quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Análises do futebol


Já disse mais de uma vez que a minha praia não é análise de jogo, isto deixo nas mãos de Diego e Gustavo que o fazem muito bem, mas quero deixar a minha observação sobre os comentaristas das nossas fantásticas rádios AM ou FM que cobrem os nossos times. Vou pegar o jogo contra o retrancado Alecrim de Retranqueiro Teixeira. Todos os comentaristas falaram mal do ABC durante e após o jogo, e teceram elogios a "forma de jogar" do Alecrim FC, aí eu fico sem entender nada... Já imaginaram se o ABC joga daquela forma e com o verdinho dando suor o tempo todo, o que iriam falar sobre o Alvinegro???

Sacaram a diferença de análises???

O que é defeito pra um, vira virtude em outro.

Não pode!!! A análise tem que ser feita de forma correta e com isenção, o esquema de jogo e o seu desenrolar tem que ser observados com parâmetros definidos do que é bom ou ruim, independente do time que estiver jogando.

Tem que acabar com esta história de ter pena de time pequeno e valorizar o anti-jogo destes times.

Tem que acabar a história de só meter o pau nos times grandes, mesmo quando ganham (exemplo de ontem).

Futebol é resultado...

Sempre foi!!!

Pergunte a algum velhinho que acompanhou o Maracanazo de 1950, se ele não preferia ter o Brasil jogado ruim e ter ganho aquela final.

Abraços a todos os alvinegros.

P.s. Só pra constar, cês não tão peninha do mequinha não???

Huahuahuahauhauhauaha

Eu não...

2 comentários:

Gustavo Lucena disse...

O mais grave é a inversão de valores da crônica local que vem acontecendo desde 2007.

O time joga mal, mas vence (no caso o ABC), aí a imprensa desce o sarrafo.

No entanto, no lado rouge da força é impressionante como eles blindam com informações positivas: "japecanga joga bem, mas perde"; "derrota com gosto de vitória", "perdeu, mas convenceu", etc.

Diego Ivan disse...

Isso não é novo, novo seria o contrario ou até mesmo uma reação imparcial entre as duas equipes.

Agora sobre vencer jogando feio ou bonito. É claro que é melhor ganhar jogando bonito, é o objetivo do futebol. O problema é que hoje em dia a turma vibra com jogos feios, o anti jogo como o do ultimo domingo.

Vencendo ou perdendo, a quem vibre com joguinho meia boca da Seleção do Dunga. Eu não...

Agora vem a relativização do tema. O que se esperar de uma equipe como Alecrim, treinado por um técnico notoriamente estrategista como Ferdinando, retranqueiro sim apesar da vergonha do próprio em admitir, mas conhecedor das limitações do seu elenco. O espanto da mídia com o resultado final do jogo se deu por foi diante de um franco favorito. Normal que os não ABCdistas adotem o verde já que o vermelho só decepciona, traduzindo-se em um verdadeiro oba-oba fora de hora. Normal.