sábado, 25 de junho de 2011

ABC venceu e eu sobrevivi a Malaquias

Em um jogo dramático, o Mais Querido conseguiu sua 3a vitória na Série B, mantendo a invencibilidade a 1 ponto da liderança e derrubando mais um clube que teoricamente é um dos que brigam pelo acesso.

Não foi uma vitória perfeita, o time apresentou virtudes e falhas que precisam ser sanadas com urgência para evitar vexames no futuro.

No setor defensivo a grata surpresa foi Leonardo, que fez uma boa partida reeditando sua melhor fase e tudo indica que até o retorno de Irineu ou até a próxima pixotada fatal, ganhará a titularidade.

No meio campo, Basílio foi um Leão, um Monstro, um Cérbero, enfim, foi um terror para o meio do Náutico, destruindo o setor criativo do time recifense. Bileu voltou a jogar bem e Cascata - que pode estar fazendo seus últimos jogos pelo Mais Querido, pois segundo alguns torcedores ele foi visto na Polícia Federal para atualizar seu passaporte - mais uma vez ficou sobrecarregado com 3 ou até mesmo 4 jogadores lhe marcando. Basílio não jogará contra o Sport, mas para quem tem Ricardo Oliveira no banco, dar para dormir tranquilo. E o Cara é tão fuderoso que, mesmo improvisado de atacante conseguiu ser mais operante que Malaquias.

E Nêgo esteve muito bem na ala direita até se machucar. Pio entrou em seu lugar e o poderio ofensivo declinou, já que no lado esquerdo Renatinho esteve mal.

Quanto as falhas, por incrível que pareça a mais delicada continua no ataque. Bombinha e Leandrão são jogadores de área e não têm velocidade para puxar contraataques e quando vão ajudar a defesa deixa o ataque vazio, já que eles não conseguem ganhar corrida para os defensores adversários na hora do contragolpe. Hoje, na hora em que o Náutico tinha uma jogada ofensiva de bola parada na área, tanto Bombinha como Leandrão estavam na defesa, apenas Cascata ficava no meio, marcado por 3 atletas. Tivesse o ABC um atacante veloz e habilidoso, talvez tivéssemos vencido o jogo por um placar mais dilatado.

As mudanças de Leandro Campos foram acertadas, exceto a entrada de Malaquias, que merece um capítulo a parte. Até quando o treinador vai continuar insistindo nesse limitado jogador? Ele é uma verdadeira enceradeira, só dar passo de ladinho, não é ousado e hoje mostrou ser um perna-de-pau ao dar aquela furada bizarra. Alguns torcedores riram, eu tive um ataque de raiva, achei que minha cabeça ia explodir com o gol perdido. Malaquias se junta aos reis dos gols perdidos Fábio Silva, Ronaldo Capixaba e Valdir Papel, que foram outros 3 atletas que quase mataram este blogueiro de AVC.

O time do ABC não terá folga, pois terça-feira, na véspera de aniversário enfrentará o Globeleza da Série B lá na Ilha do Retiro. Mais uma batalha dura, mas sou mais o ABC, ainda que o time seja escalado com Piu, Bileu e mais 9.

Gustavo Lucena

Nenhum comentário: