quinta-feira, 2 de março de 2017

Das cinzas, na quarta-feira, o ABC ressurgiu e conseguiu classificação

O ABC empatou no tempo normal com o Audax por 1 a 1 e venceu nos pênaltis por 4 a 1. Os gols do jogo foram de Caio Mancha para o ABC e Léo Arthur para o Audax. Nos pênaltis Gegê, Cleyton, Dalberto e Marcio Passos para o ABC, Pedro Carmona foi o único a marcar pelo Audax.

Comemoração após classificsção (Foto: Andrey  Torres @abcfc)

O ABC fez um jogo apenas decente contra o Audax, sendo o primeiro tempo bem superior ao segundo. O ABC de Geninho, conhecendo a principal característica do adversário, adotou um posicionamento mais recuado, permitindo a posse de bola ao adversário. O reflexo disso foi a altíssima posse de bola do Audax, mas por mais difícil que se possa entender, o ABC foi quem teve as principais e a maior quantidade de chances de gol durante o jogo.

O ponto negativo foi a expulsão de Echeverria, que já tinha cartão amarelo e foi deslocado para a lateral esquerda quando Marquinhos foi substituído. Na primeira bola em cima dele, o paraguaio de Asunción, levou um drible e fez falta por trás e foi expulso pelo segundo amarelo. O desequilíbrio causado pela expulsão abriu a possibilidade para o Audax marcar seu gol minutos após. Não sei o que Geninho pensou, mas Echeverria pendurado, tendo que marcar um ataque insinuante, certamente seria a última escolha para a lateral esquerda. Com a expulsão Gegê foi para a lateral esquerda. 

Agora é preciso que se diga, o ABC esteve bem perto mesmo da eliminação. Vejam que no segundo tempo o Audax abre o placar aos 34 minutos, e o ABC esteve eliminado por 7 minutos, quando aos 41 o juizão marcou pênalti em cima de Dalberto. Mancha, que havia entrado no lugar de Nando, foi para a cobrança e converteu. 

Usando um dos maiores clichês para ilustrar uma situação de reviravolta; o ABC ressurgido das cinzas, tal como uma fênix venceu de maneira dramática a disputa de pênaltis por 4 a 1. O goleiro Edson pegou uma das cobranças.

Destaque

O goleiro Edson para mim foi o grande destaque do jogo, apesar de pouco exigido, no segundo tempo pegou uma bola cara a cara com o atacante, além de seu desempenho na cobrança de pênaltis.

Outro que merece destaque é Marcio Passos. Absolutamente seguro. 

O Alvinegro volta a campo para o segundo jogo final do primeiro turno do Campeonato Potiguar. O jogo mais uma vez será no Arena das Dunas, dessa vez no domingo dia 05 as 16:00hs. O ABC joga pela vitória.  

Ficha Técnica


ABC 1(4) x (1)1 AUDAX/SP
GOLS
ABC – Caio Mancha – Pênaltis – Gegê, Cleyton, Dalberto e Márcio Passos. 
AUDAX – Léo Arthur – Pênaltis – Pedro Carmona.

Local: Estádio Frasqueirão, Natal/RN.
Público: 4.158 torcedores.

Árbitro: Andre Luiz de Freitas Castro - GO (CBF).
Assistente 1: Cristhian Passos Sorence - GO (CBF).
Assistente 2: Tiago Gomes da Silva - GO (CBF).
4º Árbitro: Caio Max Augusto Vieira - RN (CBF).

ABC: Edson, Levy, Leo Fortunato, Cleyton e Marquinhos(Tulio Renan); Márcio Passos, Guedes, Erivelton(Dalberto) e Gegê; Nando(Caio Mancha) e Echeverria. Técnico Geninho.

Audax/SP: Felipe Alves, Matheus(Rafael Oliveira), Felipe Rodrigues, Magal e André Castro; Pedro Carmona, Bruno Guimarães(Rafinha) e Léo Arthur; Hugo, Gabriel Leite(Francis) e Ytalo. Técnico: Fernando Diniz.

Nenhum comentário: