terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Desrespeito com a torcida do ABC no Machadão virou rotina, infelizmente

Vou aproveitar o gancho do post abaixo do amigo Diego Ivan (Na aparência tudo bem, só na aparência) e também do post colocado no blog do Marcos Lopes (Torcedor tem que agir e reagir) sobre o desrespeito que a torcida do ABC vem passando nos clássicos no Machadão nos últimos anos e fazer o seguinte comentário:

- Desde 1990 que vou ao Machadão, e agora ao Frasqueirão, assistir aos jogos do Mais Querido (seja contra times considerados "grandes" ou "pequenos"), mas nos últimos anos, quando o clássico-rei é realizado no Machadão, com mando de campo do américa, ou seja, responsabilidade pela organização dos dirigentes do clube rubro, que o torcedor ABCdista, maior torcida desse estado, vem sendo tratado com um desrespeito tremendo e não vejo nada acontecer como punição para os organizadores do evento.

Em 2008, para mim, foi o cúmulo da falta de respeito, onde além de só liberarem um portão, a torcida do ABC ficou, inicialmente, apenas na parte de baixo da arquibancanda, totalmente espremida, e após muito tumulto com a PM, os policiais resolveram liberar a parte de cima das arquibancadas, mesmo contra a vontade dos dirigentes americanos, mesmo asim, a torcida do ABC continuou espremida e teve que assistir todo o jogo em pé, sem falar no empurra-empurra para entrar no estádio, subir/descer as escadas e sair do estádio, onde o risco de acidente foi grande, em virtude do formato das escadarias do Machadão e do escoamento ter sido apenas por um portão.

Após o ocorrido no fatídico clássico de 2008, resolvi no ano de 2009 não ir aos clássicos-rei no Machadão, temendo pela minha integridade física e estava disposto a fazer o mesmo em 2010 mas após conversa com o amigo de arquibancada Diego Ivan no jogo ABC x Santa Cruz, resolvi voltar ao Machadão no último clássico, pois é sempre muito bom acompanhar o seu time de coração no estádio mas, infelizmente, novamente presenciei a falta de respeito com a torcida do ABC, novamente apenas um portão para a entrada e o escoamento de toda a torcida do clube do povo, repetindo assim os problemas de risco de acidente nas escadarias do Machadão e da torcida ficar espremida e para completar, a demora para abrir o portão da torcida do ABC e a falta de policiais no entorno desse portão que acabou ocasionando todo o tumulto que já foi relatado em todas as mídias da nossa imprensa esportiva. Como costumo chegar cedo nos estádios, infelizmente, presenciei todo o tumulto.

Como não quero deixar de acompanhar o Mais Querido, independente em qual praça esportiva ele jogue, irei procurar os meios legais para que eu possa exercer o meu direito de cidadão/torcedor e, de acordo com o que rege o estatuto do torcedor, fazer a minha parte para que essa situação não ocorra mais.

papoalvinegro@gmail.com

5 comentários:

Diego Ivan disse...

Opa, levei foi um susto com um texto seu, hehehe, seja bem vindo de novo...

Fala Alex, ainda bem que meu pai remanchou muito antes de irmos ao Municipal, pelo menos nos livrou de mais este abuso, mas a reclamação na geral do estádio foi enorme.

Não sei o que essa turma do merrequinha quer, provar o que? que eles tem estádio? Só se fizeram novo, pq até ontem o Machadão é do município. Por isso acho que cada vez mais, o município, o ministério publico, as autoridades de um modo geral tem que tomar a organização desses jogos do merrrequiha. O ABCdista fica sempre vendido nessa brincadeira.

Abraço!!!!

Arthur Calife disse...

Diego Ivan e Alex Medeiros

A intenção do América foi a seguinte: Abrir primeiro os portões do américa e deixar o do ABC fechado, para que eles ocupasse logo aquela parte do antigo "Frasqueirão", e sendo assim não teria perigo da PM afastar.

Isso foi ordem daquele marginal travestido de digirgente, Alex Padangay. Só assim pra aquela torcidinha gay ficar com mais espaço. Mas ainda perderam em torcida.

Agora foi lamentável aquele senhor de 71 anos que levou uma pedrada na cabeça. Não tenho certeza, mas parece que ele morreu.

E outra. Como deixam as torcidas de ABC e América comprar ingresso na mesma bilheteria?? ABSURDO!

Agora, dia 28 de março tem o jogo da volta no Frasqueirão. A tendência é que seja mais violento ainda. mas pelo menos eu, Arthur Calife, ABCdista, tenho a certeza que serei bem tratado, entãi irei para o jogo.


Abraços!

Arthur Calife

www.abcdistasdecoracao.blogspot.com

Luciano disse...

Eu estava tb no portão 8 e presenciei toda a humilhação e absurdos promovidos pela direção irresponsável e medícre americana. PEssoas implorando para que os portoes fossem abertos devido a chegada em arrastão dos marginais da máfia e ninguém moveu uma palha!
Pedradas e bofetadas em gente de bem do ABC FC e nenhum policial!
A direção americana merecia ser processada por mais esse absurdo, sem falar nas inúmeras pessoas que compram arquibancada e acaba assistindo na geral, enquanto havia enormes claroes na torcida de vermelho!
Até quando teremos isso?
Vergonhoso!

Alex Medeiros disse...

Fala Diego, eu tb tomaria um susto com um texto meu depois de tanto tempo hehe, mas como amanhã estarei voltando ao batente, irei tb agora postar textos com mais frequencia :)

Olá Arthur, com relação ao senhor que levou a pedrada, graças a Deus ele não faleceu, o mesmo teve alta hoje pela manhã, segundo matéria nas edições on-nline da Tribuna e do Diário.

Com relação ao próximo clássico no Frasqueirão, acredito que seja mais tranquilo, pois tem sido assim nos últimos anos em nosso estádio e essa tb é a melhor forma de mostrarmos para a direção do mequinha e para a população de uma maneira geral como promover de maneira correta e civilizada um evento desse porte.

Um grande abraço.

Anônimo disse...

Viva a desonestidade.

Viva o América de Natal

Viva pelo fato do Sr. de idade de levado uma pedrada para felicidade do América.

Viva, viva, viva

Viva pelo fato deles terem conseguidos o que queriam pois a torcida do América ocupou o frasqueirão.

Vivaa a maldade, só depois da torcida do América ter ocupado o frasqueirão foi que foi LIBERADO O PORTÃO 8.

Viva o América que colocou em risco vidas humanas.

Que Deus perdoe tanta maldade.