terça-feira, 8 de setembro de 2009

Coluna Melhorou x Piorou: ABC 2x1 Juventude

Depois da importante vitória do ABC contra o Juventude, resolvi pegar uma praia no resto do feriadão e só hoje estou de volta.

O bom desse descanso foi que, ao voltar a escrever, já passou a euforia do 6º triunfo do Mais Querido e por isso dar pra fazer a análise de maneira mais racional.

Então vamos lá.

MELHOROU:

Rogerinho - Com a incômoda (para ele) concorrência de Bruno Barros, vem recuperando o bom futebol. No jogo de sábado, ele esteve impecável na marcação. Já se cogita a hipótese de mantê-lo na ala-esquerda e efetivar Bruno Barros como meia-de-ligação.

Bosco - Novamente foi o cérebro do time, armando as principais jogadas ofensivas do ABC. Foi sacado de maneira equivocada e num momento crítico da partida. Sorte que pouco tempo depois o ABC fez o gol da vitória.

Júnior Negão - Ao contrário da maioria da imprensa que contestou sua atuação, eu já achei que ele está indo bem, pois ele vem fazendo o que o ABC mais precisa, ou seja, gols. Cada dia mais impressiona sua eficiência. Ele pode até ficar paradão na área (coisa que não faz, pois ele volta na marcação), desde que continue fazendo gols. É isso que importa.

João Paulo - Entrou no lugar de Bosco e deu mais velocidade e mais força as jogadas de contragolpes. Ele precisa levantar a maldita cabeça e ampliar sua visão de jogo para dar passes a jogadores melhores colocados. Fazendo isso, ninguém toma sua titularidade.

Gabriel - Trouxe uma maior efetividade e leveza ao meio-campo do ABC.

Zaga - Mais uma vez teve uma atuação uniforme e segura, sem comprometer a partida - a exceção é claro do gol de falta besta que levou.

NA MESMA:

Gedeon - De virtude apenas o fato de ser um jogador esforçado e de um bom chute a gol. Porém sua limitação técnica atrasa a criação do time.

Tiago Cardoso - Extremamente inseguro, melhorou no final da partida. Mesmo assim, fica a impressão de que o mesmo não tem a sintonia com o ABC.

PIOROU:

Selmir - Pesadão e com pouca eficiência, era pra ter saído no intervalo.

Tucho - Sem ritmo de jogo e sem objetividade. Se o futebol dele for só isso, não tem vaga no time.

Flávio Lopes - Escalou o time de maneira errada, com 2 centroavantes plantados na área. E ainda fez mexeu errado ao tirar Bosco para colocar J. Paulo. Sorte dele que a mexida deu certo.

Diretoria - Colocar ingressos a R$ 20,00 para serem vendidos na véspera do jogo foi mais uma cagada para a conta dela. O resultado foi uma renda ridícula e um público nanico. E eu ainda achei que a renda e o público seriam maiores.

Gustavo Lucena

Photobucket

Nenhum comentário: