quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Prego batido e ponta virada

Foram aclamados hoje o novo Presidente e Vice Presidente do ABC Futebol Clube, são eles, o empresário Rubens Guilherme Dantas e o Deputado Estadual Poty Cavalcante Junior.

Na mesma solenidade foi dada a posse ao Conselho Deliberativo eleito na ultima segunda-feira, além da eleição também por aclamação do Presidente e Vice Presidente do órgão regulador do Clube. A dupla Ivis Bezerra e Ricardo Furtado terão a incumbência de conduzir a reta final do novo Estatuto do Clube, que deverá ser aprovado até no máximo o dia 1 de fevereiro.

O encontro contou com uma excelente presença de publico, como não poderia ser diferente. O fato da renovação no comando do Clube e uma disputa eleitoral salutar, que culminou com as desistências dos outros dois candidatos e a eleição de Rubens, demonstram que o ABC ainda causa interesse de boa parte da sociedade Potiguar.

O certo é que a nova diretoria que deverá ser formada nos próximos dias tem uma batata quentíssima nas mãos, equacionar uma divida de 2.2 milhões de reais e um inicio de temporada bastante corrido.

Como bem lembrou o blogueiro Gustavo Lucena no texto anterior, Rubens e Poty tem que colocar em pratica algumas medidas que urgem; o alvinegro precisa se libertar de algumas idéias ultrapassadas e implementar uma política estritamente empresarial. Não se concebe no futebol moderno que algumas idéias ainda vigorem dentro do ABC, mesmo que alguns fósseis digam que a nossa realidade é diferente das dos grandes Clubes mundiais.

A dupla eleita vem com um cartaz imenso, tanto pelos apoios internos no Clube, quanto no investimento externo advindo de uma parceria com uma empresa farmacêutica. Mas isso apenas aumenta a responsabilidade dos eleitos, já que financeiramente eles estão bem calçados.

Quanto ao Presidente Judas Tadeu eu agradeço pelo tempo dedicado ao ABC, mesmo que hoje eu particularmente tenha algumas divergências quanto ao seu modo de dirigir o alvinegro. Agradeço pelo patrimônio criado, é inegável o que aconteceu durante a sua gestão.

Agora é entrar em compasso de espera, deveremos ter movimentação intensa neste final de ano, principalmente no que diz respeito ao futebol. Vamos aguardar e dar tempo a nova direção, tempo suficiente para ela mostrar serviço. Eu permanecerei por aqui, vigilante.

2 comentários:

Alex Medeiros disse...

Olá Diego Ivan,

Tenho o mesmo pensamento que o seu, e como vc tb, ficarei vigilante.

Um grande abraço.

Anônimo disse...

O problema de Judas foi a falta de habilidade política.

Foi se isolando, se isolando e terminou sozinho. A turma que ajudava com dinheiro foi indo embora.

Quando o ABC deixou de pagar bicho o time voltou para a zona em 2009. Um conselheiro foi perguntado se o conselho não ia ajudar a pagar o bicho para o time não descer, mas aí esse grande conselheiro disse que ia querer que o time fosse rebaixado para só assim Judas não conseguir se reeleger.

Isso um amigo meu ouviu de um conselheiro. Estou falando a verdade.

Isso mostra que o racha político era muito grande.

Aconteceu o que a cena política quis: abc rebaixado e Judas fora.

Futebol é política aqui e lá fora.

Após o fim da guerra política, agora é torcer para que o ABC continue unido outra vez.