terça-feira, 4 de maio de 2010

Homenagem ao Negão

Apesar de saber que o Negão já está sendo muito bem tratado no Natal Hospital Center, não custa nada abrir espaço para coisas diferentes do nosso metier. Resolvi publicar uma poesia do Cypriano Marimbondo, que foi deixado nos comentários do post anterior em homenagem a Alberí. 
 
Poeta Cypraino Maribondo / cmgtpoeta@yahooa.com.br / esta é minha homenagem . esta poesia e minha

Alberi José Ferreira de Matos
“O Bola de Prata Potiguar”

Poeta Cypriano Maribondo (em 09/12/2009) – cmgtpoeta@yahoo.com.br

Alberi José Ferreira de Matos, o “Bola de Prata”
Em mil novecentos e quarenta e cinco, nasceu você.
O Pernambucano do Recife, com coração Potiguar.
Em mil novecentos e sessenta e oito, veio para o ABC.

Marcou dois gols, na estreia, contra o Ferroviário.
O seu belo futebol, logo aos ABCdistas , agradou.
Em setenta e dois, no ABC, ganhou a Bola de Prata.
Como centroavante, a Placar, e o Brasil conquistou.

Aqui em Natal, tambem jogou, no Alecrim e América.
Em Mossoro no Baraúnas, no Sergipe, Icasa do Ceará.
O mais importante para Natal, é a sua grande Paixão.
Seu ABC, Elefante Alvinegro, o mais querido Potiguar.

Seu belo futebol, ainda hoje, é pôr todos reconhecido.
Aqui no Rio Grande do Norte e pôr todos brasileiros.
O seu ABC, deu o seu nome ao Centro de Treinamento.
Alberi, nosso Bola de Prata, coração potiguar verdadeiro.

No ano de dois mil e um, o Jornal Tribuna do Norte.
Em pesquisa escolheu o time dos noventa anos do ABC.
A seleção de todos os tempos do elefante mais querido.
Com Hélio Show, Marinho Chagas, o camisa dez foi você.

Seguidos pôr Sabará, Alexandre Menezes, Maranhão.
Edson e Danilo Menezes, Jorginho, Silva e Reinaldo
Alem dos onze titulares, também, Sérgio Alves, Fideles,
Juntos com Ivan Matos, no time do século, lembrados.

Mas para todos os ABCdistas que viram você jogar.
A “Camisa Dez” brilhou mais quando o dono era você.
A beleza do seu futebol, mostrou o ABC ao mundo.
Alberi, o nosso Bola de Prata, alma e garra do ABC.
Photobucket

Nenhum comentário: