quarta-feira, 9 de junho de 2010

0 a 0 com gosto de 0 a 0

O jogo terminou 0 a 0, evidente que foi ruim, todos preferem jogos com gols. 

Agora citando um dirigente hemorrágico, devidamente turbinado de todynho, ao resumir o jogo. “Foi um jogo de um time de Série B contra um de Série C”

Concordo em gênero e numero com o dirigente cachacista juramentado do lado de lá, agora eu pergunto: Se alguém chegasse hoje no Frasqueirão, sem saber do que se tratava, qual dos dois times essa pessoa cravaria que estava na Série B? Sugiro bafômetro nessa turma, e sugestão; Se beber não contrate...

Sobre o Jogo.

Um bom jogo, cheio de passes errados é verdade, mas que agradou pelo clima de Clássico. O ABC a meu ver errou sobre maneira no primeiro tempo, quando não conseguia sair por jogo com a bola pelo chão. A insistência nos chutões só favoreceu o adversário, que conseguiu maiores oportunidades. Quando a bola foi pro chão a coisa mudou de figura, ABC atacando com muito mais perigo. 

No início do segundo tempo, o ABC voltou pressionando muito no jogo. Em vários momentos o ABC não abriu o marcador por capricho, já que até bola na trave conseguiu. Na briga das substituições o adversário se sobressaiu, o técnico rival agiu bem e freou o impeto Alvinegro, além de chegar com alguma qualidade. O técnico do ABC, Leandro Campo foi incapaz de supera seu rival ao substituir no jogo, colocou o Ederson no lugar do Zulu, Everton César no lugar do cansado Ricardo Oliveira e aos 45 minutos Felipe Moreira no lugar de João Paulo. 

A verdade é que Leandro Campos demorou muito a responder as modificações, pior do que isso foi ficar passivo, com uma substituição por fazer e não tentar modificar o jogo. 

É como eu disse, 0 a 0 com gosto de 0 a 0.

Zulu: Como minha expectativa sobre Zulu não são altas, não fiquei chocado com o desempenho dele no jogo de hoje. Veja bem, eles não esteve bem, mas o ABC não jogou de maneira a aproveitar o corpanzil deste atleta. Poucas jogadas de linha de fundo, poucas bola alçadas na área.

Ronaldo: Foi muito mal, se o futebol dele for esse do jogo de hoje fica muito complicado. Tanto é assim que, o morgadaço Berg, conseguiu um brilhareco em cima do Ronaldo. No apoio, o lateral direito foi brincadeira.

Renatinho: Muito mal, mal mesmo. Não fez nada no jogo de hoje, não conseguiu brilhar nem nas cobranças de falta.

Volantes: Brincadeira esse Basílio, é um monstro na pegada. Cobriu as costas dos laterais e do Ricardo Oliveira, já que Ricardo Oliveira apesar da excelente técnica não tem o melhor condicionamento físico.

O ABC volta a campo no próximo sábado, as 18:00hs em Salvador, quando enfrenta o Vitória. Jogo da TV.

Ficha Técnica

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Publico: 7.465 presentes.

Árbitro: Emerson Luis Sobral/PE.
Assistente: José Pedro Wanderley/PE.
Assistente: Marcelo Neves/PE.
4º árbitro: Pablo Ramom Gonçalves/RN.

ABC(0): Wellington, Ronaldo, Tiago Garça, Leonardo e Renatinho; Basílio, Ricardo Oliveira (Everton César), Claudemir e Cascata; Zulu (Éderson) e João Paulo(Felipe Moreira). Técnico: Leandro Campos.

América(0): Rodolpho, Edson Rocha, Asprilla e Jackson; Juninho, Emerson, Júlio Terceiro (Thoni), Saulo (Sandro) e Berg; Flávio (Fábio Neves) e Ronny. Técnico: Gilmar Iser.
Photobucket

5 comentários:

João Farias disse...

Eu assisti ao jogo pelo canal Esporte Interativo e vi outro jogo. Uma pelada de dois times fracos. O primeiro chute a gol só saiu depois de 30 minutos do primeiro tempo. Muita correria e quase nenhuma técnica. Com esse futebol vai ser difícil o ABC subir e o América tem tudo para se juntar ao alvinegro na série C. Para completar a mediocridade, o público não foi o esperado pelos dirigentes do ABC, que falavam em 15.000 torcedores. A única coisa justa no jogo foi o placar 0x0, pois a bola tem vontade, quando faltam com o respeito a ela.

Vicente Prudêncio disse...

Esse Zulu é uma piada...

E vc falou em corpanzil... Corpanzil??? O cara tá mais para Olívia Palito...

Meu Deus do Céu, brincadeira esse cara...

Paulo Henrique disse...

Carta para os leitores do BPA

Diego

Ontem fiquei sabendo de uma notícia que me deixou muito triste. Enquanto o lateral do ABC começou e terminou o jogo sem cruzar uma bola de qualidade na área, fiquei sabendo que Bosco ainda está em Natal e a disposição de jogar no ABC.
Soube também que Bosco não vai ser contratado mesmo o ABC estando carente de um lateral direito. A informação que tenho é que por ter sido um jogador contratado por Judas Tadeu ele não interessa a Rubens.
Niguém se salvou no ABC de 2009 por que Judas não pagou os salários e tirou o bicho e Bosco não pode ser culpado pelo rebaixamento.
Bosco continua em Natal e seu pecado foi ter sido trazido por Judas. Fico muito triste pelo que escutei. Admiro muito o presidente Rubens e acho Rubens um grande homem, mas não contratar Bosco quando um tal de Ronaldo não cruza uma bola na área é uma tristeza.
O ABC não pode fazer isso. O ABc não pode pensar assim. Isso é revanchismo.O ABC deve ficar acima das divergencias entre o departamento de futebol de 2009 e 2010.

Paulo Henrique disse...

Diego, peço para você publicar a minnha carta num post.

Diego Ivan disse...

Paulo Henrique, vou publicar o seu texto, apesar de discordar completamente do seu ponto de vista em relação a passagem do Bosco pelo ABC.

Sobre a passagem de Bosco:

Na primeira passagem começou muito mal, sendo barrado algumas vezes pelo Ferdinando Teixeira. Se machucou e só voltou ao time quando foi deslocado para a esquerda e depois jogou na direita também. Aí sim, na reta final da Série B 2008 ele deu alguns brilharecos.

Na segunda foi um desastre do inicio ao fim, baixo rendimento técnico e tático, além de um péssimo condicionamento físico.

Não vejo como Bosco possa render o suficiente para ajudar o ABC, principalmente se ele estiver parado desde o final da Série B 2009. É esse o caso?

O Ronaldo ontem foi triste, mas o Bosco talvez não fosse melhor.

Detalhe: Bosco é ala e não lateral.

Abraço!!!!