terça-feira, 8 de setembro de 2009

Sandro na esquerda

No treinamento de hoje Flávio Lopes começou a colocar no time a turma que deixou o DM recentemente. Vários retornam, Sandro(foto), Leonardo e Bruno Barros, mas por enquanto apenas Sandro parece ter tomado a ala esquerda em relação ao time que jogou no ultimo sábado. Os treinamentos de quarta e quinta deverão confirmar o time que treinou hoje, ou então será outra a equipe montada por FL.

O time base no treinamento foi: Raniere; Fabiano, Gaúcho e Rafael; Bosco, Augusto Recife, Gedeon, Tucho e Sandro; Selmir e Junior Negão.

Do Blog: Não sei se Sandro é a melhor opção na esquerda, Rogerinho vinha subindo de produção e Bruno Barros, hoje, é indiscutível nessa posição. Acho que Sandro renderia melhor no lugar de Tucho na meia, até por que Tucho deverá adquirir melhor condicionamento para poder ser titular. No momento Tucho não agüenta nem o primeiro tempo, vide a ultima partida.

Na minha opinião o zagueiro Leonardo deve ser titular, Fabiano vem bem no time e Rafael mostra que tem potencial. Eu só posso dizer uma coisa – Te vira Flávio Lopes.

No ataque Ricardinho deverá mostrar mais do que já mostrou, Selmir e Jr. Negão me agradaram, não sei se com Ricardinho o ataque melhorará. O Ricardinho não é eficiente, erra muito e em alguns momentos joga pouco com seus companheiros, nem de longe tem a contundência dos dois atacantes.

Photobucket

5 comentários:

Alexandre Costa disse...

Olá.
Discordo com relação a Ricardinho. Desde a volta de Flávio Lopes ao time, Ricardinho tem sido o unico atacante com raça e fazador de gols. Selmir ainda precisa fazer gols para se igualar a Ricardo.
Ricardinho e Junior Negão é a minha dupla de ataque.
Alexandre Costa

Gustavo Lucena disse...

Acho que Ricardinho e Selmir não têm condição de serem titulares.

Ambos possuem deficiências que comprometem o poderio de ataque.

Selmir não tem pontaria para fazer gols nem se coloca bem na area.

Ricardinho parece não ter a objetividade necessária para um atacante, dribla muito sem qualquer objetividade e é fominha.

Na minha visão hoje J. Paulo e Jr. Negrão são os titulares. Ou então bastaria escalar 2 meias e liberar os alas para funcionarem como os clássicos ponteiros, deixando Negrão no comando do ataque.

Negrão-Selmir não funcionou, os 2 possuem as mesmas caracteristicas. Jogar com 2 centroavantes fixos é sinônimo de ataque lento e pouco criativo.

Diego Ivan disse...

Alexandre:
Eu enumerei as deficiências de Ricardinho no texto, realmente não falta raça, mas se raça fosse pré-requisito um pastor alemão resolveria o problema(rsrsrsr).

Gustavo:
Não acho que Selmir tenha ido tão mal, também não gosto de dois "postes" mas gostei do desempenho.
Além disso JP não está indo bem quando entra, carece de maturação, titular não, deixa pro ano que vem.
O fato de jogar com dois atletas como Selmir e Jr. Negão só é possível pq FL ensaia escalar mais uma vez o meio de campo com dois meias. Com um meia só, Ricardinho seria a melhor opção.

Abecedista disse...

Voto com Alexandre Costa. Se Ricardinho tivesse em campo contra o Juventude, certamente teríamos produzido bem mais (no sábado, nossos melhores lances foram de bola parada, não se esqueçam).

Selmir é bom jogador, habilidoso, protege bem a bola mas... Mas quem tá fazendo gol é o Negão.

Voto pela mobilidade de Ricardinho contra a imobilidade de Selmir.

Lembrem-se que contra a Portuguesa Ricardinho destruiu os zagueiros da Lusa, contra o Campinense também e por aí vai. João Paulo ficaria para o segundo tempo - mais velocidade ainda - e Selmir pode revezar com Negão.

Concluindo, contra o Fortaleza precisaremos de um mínimo de velocidade lá na frente, principalmente em se tratando de contra-ataques. E, num campo grande como o CASTELÃO, jogar com DUAS TORRES pode sair como um tiro no pé.

Sds Alvinegras.

Abecedista.

Gibson Azevedo disse...

Todos esses jogadores supracitados, na verdade não passam de "arraia miúda". Já o jogador Sandro, esse é diferenciado. Não fosse a facilidade que ele tem em contundir-se, essa "Peça", que é o campeonato brasileiro da série "B", teria um enredo, muito..., muito diferente...
O Sandro é, com folga, o melhor boleiro em atividade atualmente no nosso Estado.
PS. Não tenho medo de errar.