quarta-feira, 26 de agosto de 2009

900

Eu não poderia começar este informe sem aplaudir os 900 heróis, que como eu foram testemunhas de mais uma vitoria do ABC na Serie B 2009 debaixo de um verdadeiro dilúvio. O ABC venceu a Ponte Preta por 2 a 1, gols de Junior Negão e Audálio para o alvinegro, para a Ponte descontou Willian. O vídeo dos gols no final do texto.

Duas coisas não faltaram na jornada de hoje, água do céu e garra do time alvinegro, é claro que tecnicamente o ABC ainda deve muito, mas com a vontade de hoje tenho a sensação de que ainda existe luz no fim desse túnel. Posso ainda estar envolvido pela emoção do jogo, mas essa foi a minha impressão após o apito final. Certo é que uma vitoria como essa renova as energias de todos, time, torcida e diretoria.

Tecnicamente o jogo não foi bom, erros de passe, possas d’água (choveu torrencialmente em momentos do jogo, quando parou de chover, pararam as possas) e muita indefinição. Mesmo assim o gol do ABC não saiu por detalhe (clichê), o aguaceiro prejudicou a acurácia do atacante Selmir dentro da área.

Se faltou técnica sobrou correria, após 25 minutos de domino ABCdista, a bola rolou mais redonda para as duas equipe, talvez por isso as oportunidades alvinegras diminuíram. Essa situação perdurou até o final do primeiro ato.

O segundo tempo começou morno para as duas agremiações, o ritmo puxado do primeiro tempo e a chuva deixou as equipe com o “freio de mão puxado”. Isso só foi mudar quando o técnico Flávio Lopes resolveu mudar o ataque alvinegro, saíram Ricardinho e Selmir, entraram Ivan e Junior Negão.

O ritmo permaneceu o mesmo, mas o ABC pareceu ter acordado para uma realidade, só a vitoria interessava (clichê). Dessa maneira as jogadas mais agudas de Ivan e a boa participação (se comparada com atuações anteriores) de Gedeon ajudaram o ABC a abrir o marcador. Gedeon recebeu pela direita esticou a bola para Jr. Negão que encobriu o goleiro do jeito que deu e marcou.

A torcida acordou e a chuva voltou, mas a comemoração não demorou muito, 13 minutos após o gol de abertura do placar Fabiano Gadelha cruzou a bola na área, Willian cabeceou e empatou o cotejo. Com o empate os cardiologistas de Natal começaram a ser chamados, a torcida começou a ver o mesmo filme de jornadas anteriores. Sorte que o desempate ocorreu 5 minutos após o gol da Ponte, aos 32 minutos Ivan sofreu/cavou uma falta na direita da área, Bosco cruzou na cabeça de Audálio no segundo pau, um abraço, gol do ABC.

Com o gol o ABC tentou erroneamente administrar o placar recuando em demasia, quase que a Ponte aproveita o vacilo na postura defensiva e empata.

Sorte que a noite era do Mais Querido, vitoria no frigir dos ovos justa. O ABC volta a campo na próxima sexta-feira para enfrentar o Figueirense, jogo será realizado em Florianópolis as 21:00hs.




Ficha Técnica

Local: Estadio Frasqueirão, Natal-RN.
Publico: 991 pagantes.

Árbitro: Antônio Santos Nunes (PI).
Assistente 1: Francisco N. Machado Gaspar (PI).
Assistente 2: Francisco Pereira de Lima Júnior (PI).
4º árbitro: João Alberto Gomes Duarte (RN).

ABC(2): Ranieri; Audálio(1), Gaúcho e Fabiano; Bosco, Rogério (Marquinhos), Gedeon, Augusto Recife e Rogerinho; Ricardinho (Ivan) e Selmir (Júnior Negão(1)). Técnico: Flávio Lopes.

Ponte Preta(1): Giovanni; Dede, Jean, Dezinho e Vicente; Deda, Pirão, Guilherme (Willian(1)) e Jean Carioca (Fabiano Gadelha); Evando (Danilo Neco) e Lins. Técnico: Pintado.

Photobucket

Nenhum comentário: