segunda-feira, 11 de abril de 2011

Cancelem a Copa em Natal

É estarrecedora e revoltante a notícia dada no Tribuna do Norte ontem (10/4/2011).

Não é um tapa na cara do povo norte-rio-grandense, mas um soco que cumula a força dos punhos de Éder Jofre, Cassius Clay, George Foreman, Mike Tyson, Evander Hollyfield e Acelino Freitas, só para ficar em alguns dos mais famosos monstros sagrados do boxe de todos os tempos.

Então quer dizer que o único legado da Copa do Mundo, além do elefante branco, será uma enorme conta a ser paga através dos impostos?

Meu amigo, tem que mandar a Copa, a FIFA, a cbf para Plutão!

Isso é uma violência ao bom-senso.

Então quer dizer que vão gastar R$ 1 bilhão apenas para construir um estádio e só?

Até quando o natalense/norte-rio-grandense continuará a ser otário e ingênuo em acreditar em um glorioso legado?

Estão querendo realizar em Natal uma Copa da Alemanha mesmo que a cidade esteja num patamar de uma miserável cidade africana.

Estou pagando para ver uma Copa realizada numa cidade cujas praias estão favelizadas e abandonadas, onde o lixo não sai da frente de sua casa porque não existe local para depositá-lo, o IPTU é o fim da picada, as escolas municipais não oferecem a mínima condição de ter aula, os hospitais públicos oferecem doença ao invés de cura, a burocracia municipal retrocedeu 80 anos tamanha é a bagunça, a prefeita todo dia zomba da nossa cara ao viver farreando no eixo RJ-SP e dar as costas para os administrados, se negando a cumprir compromissos necessários, as atrações turísticas e culturais inexistem, o preço dos combustíveis são criminosos, o meio ambiente é constantemente estuprado com a destruição de árvores e construções históricas para o erguimento de espigões de 50 andares e com estética medonha, os ônibus são sucatas ambulantes e ainda por cima não atendem a demanda da população, as vias de trânsito estão interditadas pelo excesso de carros e a falta de espaço para se locomover, o principal Aeroporto é uma lenda urbana, as ruas mais parecem pistas de rally tamanha a quantidade de buracos, os ciclistas são tratados como insetos e quem clama pela criação de ciclovias é tratado com chacota.

Enfim, Natal está um lixo de cidade, viver aqui está caro e insuportável, quero ver como ela receberá e tratará os turistas que virão em 2014, principalmente porque a maioria deles estão acostumados a receber um bom tratamento por onde passam, independente da origem deles, seja europeu, seja africano, seja asiático.

E este é o quadro escroto que se desenha, e tudo indica que a Copa será um evento que não trará qualquer benefício para a cidade a não ser que...o natalense crie vergonha na cara e seja mais sociável. É preciso um trabalho de formiguinha em que cada um de nós veja o quão maligna está sendo a condução de todo esse processo de preparação para a Copa.

É preciso dar um não aos empreiteiros e políticos que só pensam no próprio bolso e estão pouco se linchando para o Estado e a cidade.

Na semana que passou a classe média e pequena burguesia natalense se organizou para protestar contra o criminoso aumento do preço da gasolina e os resultados parecem surgir, com o Ministério Público caindo na real e detectando a existência de um poderoso cartel na cidade. No entanto isso é muito pouco, pois tal atitude se deu porque atingiu apenas a individualidade.

É preciso que essas pessoas que tiveram o privilégio de ter uma educação e conscientização mais acurada liderem movimentos no sentido de que as prioridades de Natal e do RN são outras, tais como ajeitar as escolas e os hospitais públicos, zerar e despoluir as praias urbanas e lutar para que se construam metrôs e ciclovias, e não apenas para que os combustíveis baixem.

Assim quem sabe acuemos os donos do poder, mostrando que a priodidade do RN é zerar a cidade e não promover uma farra do boi que só durará 15 dias e quem pagará a conta somos nós. Se for preciso evitar um mal maior que são as dívidas, que seja cancelada a Copa em Natal e ponto final, mandando a FIFA, a cbf, o COL para Punta Del Este e forçando as autoridades e empreiteiras a pagarem sozinhas a fatura da irresponsabilidade.

Gustavo Lucena

6 comentários:

Nildo Requião disse...

Em relação a Salvador, tudo o que foi descrito no texto, se encaixa perfeitamente à capital baiana. E mais, o nosso maior elefante branco chama-se metrô, que vai de lugar algum para lugar nenhum.
Parab´nes por expressar tão bem as reais necessidades do povo norte-rio-grandense e que se estendem ao povo nordestino em geral.

Anônimo disse...

Que texto despropositado.
Este papo de 1 Bilhão só pro estádio é balela. Existem projetos já aprovados de melhorias na vias de Natal e no saneamento.
É ingenuidade infantil achar que sem a copa os recursos viriam, ou que os políticos da taba se mobilizariam pra trazer melhorias à cidade. Que vão haver desvios e superfaturamento, não tenho a menor dúvida, mas me diga uma obra que não teve, com copa ou sem copa?
E que papo é este de "pequena burguesia"? Em que planeta você vive?
Tá fumando maconha estragada?
Ou vc é da máfia dos postos, ou é mais um metido a sociólogo de buteco.
Este blog já foi bem melhor.

Carlos Dantas - Torcedor e terráqueo.

Diego Ivan disse...

Realmente este blog já foi melhor, e mais bem frequentado também.

Carlos Dantas, você leu o texto do Gustavo e o da Tribuna do Norte?

Parece que não, por que se você tivesse lido os dois textos iria perceber a preocupação do Gustavo Lucena.

Investir um dinheiro num elefante branco, sem que Natal receba nenhuma obra estruturante é realmente um fracasso.

Principalmente pq o dinheiro e os projetos já estão prontos. Só que pra essa grana ser liberada, a nossa Prefeita tem que deixar as contas da Cidade no azul. Do jeito que estão as contas, não teremos investimentos em Natal. Ficaremos só com a bomba.

Amigão raciocine, sou a favor da Copa em Natal, mas obrigatoriamente seguida de obras que auxiliem a sociedade como um todo. A Arena das Dunas já é e será uma bomba maior que o Machadão já o é.

Abraço!!!

Gustavo Lucena disse...

Das 2 1:

Ou o Carlos Dantas fez um curso de leitura dinâmica fajuta e não leu o o texto postado e o da TN, ou recebe orelhinha p/ bajular e defender as pessoas que foram atacadas aqui na coluna (Prefeitura, Governo, cbf, COL, FIFA).

Se eu fosse da máfia dos postos não estaria escrevendo hoje, pois depois do texto que postei, certamente estaria no mínimo desaparecido.

Sociólogo de buteco, anormal seria se eu não fosse, pois o homem é um ser social e fatalmente terá que se envolver de uma forma ou de outra com a sociologia. Acho o maior barato discutir sociologia regado a uma cerveja Skol, Bohemia ou Smirnoff, muito embora beba apenas 1 ou 2 copos. De preferência acompanhado de bom filé com fritas.

Quanto a maconha estragada, nem vale a pena comentar, afinal, isso não foi uma crítica, mas um coice. E ser humano não dar coice.

Anônimo disse...

Hummmm...
Só falta o outro "blequi eice" pra vir defender o gustavinho marciano, do malvado Carlos Dantas.
Quando as melhorias ocorrerem na cidade devido a copa, sejam coerentes e não as usufruam.
E quero ver guguinha andando de busão e/ou bicicleta, afinal quem luta por combustível barato é "coisa de burguês".
Carlos Dantas, mais terráqueo ainda.

Black Ace disse...

Americano orgulhoso detected!!!

Voltou a infestar hein???