sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Estão querendo desviar o foco do fracasso

O ABC foi escandalosamente garfado na terça-feira que passou. Isso é fato.

Porém, responsabilizar única e exclusivamente tal fato pelo rebaixamento cada vez mais iminente é de uma desonestidade sem proporções para com a Frasqueira.

É o que o presidente/dublê de diretor de comunicação/babões estão querendo fazer, usar esse fato isolado para esconder a incompetência e os erros de gestão.

Ano passado o ABC cansou de ser vitimado por arbitragens bandidas, seja no Frasqueirão, seja fora dele. No entanto, dentro de campo o futebol jogado fazia a diferença e com isso os roubos vergonhosos foram diluídos perante a campanha honesta feita pelos comandados de Ferdinando Teixeira e posteriormente Arthur Neto.

O ABC sempre foi e com certeza voltará a ser garfado. Então cabe a diretoria montar times decentes e vencedores, com capacidade para atropelar os roubos das arbitragens, bem como agir nos bastidores, de forma a intimidar e vetar árbitros bandidos.

Quando o time é bom e competente e a diretoria é ativa e defensora árdua dos interesses de seu clube e da torcida que ele representa, não tem Carlos Eugênio Simon, Wilson Semene, Pablo dos Santos Alves, Antônio Hora Filho, Renato Cardoso, Evandro Rogério Roman, Françuar Fernandes, Manoel Serapião, César Virgílio (mencionei este cidadão porque mesmo diante de uma arbitragem acintosamente vergonhosa ele usa o espírito corporativista para defendê-la), etc. que dê jeito, principalmente quando se trata de campeonato por pontos corridos.

Gustavo Lucena

Photobucket

3 comentários:

Black Ace disse...

O seu ponto de vista é correto, faço apenas uma resalva: O ABC as vezes é beneficiado pela arbitragem, já vimos isto e já comentamos também.

Não se pode é culpar a arbitragem pelo fracasso total.

Anônimo disse...

Durante a participação no fórum nacional sobre segurança nos estádios, realizado na última semana, em Brasília, o presidente da Federação Alagoana de Futebol, Gustavo Feijó, aproveitou o momento para apresentar a outros três presidentes de federações um projeto que poderá “salvar” o futebol do Nordeste na paralisação para Copa do Mundo da África no próximo ano. Feijó elaborou um projeto que prevê a realização de um torneio amistoso, que poderia se chamar “Copa da Amizade”, durante o mês em que os clubes ficarão parados para a Copa da África. Foram convidados clubes da Bahia, Sergipe, Pernambuco e Alagoas. O presidente da FAF levantou os custos da competição e chegou a um número de R$ 500 mil para viabilizar a competição. Além disto, a competição daria R$ 100 mil para o campeão e R$ 50 mil para o vice-campeão. Apesar de não ter sido contabilizado o evento ainda poderá ser vendido para tv. O projeto foi primeiramente apresentado ao diretor técnico da CBF, Virgílio Elísio. O dirigente, que já vivenciou dificuldades por ser presidente de federação, foi sensibilizado a ajudar o futebol nordestino que passe um momento de extrema dificuldade. No momento, dois clubes do Nordeste estão caindo da Série A para Série B. Os quatro clubes da zona de rebaixamento na Série B também são nordestinos. “É preocupante a situação e precisamos urgentemente resolver o nosso problema como um todo, pois estamos em uma situação de quase falência”, declarou Feijó. O presidente da FAF foi elogiado pelos outros presidentes que consideraram a idéia como “brilhante”. Feijó entregou aos presidentes o projeto da competição para que comecem a cair em campo para levantar os recursos que possam viabilizar a competição. “ Se cada um dos estados participantes levantar R$ 125 mil teremos a competição viabilizada e poderá ser um embrião de uma competição que já fez muito sucesso: a Copa do Nordeste”, finalizou Feijó. Fonte:futebolalagoano.com ///////////// ACRESCENTO: FNF, vamos interessar-nos pela idéia e correr atrás das outras federações nordestinas para endossar esse projeto e também entrarmos na competição!!!!! Sds. /// Fábio Castelo Branco de B. Guerra.

Alex Medeiros disse...

O que eu achei melhor no seu post foi ter elencado tb o César Virgílio, é impressionante como esse comentarista??? é parcial para com os arbítros. É mais um menbro dessa nossa incompetente crônica esportiva.