domingo, 27 de setembro de 2009

Coluna Melhorou e Piorou - ABC 1x0 rival

MELHOROU

Tiago Cardoso e Fabiano - Se o ABC ganhou, eu diria que 50% se deve as brilhantes atuações destes 2 atletas. O Tiago foi extremamente arrojado e agora sim justifica plenamente o salário que recebe. Quanto ao zagueiro Fabiano, uma situação emblemática após o fim do jogo representou bem sua atuação: toda a imprensa se dirigiu ao jogador. Cada vez mais valorizado, vai ser complicado segurar o curraisnovense para 2010.

Sandro - Todo jogador diferenciado que se preze sempre tem uma estrela que ilumina nas horas mais difíceis. Sandro ontem fez um primeiro tempo terrível, praticamente sendo um espectador de luxo. No segundo tempo, quando passou a atuar na meia, mostrou toda sua categoria e com isso fez o gol da vitória. O mais importante é que ele saiu do jogo inteirinho.

Ricardinho e Bosco - Numa noite em que o ataque alvinegro esteve pouco inspirado, eles foram os mais ativos, buscando jogo e partindo para cima. Ricardinho foi o jogador arisco de sempre e Bosco voltou a jogar bem, atuando praticamente como um meia-atacante, conforme analisou Diego Ivan.

Alexandre Oliveira - De novo foi o cão-de-guarda do meio, porém esteve sobrecarregado em razão da má-atuação de Augusto Recife.

Marquinhos Mossoró - Entrou no 2o tempo e fez aquilo que sabe e gosta, ou seja, marcar bem e desarmar seus adversários. Sua entrada liquidou as melhores jogada do rival, que eram as investidas no lado esquerdo do time.

Flávio Lopes - Foi decisivo no momento em que sacou o indisciplinado e apagado Gedeon, impondo autoridade num momento em que o ABC estava perdido e dominado. E no intervalo do jogo, quando ele corrigiu a postura do time, implementando um 3-3-1-3 que deu certo no que tange a segurar as investidas do rival.

NA MESMA

Gaúcho - Deu umas pixotadas que quase resultavam em fatalidade, mas no 2o tempo melhorou.

João Paulo - Entrou no lugar de Ricardinho e pouco fez.

PIOROU

Júnior Negrão e Selmir - O ataque esteve sem inspiração. Júnior Negrão perdeu um gol que nos fez lembrar de Fábio Silva, Ronaldo Capixaba e Miro Bahia e Selmir só apareceu na hora em que foi expulso.

Augusto Recife - O meio-campo ficou uma avenida por conta de sua atuação sonolenta, principalmente no primeiro tempo.

Gedeon - Não entrou em campo, e foi subversivo quando Flávio Lopes pediu dele empenho e marcação. Como desobedeceu, foi castigado. E com esse futebol limitado, deverá ficar em segundo plano, já que o ABC já conta com Sandro, Tucho e Zé Eduardo e os 2 primeiros deverão ter a preferência do treinador.

Gustavo Lucena

Photobucket

5 comentários:

Diego Ivan disse...

Ei Gustavo só tenho uma corrigenda: O nome é Junior Negão, Negrão é sobrenome e Negão é apelido.
Como se trata de um apelido, é Negão mesmo.

Sandro Furúnculo disse...

BOSCO JOGOU BEM? EU VI OUTRO JOGO ENTÃO.NÃO ACERTOU UMA JOGADA OFENSIVA E AINDA COMPROMETEU A DEFESA.SANDRO TEM QUE JOGAR NA MEIA, POIS NÃO AGUENTA O ESFORÇO A QUE UM ALA É SUBMETIDO. O ATAQUE DEVE SER RICARDINHO E NEGÃO, SELMIR É MUITO RUIM. A DEFESA FOI BEM, PRINCIPALMENTE O GOLEIRO TIAGO, FABIANO E ALEXANDRE OLIVEIRA. TIVEMOS A CHANCE DE MATAR O AMÉRICA NA METADE DO SEGUNDO TEMPO E NÃO FIZEMOS, PODERIA TER CUSTADO CARO, AINDA BEM QUE SEGURAMOS O PLACAR.

lucianocaldas disse...

Concordo com o post.
Gustavo anda fazendo sucesso. Foi destaque no blog do Paulo Henrique Amorim!
Valeu Gustavo, gostei do detalhe enviado para o Paulo Henrique.

Alexandre Costa disse...

Tmb percebo que o blogueiro anda pegando muito no pé de Augusto Recife, e não é só dessa partida. De forma alguma acho que ele teve uma atuação sonolenta.
Se o meio foi uma avenida o erro é do treinador. Augusto sozinho não resolve.
No meu entender ele é extremamente raçudo, rápido e eficiente na marcação. Dificilmente perde uma dividida, e quando vai é pra matar mesmo, as vezes até pegando forte.

Abecedista disse...

Endosso as palavras de Alexandre com relação a Augusto Recife.

Sobre Negão, mesmo com o gol perdido, atuou muito bem. Lutou, se movimentou, deu opção para o passe, driblou, fez jogadas e inclusive deixou companheiros na cara do gol umas duas ou três vezes.

Concluindo, não dá para crucificar o cara por um ou outro erro, mas se tem que avaliar o todo, até porque amigo, 100% de acerto nem Pelé, Ronaldo Fênomeno, Maradona, Wallysson.

A propósito, estou procurando este jogador 100% de que os comentaristas esportivos, incluindo Gustavo Lucena, tanto falam.

Um dia eu acho o jogador de futebol 100%...

Brincadeira estes comentaristas esportivos...

Termino dizendo que os melhores da noite foram Tiago Cardoso, Fabiano e Ricardinho.

O gol de Sandro, um capítulo à parte.

Sds Alvinegras.

Abecedista.