terça-feira, 17 de novembro de 2009

Querem impedir que a democracia seja implantada no ABC

Corre a boca pequena a notícia de que alguns Sócios-Torcedores estão querendo ir a reunião do Conselho Deliberativo do próximo dia 19 para cobrar os seus direitos de escolher o mandatário no próximo triênio e para exigir que a eleição seja direta.

Este blogueiro é um entusiasta da medida e estuda seriamente a possibilidade de se fazer presente, só que não está no centro dessas articulações até o presente momento.

Acontece que o dublê de diretor de comunicação do clube, junto ao seus 2 subordinados que apresentam a pretensa "voz da frasqueira(?)", estão querendo impedir tal movimentação.

Um desses subordinados-que ironicamente foi degolado da assessoria de imprensa há cerca de 2 anos por este mesmo dublê de diretor- é um dos mais exaltados, fazendo acusações contra Conselheiros que supostamente financiam tais torcedores. Queria que este mesmo senhor provasse tal financiamento. O que se esperar de alguém que se orgulha de ser seguidor de um político papa-jerimum que despreza profundamente a democracia e a convivência pacífica entre idéias contrárias?

Na verdade, o que estão querendo é que a democracia não entre no complexo Vicente Farache.

Querem que o Conselho continue a ser um mero órgão referendador, sem qualquer poder de fiscalização ou veto.

Querem por que querem dar mais 3 anos para este modelo de gestão que encontra-se esgotado, ainda que o Estatuto do ABC possua empecilhos.

Eles não querem que o Sócio-Torcedor vote, eles não querem que um sujeito que pague R$ 40,00 mensais, mas que esteja em dia, não tenha a oportunidade de mudar a gestão de seu clube, ao passo que alguns Conselheiros subservientes, sem qualquer idéia para melhorar o ABC, até mesmo com anuidades em atraso, podem votar.

De qualquer forma, acho que a luta tem que começar. O Sócio-Torcedor precisa ter coragem e ciência de seus valorosos direitos dentro do clube.

Gustavo Lucena

Photobucket

9 comentários:

Luciano disse...

Exatamente Gustavo, o problema é a desarticulação dos sócios.

fernando disse...

agora esta mais do que claro o porque da falta de respeito com o socio torcedor.

Anônimo disse...

O direito ao voto do Sócio torcedor é uma causa justa, mas tão justa, q até hj ninguem teve coragem de assumir q é contra.

Até aí tudo bem, acredito q o sócio do ABC possa realmente almejar essa conquista.

Agora, é preciso ter cautela...cada conquista no seu tempo.

Deixar claro q o objetivo é simplesmente ESSE DIREITO.

Ora, se dá forma como é hoje já é difícil aparecer alguem disposto a torcar o barco(ASSUMIR A RESPONSABILIDADE, assumir é bem diferente de DIVIDIR por 5), com a pressão(e mais fiscalizzação, prestação de contas etc.) dos sócios isso tende a ficar mais difícil ainda.

Por outro lado, o ponto positivo(ESSE SIM)é a possibilidade de encorajar novas lideranças a assumirem o clube, como o proprietário desse blog por exemplo.

Um papelão, por exemplo, seria se depois dessa grande conquista do direito ao voto e a ser votado não fosse registrada uma única chapa sequer na eleição.

Guilherme Moura de Medeiros disse...

De minha parte, tomarei as medidas que entender cabíveis para fazer valer o disposto no Contrato de Adesão em consonância com o Estatuto vigente.

Hugo disse...

Palavras de Tadeu na radio globo: "O ABC não está preparado para a democracia, ainda bem que os democratas se acalmaram. O ABC não tem condições de ter hj"

O que esperar de um dirigente desse senão uma ditadura

Abecedista disse...

Vamos ao Ministério Público...

É uma CAUSA de direitos coletivos.

Se o Sócio não voltar, ele deve ser indenizado pelo dano gerado pela lesão contratual...

Ou não...

Outra coisa, é preciso também entrar desde já com uma ação preventiva que busque na Justiça uma liminar que impeça qualquer articulação da diretoria no sentido de impedir a participação dos sócios na reunião do próximo dia 19.

Coitado de quem elaborou o contrato...

Seria uma caso de estelionato?

Tão fudido...

Sds Alvinegras.

Abecedista.

Luciano disse...

Podem se preparar pois tudo indica que a reunião será a portas fechadas, foi o que defendeu o tal de Ivis Bezerra hoje (18.11) no blog de Marcos Lopes.

Luciano disse...

Desculpem, a informação acima está no blog de Pedro Neto.

Diego Ivan disse...

Reuniões do Conselho sempre são a portas fechadas, acho que apenas na assembleia geral é que o sócio pode participada reunião. Mas nada como uma janela para furar reuniões fechadas.