sábado, 10 de julho de 2010

Copa do Mundo #92

Pronto, agora só falta uma partida para o final do Mundial na África do Sul, Uruguai e Alemanha fizeram mais um bom jogo neste Torneio. O 3 a 2 foi um presente para os telespectadores, jogo com duas viradas e um golaço de voleio do Diego Forlan para o Uruguai. 

As campanha de Alemães e Uruguaios podem ser consideradas como surpresas, por motivos diferentes é verdade. 

O Uruguai veio para a África carregando um peso de 40 anos sem uma boa participação em Mundiais, desde 1970 quando terminou a Copa do México na 4ª colocação. A boa campanha em 2010 é fruto de um trabalho sério nas categorias de base, que ao longo da ultima década revelaram jogadores como Soares, Cavani, Forlan, Fucile, Lugano, Arevalo Rios, Maxi Pereira e Cáceres. Todos eles foram destaque nas Seleções de base celeste, alguns mais outros menos, mas todos tem experiencia em sua Seleção desde o sub-17. Se o quarto lugar na Copa 2010 não represente um reingresso Uruguai a elite do futebol Mundial, pelo menos mostra que o trabalho de base está sendo bem executado pela AFU(Assossiacion de Fútbol de Uruguai), podendo inspirar novos rumos também nos clubes. 

A Alemanha bebe da mesma água, de maneira forçada é verdade, mas a base é o segredo da boa campanha. É claro que as contusões de jogadores titulares durante a preparação ajudou, mas o fato é que a Alemanha formou um elenco com 7 ou 8 jogadores de 20 anos de bastante potencial. Jogadores que praticamente estrearam na Seleção principal já no Mundial. Os destaques Marin, Kross, Khedira, Müller e Özil, foram recentemente campeões Europeus sub-21, além de jogadores como Kiessling, Neuer, Boateng, Aogo, Tasci e Jansen, que junto aos garotos certamente formarão o time no Mundial de 2014 realizado no Brasil.

Cada equipe com sua característica, mas é isso que deixa o futebol interessante.

Ficha Técnica

Alemanha(3): Butt, Boateng, Mertesacker, Friedrich e Aogo; Khedira(1), Schweinsteiger, Müller(1) e Özil; Jansen(1) e Cacau (Kiessling). Técnico: Joachim Löw.

Uruguai(2): Muslera, Fucile, Lugano, Godín e Cáceres; Pérez (Gargano), Arévalo Rios e Maxi Pereira; Forlán(1), Suárez e Cavani(1). Técnico: Oscar Tabárez.
Photobucket

Nenhum comentário: