quarta-feira, 7 de julho de 2010

Chutando o pau da barraca da imprensa em 3 atos e fotos

Nesses dias minha agenda tem estado um tanto comprometida, tem aparecido muito trabalho pra dar conta, por isso fiquei um tempo sem postar minhas abobrinhas por aqui. Mas minha memória continua de elefante e falarei sobre

Casal Venal

Sexta-feira passada, chegando na casa de praia dos meus pais, me deparo após o jantar com o Jornal Nacional.

O sorriso cínico do casalzinho global era patente.

Ambos com cara de felicidade porque o time comandado por Dunga, o algoz da Vênus Platinada, aquele que cortou a suruba da imprensa com o time, se deu mal.

E esses papangus ainda tentaram enganar o telespectador, dizendo que torciam para o Brasil e pregando o pachequismo irracional.

Ficou patente que ambos são do mesmo nível de jornalistas vagabundos daqui da taba, dependentes das orelhinhas dos poderosos.

É o casal venal da imprensa. Pague-lhes uma generosa orelha, tratem eles a ovomaltino, leite e pêra, que eles te tratarão como um rei, mesmo você sendo um canalha ladrão.

Covardes e coniventes com a destruição do futebol brasileiro


Segunda-feira que passou será marcada como o dia em que se transmitiu o pior programa de entrevistas de uma personalidade, capaz de destruir a reputação dos entrevistadores.

Não vi o "Bem Amigos", mas a repercussão negativa de tal programa na Internet resumiu muito bem o que aconteceu por lá.

Galvão Bueno e Renato Maurício Prado destruíram as suas respectivas credibilidades como profissionais da imprensa ao organizarem e comandarem um programa com o fito de levantar a bola do todo-poderoso da cbf, o sr. Ricardo Teixeira, e ainda por cima chutarem o cadáver do Dunga.

O relato de Jorge Kajuru resume tudo:

Que podridão!Galvão ao vivo no SPORTV entrevista Ricardo Teixeira e começou chamando-o de Dr.Que covardia! O vigário Ricardo Teixeira e os bem inimigos estão massacrando o Dunga. Pelas costas e só após copa. Que hipocrisia!


Meses atrás ambos viviam bajulando e beijando a mão do capitão do tetra de 94. Como sujeitos que tinham esse contato, deveriam ao menos se darem o respeito e não terem realizado tal barbárie.

Mas se rebaixaram ao esgoto do jornalismo e organizaram um programa nojento.

Eu diria que esse programa foi um atestado definitivo de que a Globo é conivente com a falência do futebol brasileiro e que farão vistas cegas para qualquer notícia de irregularidades na organização da Copa de 2014.

Então meus amigos, acho que ela não tem mais autoridade moral para noticiar sobre mensalões, sanguessugas, panetones, etc.

Quando vocês verem na TV um Alexandre Garcia, um Renato Machado, uma Miriam Leitão, um William Bonner, uma Fátima Bernardes, um Galvão Bueno, uma Ana Maria Braga, um Luciano Huck, etc., todos eles demonstrando indignação com a corrupção no Brasil, não levem a sério. Será a mesma coisa que ver um Joaquim Roriz, um Paulo Maluf, um José Roberto Arruda, um ACM, um José Sarney, um Daniel Dantas, um Jorge Bornhausen indignados com as roubalheiras no Brasil.

Omissos e desrespeitosos



Lamentável também a postura dos politicamente corretos cronistas da ESPN Brasil.

Também não vi o programa "Linha de Passe", que relatou sobre a desclassificação da seleção, mas soube pela internet e que a turma do Juca Kfouri (quem diria!), José Trajano, etc. passou o programa descascando exclusivamente a dupla Dunga e Felipe Melo.

Chegaram inclusive ao cúmulo de mandarem um repórter a casa dos familiares do volante para perturbar e humilhar o sossego deles. Um jornalismo a la VEJA e programas do mundo cão. Quanta baixaria

E pelo que soube, contra o Ricardão, um dos co-responsáveis por tudo de ruim que está acontecendo com a seleção brasileira e o futebol brasileiro (a Rede Globo é a sócia na missão do eterno genro de João Havelange em acabar com o futebol daqui), não foi proferida nenhuma palavra. Mas aqui fica o benefício da dúvida, o que não é capaz de perdoar pela cagada que fizeram.

Gustavo Lucena

Photobucket

3 comentários:

Anônimo disse...

so descordo em um ponto com vocé. agente so perde o que tem e esses dois jornalistas não tem credibilidade nenhuma! dois bossais imbecis que se acham a ultima bolacha do pacote.

Diego Ivan disse...

Sobre o texto: Alguma surpresa? O pachequismo do Grupo Globo virou algo muito maior do que no tempo do Roberto Marinho, que apoiou o golpe militar na decada de 60. O problema é que agora a Globo não tem mais opinião sobre nada, o futebol é mais um desses casos onde a CBF é socia da TV.

O Video do programa "Muito, Amigos!" é esse. Se você tiver estomago.

http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM1295612-7824-BEM+AMIGOS+AFRICA+RICARDO+TEIXEIRA,00.html

Sobre a ESPN: Não ocorreu nada disso que você falou. Eles passaram todo o Linha de Passe tentando evitar o linchamento, e creio que eles conseguiram. Eles também não enviaram ninguém para casa de ninguém, mandaram sim antes da merda como em todos os canais, depois não.

Agora e ESPN sempre foi critica do Dunga, nunca aceitou o Dunguismo e deixou isso muito claro no programa. Eles apenas reafirmaram tudo aquilo que sempre falaram durante 4 anos do Dunga. Não fizeram como alguns oportunistas que só perceberam a bomba que era o Dunga por que perdeu para a Holanda.

Abraço!!!

Anônimo disse...

Em relação à Globo, já se conhece sobejamente como ela (aliás, todo o Sistema Globo de Comunicação) começou. Começou de maneira suja, com ligações financeiras mais que suspeitas com o Grupo "Time-Life" americano. O livro "O Capital Estrangeiro na Imprensa Brasileira", de Nélson Werneck Sodré, denuncia bem o que aconteceu. Em razão disso, até hoje têm o rabo preso ao Tio Sam. Portanto, o passado condena a Globo.

Quanto a Ricardo Teixeira, duas coisas seriam suficientes prá ele ser expulso da CBF e responsabilizado: 1) o "regulamento" da Copa União de 1987, em que se obrigava o Campeão da Série A a enfrentar o Campeão da Série B, prá se determinar o Campeão Brasileiro, uma ABERRAÇÃO!; 2) as duas "viradas de mesa" do Fluminense (1997 e 2000), atropelando todos os regulamentos, a moralidade e a decência. Até hoje, 10 anos depois, o Flu disputa, a meu ver, irregularmente a Série A do Campeonato Brasileiro. E acabou de ser campeão!!! Rede Globo e Ricardo Teixeira são duas faces da mesma moeda: desonestidade, imoralidade, um constante tapa na cara do ingênuo e tolerante povo brasileiro.