Xuxa depois que este entrou violentamente numa jogada premeditada, sem nenhum perigo para eles por que foi no ataque e na lateral do campo, conforme a súmula (vejam a foto nos blogs esportivos). Depois foi absolvido juntamente com o agressor (que já era reincidente). Por que agora vai ter que ser julgado novamente? Só para pagar a suspensão automática? Por que o agressor (está lá na súmula: agressão) não foi punido?
Por que só o Abc é punido em casos que ninguém foi punido. Lembro-me muito bem quando usamos um jogador irregular no brasileiro de 1972 e fomos punidos por cinco anos de afastamento do campeonato. Qual clube no mundo foi punido com esta severidade? Qual clube foi punido por que um torcedor supostamente teria feito um “arremesso de cuspe” num árbitro em dia de chuva do alto de uma arquibancada? Qual jogador foi punido por um comentário na internet (caso de Leandrão contra o Vasco)?
Vamos abrir o olho da diretoria Abc. Nós somos grandes para continuar perdendo fora de campo.

BLOG DO MÚRCIO - http://edmurcio.zip.net/

Anônimo disse...

Faltou a questão dos jogos nomeio da semana,na TABELA feita pra agradar alguns.

A FNF prejudicou muitos times(como o ABC), para beneficiar o nosso concorrente que teve apenas 1 jogo em casa no meio de semana, TODOS os demais jogos em casa foram no final de semana.