domingo, 4 de dezembro de 2011

RIP Sócrates


O futebol brasileiro ficou mais burro com a passagem do ex-jogador Sócrates. Craque dentro e fora de campo, o exemplo a ser seguido por quem joga futebol, ou seja: além do ofício dentro de campo, o jogador precisa estudar p/ administrar o seu pé de meia.


Independente das convicções do atleta e dos seus vícios que o vitimou, era um dos poucos jogadores que valia a pena ouvir e conversar, dada a sua boa formação intelectual. Muito diferente dos bonecos de ventríloquo milionários de hoje (Edson Arantes do Nascimento, Ronaldo Lima) ou das antas batizadas com talento excepcional p/ jogar futebol (Neymar). Isso sem falar nos enganadores com implante de intestino grosso na caixa craniana (Denilson, Robinho).

Descanse em paz, Doutor.

Gustavo Lucena

Nenhum comentário: