quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Rapidinhas Iradas (14/10/2009)

Não estou gostando.

Da formação que vem se desenhando para o jogo contra o S. Caetano.

As entradas de Chiquinho no lugar de Bosco e de Gabriel no lugar do Ricardinho não são as melhores opções, não por conta do futebol que ambos apresentam, mas pelo fato deles não estarem com o ritmo de jogo desejado, pois ambos dificilmente têm figurado nas convocações de Flávio Lopes e de repente são alçados a soluções imediatas e naturais para a má-fase de Bosco e para a ausência de Ricardinho.

Mesmo em má-fase, ainda acho que o Bosco tem mais futebol que o Chiquinho no esplendor da sua forma. Todos nós sabemos que ele é um bom jogador e que pode sim a qualquer momento voltar a jogar bem. E Chiquinho, além da limitação técnica, está sem sequência de jogo.

Para o lugar de Ricardinho, entendo eu que João Paulo é a opção natural porque tem sequência de jogo e possui as mesmas características dele, ou seja, é veloz e se movimenta bem. Gabriel mal vem sendo utilizado.

Vi os treinos de 2a feira e João Paulo se sobressaiu fazendo 2 gols e ainda dando um passe para mais outro.

Não estou gostando (2)

Corre a boca-pequena de que o preço dos ingressos para o jogo ABC x Vasco será majorado para R$ 30,00 ou R$ 40,00.

Acho isso uma tremenda sacanagem com o torcedor e até mesmo não vejo como uma boa estratégia, pois a tendência é que o público presente seja mais elitizado e formado em boa parte não por torcedores, mas por meros espectadores que vão apenas para assistir e não para torcer.

Mesmo o ABC ganhando muito dinheiro (é um jogo que lota de qualquer jeito), o jogo perderá muito em calor humano, pois talvez boa parte dos torcedores de verdade - aqueles que sempre vão porque amam e querem apoiar o ABC - não terão condições financeiras de estar lá.

Por que será, hein? - O Retorno

Impressionante como setores da imprensa de uns tempos pra cá vem tomando partido das diretorias.

Elas fazem burradas a olho nú do torcedor, mas mesmo assim a imprensa ou não denuncia, ou maquia os problemas.

A bola da vez é o estado de penúria de ABC e do outro clube norte-rio-grandense da Série B.

É cantado por ambas as torcidas que a salvação é o investimento no marketing e em especial no programa de Sócio-Torcedor.

No entanto parte da imprensa insiste em negar ou desprezar o potencial de uma campanha de Sócio-Torcedor, dizendo que a culpa do estado de miséria de ABC e do outro clube norte-rio-grandense da Série B é da torcida que não se associa, que não vai aos jogos, etc.

Por que será, hein? - Forever

Profissional da imprensa há 2 anos atrás assessorava o ABC e foi praticamente convidado a retirar-se por pressão de um "conselheiro" e com as bençãos do dublê de diretor de comunicação do clube.

Depois de ter saído do ABC, ele passa um tempão soltando cobras e lagartos contra a diretoria, em especial o referido diretor que tem um índice de rejeição entre 11 de cada 10 ABCdistas.

No entanto, há algumas semanas lá estão eles juntos, o dublê de diretor e o profissional da imprensa, apresentando um programa que pretensiosamente se diz a voz da torcida do Mais Querido.

Nada contra o referido profissional, que é um ABCdista leal e decente e que faz do Mais Querido uma terapia pessoal para estar de bem com sua saúde.

Mas que essa atitude de dividir o microfone com o seu algoz do passado é estranha...

2 Temas Palpitantes do momento

Debater o porquê dos times do Nordeste estarem dando vexame nas Séries A e B e os rumores de que a vênus platinada, o câncer do Brasil, está querendo alterar a forma de disputa das Séries A e B.

Pretendo discutir-los aqui quando estiver mais folgado.

Gustavo Lucena

Photobucket

Nenhum comentário: