sábado, 7 de novembro de 2009

Posição de Rubens Lemos Filho

Recebi agora este e-mail, aparentemente verdadeiro enviado por Leonardo Arruda Câmara.
Digo isto, pois sabemos que fraudes usando nomes de pessoas existem na web.

As partes em itálico, eu comentarei depois.

Caro Leonardo:

Estarei em Brasília nesta segunda-feira, acompanhando a governadora Wilma de Faria em agenda administrativa.

Por isso, não poderei comparecer à reunião do Conselho Deliberativo.

Gostaria de saber se você pode apresentar meu voto por escrito.

Senão, pelo menos o meu posicionamento:

Se puder, gostaria que lesse, perante o conselho:

1. Quem pensa em mudar o estatuto do ABC desconhece a dimensão histórica, cultural e social do nosso clube.

Sou favorável a qualquer mobilização para tirar o Mais Querido da crise.

Crise, aliás, que não é a primeira, tampouco será a última de nossa vida.

O nosso estatuto é a nossa constituição.

Modificá-lo sem razão lógica é inaceitável.

Quem é abecedista de verdade não precisa criar regras para ajudar o ABC.

Tem o caminho natural e legítimo de se apresentar candidato a presidente.

Ou mesmo de, sem amarras, formar um grupo para fortalecer o futebol e a própria administração do alvinegro.

2. Por que tanto interesse em fazer de cinco, representantes de uma multidão incalculável?

O amor não rima com lucro.

A paixão não combina com interesse.

Sou contra a terceirização do ABC.

3. Mesmo porque votei no presidente Judas Tadeu e acho que o mandato é dele, não deve ser transferido até que acabe.

Reeleições ininterruptas levam à dinastia.

4.O ABC é uma entidade de Natal, do Rio Grande do Norte.

Modestamente, dirijo o departamento autônomo de futsal.

Por confiança do presidente e amor do grupo que me apóia nesta luta: Arturo, Canindé e outros.

5. Na mesma linha, um grupo de abnegados, á frente Leonardo Arruda, dirigiu o futebol profissional sem formalismos ou legalismos, nos levando a inesquecíveis conquistas.

Nunca exigimos nada.

Nunca quisemos nada em troca.

Remunerar um diretor ou superintendente não deve pressupor, repito, uma violência estatutária.

E o que é pior, combinada em silêncio, sem clareza, sem transparência.

Quem é ABC, não exige nada.

6. Abre o corpo e a alma e colabora.

Se precisar de dividendos, então não é abecedista.

Sou contra mudar o estatuto.

Sou contra barganha, associação, sociedade, contrato, profissionalização sem clareza.

Nada tenho contra quem propõe rasgar nossas leis internas.

Tenho tudo a favor do ABC.

Que não pertence a ninguém.

É de todos nós.

7. Dos verdadeiros abecedistas.


Comento agora:

1. Este pensamento é digno de novo-pobre, ou seja de gente que já teve, não tem mais, e vive da aparência. Este papo de tradição, história e etc... Não põe salário em dia, e nem conquista feitos no futebol.

2. Se o raciocínio for este, para que termos X deputados, ou Y vereadores para representar os nossos interesses. Senti um viés ditadorial.

3. Me lembro como hoje, quando terminamos na 7ª posição do campeonato estadual, e ficamos fora-de-série naquele ano, e RLF falou ao vivo na Cabugi, pedindo a renúncia de toda a diretoria alvinegra.

4. Continue pensando assim e veja aonde leva. Tem muito a ver com o tópico 1 destes comentários.

5. No mundo profissional do futebol, a prática da abnegação e do amadorismo, leva a situações como esta que estamos passando agora. RLF é um saudosista incurável que congelou no tempo que era criança e Alberi e Danilo comandavam em campo.
Digo sem medo de errar, é deste tipo de pensamento que menos precisamos, alías, devemos passar longe destas idéias.

6. Olha a abnegação aí de novo. Acho que o mesmo pensa que ainda se faz time competitivo com folha de 100 mil ao mês. Aparenta estar sofrendo de cegueira e surdez.

7. Olha o víes de ditador de novo. Quem discordar disto é americano então??? Ou um sacripantas querendo afundar o clube???
Penso que quem defende as coisas como estão, com mudanças mínimas, é quem quer afundar o ABC.

Deixem o passado para os historiadores, museus e viúvas.

O ABC é presente, e tem que ter futuro.

Photobucket

3 comentários:

Luciano disse...

Não sei, mas não acredito que RLF seja tão retrógado como demonstrado no mail.

Alex Medeiros disse...

Ótimo post Black Ace. Concordo com os seus comentários.

Abraços

Black Ace disse...

Esta carta que postei aqui, realmente é de Rubens Filho. A mesma está postada em outros blogs.

Abraços.