quinta-feira, 14 de abril de 2011

Time titular é bom, mas o elenco é limitadíssimo

E o peso da falta de peças de reposição no elenco do ABC só aumenta a cada dia.

Quem achava que problema de elenco reduzido só surtia efeito na Copa do Brasil - eu estava incluído neste bolo - agora tem que se preocupar com o Estadual.

Depois do jogo de ontem a situação complicou de vez.

Muito embora tenha 3 pontos de vantagem sobre a concorrência, a situação começa a ficar preocupante, pois na situação atual o ABC seria obrigado a disputar uma final de turno contra o rival. E clássico é clássico, tudo pode acontecer.

O ideal seria o ABC liquidar a fatura do turno sem precisar do jogo final. Tendência que vai ficar mais difícil agora.

No entanto, a preocupação maior, evidentemente, é o elenco reduzido.

Está mais do que provado que a onzena titular é um bom time, capaz de peitar com honra os poderosos do futebol.

Porém, no dia em que esta onzena não puder atuar, aí é um salve-se quem puder.

Ontem, além de Cascata, a dupla de zaga se contundiu durante o jogo. E era nítida a queda de qualidade.

No ataque, a situação é bem mais grave em razão da má-fase vivida por Éderson e Leandrão e da falta de qualidade de Ray. João Paulo tá fazendo uma falta danada, pois ele era diferenciado.

A diretoria pisou na bola ao não contratar com afinco para o Estadual, após a perda do 1º turno e  não ter dispensado atletas que certamente não ficarão para a Série B.

Outro agravante: alguns pratas-da-casa, que poderiam estar compondo elenco e quem sabe tendo a chance de mostrarem serviço encontram-se emprestados a outros clubes, em especial ao Santa Cruz.

E os jogadores caseiros que estão compondo o elenco do ABC são extremamente verdes, na faixa dos 17 anos. É arriscado colocá-los na fogueira agora, muito embora jogadores como Renatinho Carioca, Jackson, Gabriel e Ray já tenham demonstrado que nada mais têm a acrescentar ao futebol do ABC.

Enfim, o Estadual se tornou algo complicado, apesar da qualidade técnica dos adversários não assustar, porém o fato de que o rival está apenas 3 pontos do Mais Querido preocupa e muito.

Gustavo Lucena

Um comentário:

Eduardo Jr disse...

Gustavo, boa tarde. Acho que no décimo primeiro parágafo, você tem que colocar um "Não" entre as palavras "e" e "ter", ficando assim a frase: "...após a perda do 1o. turno e NÃO ter dispensado atletas que certamente não ficarão para a série B.". E ratificar que você cita pelo menos os 4 que devem sair primeiro: R. Carioca, Ray, Jackson e Gabriel.
Abraço,
Eduardo JR